São Paulo “repatria” 104 para o Recife

Um grupo de ilustres “cidadãos” desembarca no início da tarde, no Aeroporto dos Guararapes. São 48 pássaros com ocorrência no Nordeste, que foram apreendidos em operações contra o tráfico de animais silvestres. Eles estavam em São Paulo, onde seriam ilegalmente comercializados. E chegam às 13h30m dessa terça-feira ao Recife, em voo da Gol.

As aves foram tratadas no Centro de Triagem da Divisão de Fauna (Depave), da Prefeitura de São Paulo, após serem apreendidas em operações da PM paulista naquele Estado. Após o desembarque, os animais serão levados para o Cetas Tangara, da Cprh, que fica no bairro da Guabiraba, no Recife.  Ali, como exige o protocolo, passam por um período de observação e readaptação.

Depois (Viva!) serão reintroduzidos à natureza. Vejam a lista dos bichinhos que estavam condenados ao absurdo cativeiro, sem que tenham cometido nenhum “crime”: 26 galos de campina, 15 coleirinhos baianos (papa-capim), oito corrupiões, 5 golinhos (patativas), um papagaio-verdadeiro e um periquito da caatinga. Este é o segundo repatriamento de aves que a Cprh recebe de São Paulo. No primeiro, em janeiro deste ano, o Cetas também acolheu 56 aves igualmente vítimas do tráfico, todas devolvidas à natureza aproximadamente um mês depois da chegada, em áreas de soltura do Estado.

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação / Cprh

Continue lendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.