Rua da Palma está de roupa nova

Uma das vias mais degradadas do centro, a Rua da Palma está de roupa nova. Ela acaba de ser requalificada pela Prefeitura. Ganhou mais espaço para pedestres, com ampliação de mil metros quadrados para percursos a pé. A via, que fica no bairro de Santo Antônio, é a segunda beneficiada pelo Projeto Ruas da Vida, desenvolvido pela atua gestão. A primeira foi a histórica Rua do Bom Jesus, que fica no bairro do Recife Antigo.

“Antigamente, 60% da área da rua era destinada aos carros e agora é o contrário: 60% é para os pedestres”, afirma o Prefeito João Campos (PSB), que esteve hoje no local. “Aqui é um centro importante para o comércio da cidade e a gente fez tudo isso conversando com os lojistas, ouvindo opinião, agora temos uma rua adequada para as pessoas poderem andar, comercializar, com segurança, valorizando o pedestre”. A intervenção está beneficiando 1.700 pedestres que passam na via todos os dias, mais pessoas do que as que estão nos carros, que são cerca de 190 diariamente.

O projeto da Rua da Palma foi desenvolvido em parceria com a NACTO-GDCI, por meio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária, instituições de referência mundial em mobilidade urbana.  Para receber o novo desenho de via, a Rua da Palma passou por um recapeamento, ganhou sinalização do urbanismo tático, alargamento de as calçadas.  Além disso, a via recebeu mobiliário urbano que auxilia na mobilidade e acesso aos comércios locais. Com a iniciativa, foi reduzida a quantidade de estacionamentos.

Pedestres já começaram a aproveitar a nova face da Rua da Palma, antes uma das mais degradadas do centro do Recife.

Quanto mais ruas do centro destinadas aos pedestres, melhor. Mas isso não é tudo. É preciso humanizá-las, evitando que possam sucumbir à aridez do asfalto, para que não fiquem como as Ruas Nova (Santo Antônio) e Imperatriz (Boa Vista), que vêm afugentando os clientes e levando muitas lojas à falência. Precisam de plantas, jardins, sombra O prefeito visitou o local em companhia do Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDl-Recife), Fred Leal. “Acho muito importante porque nós conversamos com os lojistas, todos eles aplaudiram a ideia, estamos devolvendo a cidade para as pessoas possam andar. Que seja o primeiro passo para uma longa intervenção que se faça aqui. Esse local aqui é o maior centro de móveis e eletrodomésticos da cidade do Recife, todas as grandes lojas estão aqui”, comenta Leal.

A Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global (BIGRS) trabalha com as principais organizações mundiais de segurança viária para implementar atividades de segurança no trânsito e coordenar com atores governamentais e não governamentais do país. A BIGRS enfatiza a busca por resultados e o uso de mecanismos de monitoramento e avaliação de alta qualidade para avaliar continuamente o progresso.  Cidadania a pé é bom, e eu gosto. Provavelmente, quando recomeçarem os passeios a pé – Olha! Recife, Caminhadas Domingueiras, Bora Preservar – muita coisa terá mudado no Centro. Vamos torcer que seja para melhor. Para mais informações, visite: https://www.bloomberg.org/program/public-health/road-safety/ (em inglês).

Leia também
Rua Velha de cara nova. E as outras?
Rua do Bom Jesus só para pedestres
A Rua do Bom Jesus pode ser um bulevar igual ao da Rio Branco?
Projeto da Rua da Aurora não contempla o lado da Boa Vista
De olho nas luminárias da Bom jesus
Calçadas largas na Rua Gervásio Pires
Recife Emergência Climática: Rua da Imperatriz
Em dois anos, lojas fechadas aumentam 140 por cento na Imperatriz
Imperatriz tem  15 lojas fechadas
Imperatriz tem 26 lojas fechadas
Que saudade da Rua Nova
A Rua Nova pelos olhos de Clarissa Garcia
Centro: As palafitas do asfalto
Sessão Recife Nostalgia: Viana Leal
#RecifeEmergênciaClimática (11): Rua Nova
#RecifeEmergênciaClimática (9): Rua da Imperatriz
Ponte da Boa Vista ganha abraço
Vamos salvar o centro do Recife?
RecifeEmergênciaClimática (8) 

#RecifeEmergênciaClimática (6)
Teatro do Parque ganha livro
Histórica, Praça Maciel Pinheiro vive a decadência e o abandono
Caindo sobrado onde nasceu Joaquim Nabuco
Depois do Teatro do Parque, que tal lutar pela restauração do antigo Hotel do Parque?
Bora Preservar: “Tour” no Hotel Central
Solidariedade: SOS Hotel Central

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Rodolfo Loperte / Divulgação/PCR

Continue lendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.