Sertaneja de Carnaíba, Maria Rosa Mendes Fernandes antecipa Páscoa e comemora 103 anos

 Sertaneja de Carnaíba, Maria Rosa Mendes Fernandes antecipa Páscoa e comemora 103 anos

Compartilhe nas redes sociais…

O sertanejo é, antes de tudo, um forte. A frase de Euclides da Cunha, em “Os Sertões”, define bem a fortaleza  que é o homem da região da Caatinga, e sua resiliência diante das intempéries da natureza. No caso, o que estamos ressaltando aqui, não é um sertanejo, mas uma sertaneja. Natural de Carnaíba, Maria Rosa Mendes Fernandes acaba de completar 103 anos. Lúcida – e com boas memórias – ela  antecipou a festa da Páscoa e comemorou no Recife o seu décimo terceiro aniversário. E o fez em grande estilo, com presença de familiares e amigos, muitos destes sertanejos, e que hoje residem na capital.

Carnaíba fica no Sertão do Pajeú, a 417 quilômetros do Recife. Apesar do avanço da idade, ela se divide entre Carnaíba e a capital pernambucana, ficando na casa da filha Zeli, que reside na Torre. onde preferiu festejar o transcurso dos 103, com direito a bolo confeitado, decorado com rosas e muito carinho de todos que foram visitá-la. A farmacêutica e escritora Fátima Brasileiro foi uma delas. Iríamos juntas ao teatro, para assistirmos “Capiba, pelas ruas eu vou”.

Mas Fátima, que também é sertaneja , preferiu deixar o espetáculo para outra oportunidade. “Não é todo dia que se completa 103 anos”, diz  autora do poético livro “Memórias afetivas“, em que relembra a infância e adolescência vivenciados no Sertão. Ela e Maria Rosa foram vizinhas em Carnaíba. A família de Fátima morou em Afogados de Ingazeira, cidade vizinha a Carnaíba.  Nesta, os Brasileiros também residiram em um casarão com a entrada em arcos,  que pertenceu ao avô de Fátima.

Com o falecimento do patriarca, o casarão foi dividido em três, um das quais ficou com Maria Rosa. Em 2017 estivemos lá, em Carnaíba. É que estávamos no Sertão para a noite de autógrafos do livro de Fátima, em Afogados de Ingazeira, cidade vizinha a Carnaíba.  Fomos na casa de Dona Rosa, que nos  brindou com doces, sucos de frutas regionais e cafezinho, como mandam as regras hospitaleiras do Sertão. Então, o Feliz Páscoa do #OxeRecife vai para Maria Rosa e para todos os leitores, jovens ou centenários. Durante muitos anos, ela foi tabeliã, titular do Cartório de Registro Civil de Carnaíba, ao tempo em que cuidava da família. Hoje, ela divide-se entre Carnaíba e o Recife, e se diverte com a atenção e o carinho dos três filhos – Maria José (Zeli), Antônio Carlos e Jesus (Jesuzinho) –   dos seis netos, e dos três bisnetos.

Leia também
Trajes juninos na “família” de Francisca
A “família” de Francisca está pronta para o réveillon
As roupinhas e máscaras coloridas da família Francisca
Memórias afetivas de Fátima Brasileiro
Memórias afetivas, “praia do sertão”, rendas, bilros e primeiro amor
Carnaíba e o centenário de José Dantas
É sempre tempo de reisado no Sertão
O bode dançarino do Sertão
O elefante do “sáfari” sertanejo
Moda contra a patrulha estética
Lampião e o cangaço fashion e social
Temática da Caatinga  vira coleção fashion 

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Álbum de família

Posts Relacionados

1 Comments

  • Obrigada, Letícia.
    Seu texto sempre excelente, nos levou a um passeio pelas ruas de Carnaíba.
    Pela vizinhança no tempo de criança.
    Zeli foi minha colega no Grupo Escolar João Gomes dos Reis e Dona Maria Rosa, uma amiga da família, que lembra até hoje das histórias do meu avô Manoel José.
    Uma grande satisfação participar da festa dela e principalmente de continuarmos com o laço de tantos anos.
    Laço que construímos também nós, a partir do “Memórias Afetivas”, meu filho do coração.
    E que na sua generosidade, você divulga e elogia.
    Abraços, amiga querida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.