Casa de Maria, do Projeto Aria Social, lança Coleção Capiba de olho na sustentabilidade

 Casa de Maria, do Projeto Aria Social, lança Coleção Capiba de olho na sustentabilidade

Compartilhe nas redes sociais…

Depois das sete temporadas e do sucesso de público com o belo espetáculo “Capiba pelas ruas eu vou”, o Aria Social faz mais uma homenagem ao grande compositor pernambucano. É que nesta terça-feira (12/12), a Casa de Maria faz desfile para o lançamento da Coleção  Capiba, com bolsas, acessórios e itens de decoração . A Casa de Maria é o braço empreendedor do Aria Social e é formada por artesãs que geralmente são mães ou responsáveis pelas crianças e jovens atendidas naquele Projeto. “As mães e parentes vinham trazer as crianças, e ficavam sem ter o que fazer. Com o tempo, foi se formando uma rede e elas passaram a aprender artesanato e a ter mais uma oportunidade de geração de renda”, afirma Cecília Brennand,  Presidente do Aria Social. A mais nova linha de produtos da entidade tem direção criativa da designer Luly Vianna e tem como foco a sustentabilidade. É inspirada nos figurinos de Beth Gaudêncio para aquele musical, que já teve sete temporadas no Recife. Sem falar na valorização da nossa cultura, tomando a arte de Capiba (1904-1997) como inspiração.

A Coleção Capiba  tem 24 peças, que serão apresentadas no desfile a ser realizado às 16h, na sede do Aria Social. Tudo é fruto de parceria com as marcas autorais pernambucanas Caroll Falcão (roupas atemporais e afetivas em linho e cânhamo), Vitalina (sapatos artesanais que perpetuam as belezas do sertão nordestino) e Verde Joias (joias artesanais inspiradas em elementos naturais). A direção de cena é de Romildo Alves. O evento conta ainda com o toque da arquiteta Roberta Borsoi, que organiza a disposição das peças e marcas no espaço do Aria Social.

A Coleção Capiba tem o crochê como carro-chefe e traz nove modelos de bolsa (além de pochete, mochila e carteiras), chapéu bucket e chaveiros. Seis versões de almofadas, quatro variações de vaso e uma fruteira são os objetos de decoração que completam a coleção.   Os produtos são agrupados em cinco temas: Frevo, Missa Armorial (título da obra-prima de Capiba), Papangu, Carnaval anos 30 e Rosa Amarela, tudo dentro do universo do compositor pernambucano. As peças são confeccionadas com materiais sustentáveis, como barbante ecológico, fio de seda, brim, junco e palha de jornal.  O ingresso para o desfile é R$ 50, mas esse valor pode ser re vertido em compras.

As marcas parceiras prepararam peças especiais para compor o look das bailarinas do Aria Social e das próprias artesãs da Casa de Maria, que apresentarão a coleção. “Será uma experiência  de moda, solidariedade e beleza, uma tarde de celebração do trabalho realizado pela Casa de Maria, com o lançamento da coleção que leva o nome do nosso compositor mestre da cultura pernambucana”, diz a presidente do Aria Social, Cecília Brennand. A Casa de Maria foi fundada em 2017 e tem como missão impulsionar o empreendedorismo social das mães e outros familiares dos alunos do Aria Social por meio da capacitação em um artesanato que tem como base a sustentabilidade e as tradições locais. Nasceu dentro do Aria Social, quando as mães e responsáveis dos alunos começaram a trocar experiências em crochê enquanto aguardavam seus filhos nas aulas.

O crochê é o traço forte da Coleção Capiba, que será lançada hoje no Aria Social, em Piedade, Zona Sul do Recife.

O movimento foi percebido pela presidente do Aria Social, Cecília Brennand, que encampou a ideia e passou a oferecer oficinas de artesanato nas instalações do Aria.  O objetivo é fomentar a produção e comercialização de acessórios e objetos de decoração feitos manualmente, com insumos em sua maioria reciclados. As artesãs da Casa de Maria são remuneradas pelas peças produzidas e vendidas pelo projeto, com parte do valor revertida para a manutenção da instituição. A cada temporada, a Casa de Maria convida  estilistas, arquitetos e designers brasileiros para a criação de linhas de produtos. Já o Aria Social foi criado em 1991 pela bailarina Cecília Brennand. E é, desde 2004, uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público que educa e profissionaliza através da arte. O Aria Social  atende cerca de 450 crianças e jovens entre 6 e 25 anos, em situação de vulnerabilidade social. Elas contam com aulas de dança e música, atividades complementares como português e raciocínio lógico e, ainda, atendimento psicológico.

Coleção Capiba tem também peças decorativas, como esse curioso certo e seus frutos em crochê

Leia também
Sucesso leva Orquestra Sinfônica a repetir concerto com a Maestrina Rosemary Oliveira
Quebrando Tabu: Rosemary Oliveira é a primeira maestrina a reger a Orquestra Sinfônica do Recife
Mulher faz regência inédita na história da Orquestra Sinfônica do Recife:Missa Armorial
Trinta artistas em leilão beneficente promovido pela Galeria Terra Brasilis para o Aria Social
Cecília Brennand festeja hoje mais um acerto do Aria Social com homenagem a Capiba
Capiba,o gênio da música ganha espetáculo em sete ritmos

Serviço:
Lançamento da  Coleção Capiba
12/12/2023 – a partir das 16h

Aria Social –  Av. Ayrton Senna da Silva, 748 – Piedade – Jaboatão dos Guararapes-PE
Ingresso: R$ 50,00 convertidos em compras de produtos da Casa de Maria durante o mês de dezembro.
Instagram: @projetocasademaria 

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: crédito Aria Social/Divulgação

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.