Teatro do Parque volta hoje aos velhos tempos com programação de cinema

Mais uma sala de cinema democrática no Recife, já que os preços nos cinemas de shopping centers estão cada dia mais proibitivos. A partir dessa terça-feira, o Teatro do Parque começa a desempenhar sua antiga e dupla função: a de cinema e teatro. E os ingressos são a preços populares, R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Em se tratando de preços praticados no Recife, os cobrados no Parque chegam a ser uma verdadeira pechincha. Pois há cinemas nos centros de compra da cidade que cobram de R$ 40 a R$ 80 o ingresso por sessão, entre quinta e domingo. Com a despesa de estacionamento, cada pessoa vai gastar quanto?

No caso do Parque, o primeiro filme a ser exibido, nessa nova fase, é o longa “Sem Coração”, de Nara Normande e Tião. A produção – rodada no Litoral de Alagoas e ambientada em 1996  – foi a única do Brasil selecionada para o Festival de Vezena de 2023. Os ingressos no único “cinema” de rua que resta no bairro da Boa Vista começam a ser vendidos uma hora antes da do início de cada sessão. Além de hoje (14/5), o longa volta a ser exibido nos dias 21 e 28, sempre às 19h. O Teatro do Parque vai priorizar a produção local e nacional, e promete caprichar na curadoria. Além das sessões semanais programadas pela Prefeitura, vai sediar vários eventos ligados a cinema: Festival MOV, Festival Animage, Cine PE e Festival Janela do Cinema

Nos links abaixo, você tem mais informações sobre cinema.

Leia também
Teatro do Parque volta a funcionar como cinema, o único de rua do centro. Por enquanto
Teatro do Parque revive esplendor do passado e reabre
História rica e memórias afetivas: Teatro do Parque ganha livro
Sozinho, o Teatro do parque não conseguirá alavancar o bairro da Boa Vista

Depois do Teatro, que tal lutar pela recuperação do antigo Hotel do Parque?
Hotel do Parque em livro sobre Root
O “Hotel do Parque” sem memória
Que tal lutar pelo Teatro e também  pelo tombamento do Hotel do Parque
Virada Cultural pelo Teatro do Parque
Teatro do Parque tem Virada Cultural
Obras recomeçam no Teatro do Parque
Teatro do Parque abre  para visitas guiadas
Teatro do Parque revive esplendor do passado
Cinema
Livro imperdível sobre cem anos de cinema pernambucano
Recife Assombrado 2: A Maldição de Branca Dias
Cinema da Fundação (sala Derby) tem o longa “Sem coração” e exibição de três curtas
“Sem coração”, de Nara Normande e Tião estreia na abertura do Janela no Parque
“Sem Coração”, de Nara Normande vira unanimidade no Festival de Cinema de Veneza
“Das Águas” concorre com 4.500 inscritos e é selecionado para o Festival Curta Cinema, no Rio
PE: Saga de Plínio e Diva Pancheco, fundadores do maior teatro ao ar livre do mundo, vai virar filme
Caruaru: Começa em abril o AZsex Festival de Artes e Sexualidade Humana
Até novembro, Teatro do Parque terá nove sessões de Retratos Fantasma
Retratos fantasmas começa a ser exibido no Recife.
“Retratos fantasmas”, de Kleber Mendonça, mostra o centro do Recife sem os seus cinemas
A denúncia e o apelo de Kleber Mendonça em defesa do Cinema São Luiz
Eryka Vasconcelos coleciona prêmios com filme sobre esquizofrenia
Le Ballon Rouge tem exibição gratuita no Parque de Santana
Sem Coração, de Nara Normande, vira unanimidade no Festival de Veneza
Sessão Recife Nostalgia: Cinema São Luiz, vitrais e festa como nos velhos tempos
Sessão Recife Nostalgia: Rua da Aurora, Sorveteria Gemba e Cinema São Luiz
Outras Palavras no Cinema São Luiz
Olha! Recife: Velhos cinemas e história
Festival Janela do Cinema no São Luiz
Escândalo da Mandioca no São Luiz
Meninos, balé e bullying no São Luiz
Escândalo da Mandioca no São Luiz
Sessão Recife Nostalgia:Afogados, história, cinelândia e Rozemblit 
Nota dez para o Recife que te quero ver
O Recife que te quero ver
Hans Von Manteuffel dedica fotopoema ao “Recife que te quero ver”
Sessão Nostalgia: Saudade dos cinemas de rua revivida em Fernando de Noronha
De volta ao “Quem  me quer”. Sabem o que é?
Relíquia do Sertão, Theatro Cinema Guarany ganha livro
Muito glamour  no CineFestival no Theatro Cinema Guarany
Theatro Cinema Guarany completa cem anos e volta a funcionar
Incluído entre os cem melhores filmes  brasileiros,Tatuagem ganha livro
Cotidiano de Água Fria, no Recife, vai a dois festivais de cinema
Cineclube ao ar livre em Apipucos
Farmácia viva e audiovisual: produção coletiva em Apipucos
Cineclubes: a conexão Brasil – Alemanha
Apipucos tem Movimenta Cineclubes: mudanças climáticas em discussão
Bairros ganham Movimenta Cineclube
Cineasta luta pela sede da Aurora Filmes
Cinema vai à escola e praça em Tabira
Cinema, rio e bicicleta em discussão
Esplendor e o cinema para cegos
A história do menino que processa os pais por o terem colocado no mundo
Muito bom “Uma casa à beira mar”
Filmes made in PE para ver em casa
Olha! Recife e Mamam : lendas urbanas
Filme “Recife Assombrado” chega ao Canal Brasil
Cine Olinda vai ser restaurado. E o resto?
Filme sobre esquizofrenia ganha prêmios
Luciano Torres ganha prêmio internacional: botija, beato e besta fera
Cinema: Túlio Beat, da Bacurau Cultural leva Botija à Itália e à Inglaterra
Cotidiano de Água Fria, no Recife, vai a dois festivais de cinema

Confira a agenda de maio  do Cinema no Parque:
Maio – Dias 8, 14, 21 e 28 – Cinema no Parque: sessões do filme “Sem Coração”, às 19h

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Marcos Pastich / PCR

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.