Simone Tebet tenta faturar em cima da polarização e promete acabar com o orçamento secreto

Candidata à sucessão presidencial pelo MDB, a Senadora Simone Tebet não desanima. Ela está no Recife, onde cumpre movimentada agenda até o final da tarde. E tenta neutralizar a polarização entre Luiz Inácio Lula da Silva e Jair Bolsonaro, afirmado que representa “o voto da esperança contra o medo”.

Seria “medo” que o eleitor tem dos dois lados.  Ela quer capitalizar os eleitores que vão votar em Lula porque não querem Bolsonaro, ou que vão votar em Bolsonaro porque não querem Lula e vivenciam o antipetismo. Tebet acha que, mesmo com a polarização entre os dois principais candidatos, ainda tem uma “franja” que pode lhe render mais votos.  Ela diz que pelas pesquisas internas do seu partido, essa margem de insatisfeitos passa de 20 por cento.

Afirma que a radicalização tem sido nociva, inclusive por atrapalhar o debate sobre o Brasil. Classificou  de “muito pobre”, a discussão de propostas de Lula e Bolsonaro para o Brasil.“Até agora não conheço as propostas econômicas dos dois principais candidatos”.  Tebet prometeu governar com transparência e acabar com orçamento secreto. Ela preferiu desconversar, quando um repórter lhe indagou quem seria “menos pior” para o país, se o petista ou o ex-capitão. “Queremos que o eleitor vote no menos pior e na esperança. Estou muito feliz de estar no lado certo a história, que é o do moderação, do equilíbrio, da paz”

Veja como é a “Bolsa Jovem” prometida por Tebet

Mesmo assim, não perdeu oportunidade para alfinetar Bolsonaro com seu “orçamento secreto, que tira dinheiro” de programas sociais como a “farmácia popular”.  A candidata lembra que segue conselho do pai, que sempre dizia a ela que “o poder é para servir” . E afirma que a corrupção no país é quem impede que a população tenha serviço público de qualidade. No Recife, a candidata visitou o Porto Digital, no Bairro do Recife, em companhia de Raquel Lyra, candidata do Cidadania à sucessão estadual. Prometeu que, em um eventual governo seu, “nenhum centavo” será cortado do Ministério da Tecnologia e Inovação.

Também prometeu dar “Poupança Jovem”, depositando “ano a ano” valores para estudantes das redes oficiais de ensino  “desde o ensino fundamental até o médio”. Porém o aluno só poderá “levantar” o dinheiro depositado, quando concluir o ensino médio, “para fazer o que ele quiser”. A preços de hoje, esses valores seriam R$ 5 mil. “Precisamos pagar para o jovem estudar, é a única forma de darmos dignidade a essas famílias e acabarmos com o desemprego que lamentavelmente está levando a fome para o interior dos lares brasileiros”. Junto com a sua vice, Mara Gabrilli  (que tem deficiência física) Simone visitou crianças com microcefalia e à tarde tem visita à Associação de Assistência a Crianças com Deficiência. O programa termina no bairro popular de Roda de Fogo, comunidade carente na Zona Norte do Recife.

Leia  também
Diante da “ameaça das ameaças”, Marina Silva anuncia apoio a lula 
Jornalista Vera Magalhães volta a ser alvo de ataque bolsonarista
Caetés, onde lula nasceu e tinha lombrigas ganha cistenas e água purificada com luz do sol
Humberto Costa coordena campanha de Lula no estado
Lula: Voltando porque tudo que a gente fez foi destruído
Lula faz alerta contra fake news
Lula passa dois dias em Pernambuco
Lula passa dois dias em Pernambuco
Cícero Belmar: Lula e os baobás eternos
Lula chega ao Nordeste, encontra políticos no Recife e amanhã vai ao MST
Lula aos 74, com “tesão de 20 para lutar contra a canalhada no Brasil”
Festival Lula Livre vira carnaval
Festival Lula Livre já começou
Ditadura e tortura pertencem ao passado. Estado de direito sempre.Viva a democracia
Carta em defesa da democracia será  lida na Faculdade de Direito,UFPE e Rua da Aurora
O mito começa a derreter?
Eleições: Não é difícil prever o que vem por aí
Intolerância política ou motivo torpe?
Livro oportuno sobre a ditadura que o Presidente eleito diz que nunca existiu
Lição de história sobre a ditadura de 1964 no Olha! Recife
A história de 1968 pela fotografia
“Nazista bom é nazista morto”
Os segredos da guerrilha
Mutirão contra a censura de Abrazo
Teatro mostra a saga dos excluídos
Lição de história sobre ditadura de 1964 no Olha! Recife
Público tem acesso a 132 mil documentos deixados pelo Dom da Paz
Livro revela os segredos da guerilha 
Alguém viu a República Brasil por aí?
Vídeo sobre procurador assassinado mobiliza universidades 
Pensem: em 1964 já tinha fake news: bacamarteiros viraram guerrilheiros
Ministério Público recomenda que não se comemore 1964 nos quartéis em PE
A mentira da fome
Cuidado, armas à vista
Com tantos venenos no Brasil, cuidado com o que você come
O Brasil está virando o rei do veneno
Servidor federal é punido porque fez a coisa certa na área do meio ambiente
Filme revive fatos da ditadura militar  
Livro oportuno sobre ditadura (que o presidente diz que nunca existiu)
“Cárcere” mostra o Brasil desde a ditadura
Nazista bom é nazista morto
“Ditadura nunca mais”: lembrados os 50 anos da morte do Padre Henrique
Idosos encenam anos de chumbo
Cinema dominado e poucas opções: anos de chumbo

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Redes sociais

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.