Recife: Cerimônia de Queima da Lapinha dá início à temporada de festejos carnavalescos

 Recife: Cerimônia de Queima da Lapinha  dá início à temporada de festejos carnavalescos

Compartilhe nas redes sociais…

Sábado, 6 de janeiro, é Dia de Reis. A data encerra o Ciclo Natalino, e dá início à temporada de pré-carnaval. No Recife, ainda ocorre a tradição já esquecida em outras capitais, que é a Queima da Lapinha, quando as palhas da manjedoura dos presépios é queimada, momento em que as pessoas confessam seus desejos e pedem que sejam realizados. A cerimônia oficial ocorre no Pátio de São Pedro, no Bairro de São José, com início previsto para o final da tarde, prolongando-se até à noite. O ritual abre alas para os preparativos e festejos de Momo. Por esse motivo, as pastoras deixam a cena e entram as integrantes de blocos líricos.

Ou seja, o ritual começa com jornadas natalinas e termina com frevo de bloco. A concentração  dos pastoris começa partir das 16h30, no Pátio do Livramento. De lá, o cortejo azul e encarnado seguirá pela Avenida Nossa Senhora do Carmo e Dantas Barreto até o Pátio de São Pedro, onde a Lapinha será queimada. O evento vai reunir 15 pastoris, além de três orquestras, bloco lírico, grupos de dança e passistas para consagrar ao fogo os desejos e expectativas para 2024, que chega prometendo um Carnaval para ficar na história da cidade.

Pastoras de todas as idades invadem no sábado (6/1) o Pátio de São Pedro para a tradicional “Queima da Lapinha”

Participarão do cortejo os pastoris Estrela Brilhante, Tia Nininha 3ª Idade, Menino Jesus Vovó Bibia, Luz do Amanhecer, Sereias Teimosas, Giselly Andrade, Tia Marisa, Estrela Guia do Cabo, Vovó Alzira, Viver a Vida 3ª Idade, Estrela do Mar, Estrela Dourada, Campinas Alegres, Estrelas do Recife e Angel de Brasília Teimosa. Além das orquestras: Brasileira do Recife, Mendes e sua Orquestra, 19 de Fevereiro. Abrindo alas para o Carnaval, a celebração vai terminar ao som dos clarins de Momo, com a participação do patrimônio vivo do Recife Bloco Pierrot de São José, além da Inclusão Cia de Dança e do Bloco das Flores.

Trazida pelos jesuítas nos idos do século 19, a tradição tem seu simbolismo relacionado à manjedoura onde nasceu o Menino Jesus e ao dia em que ele foi visitado pelos três Reis Magos. Feita de folhagens secas e incensos, a Lapinha é queimada para consagrar ao fogo esperanças e desejos para o ano que se inicia. Antes da queima, o público é convidado a escrever pedidos em pequenos pedacinhos de papel, que são colocados na Lapinha para espalhar nos novos ventos de 2024 os melhores votos e auspícios recifenses. No Recife, há outra cerimônia de queima da Lapinha, não oficial, na Várzea. O #OxeRecife informa daqui a pouco, em outra postagem, horário, atrações.

Leia também
Ciclo Natalino: Encenações de O Baile do Menino Deus vão até terça-feira, 26 de dezembro
Primeira noite  do “Baile do Menino Deus” frustra público devido à chuva
O Baile do Menino Deus e 40 apresentações de folguedos populares movimentam a cidade
Paço do Frevo tem cantatas 15 e 16 de dezembro
A mágica Nova Sinfonia de Beethoven em três concertos no Recife
Auto de Natal do Doutores da Alegria tem cinco apresentações em hospitais públicos
Olha! Recife entra em clima natalino
Aria Social tem espetáculo natalino no domingo
Não deixe de conferir a Programação do Natal que ilumina
Ciclo natalino: Vão-se pastoris, reisados, bois de natal e chegam as orquestras de frevo
Pastoras percorrem centro do Recife em cortejo e fazem queima da Lapinha. Agora é… carnaval
Inéditas “véias” de pastoril, cortejo de pastoras e queima da Lapinha no bairro da Várzea
Cultura popular ganha as ruas do Recife com folguedos natalinos e Baile do Menino Deus
TrenóBus oferta passeios  gratuitos
Ciclo natalino: reisados, pastoris, bois de natal invadem a cidade
Orquestra Sinfônica faz concerto na Igreja da Madre de Deus: programação natalina
Queima da Lapinha sem público e sem carnaval devido à pandemia
Pastoris virtuais começam no sábado
Proibidas festas de Natal e réveillon
Árvore de Natal fica na Av Agamenon
Shopping Patteo inaugura decoração natalina com cheiro adocicado
Natal de milhõe$ nos shopping centers
Tacaruna investe R$ 1,9 milhão na esperança: “O Natal está de volta”
Movimento Pró-Criança lança campanha Anjos do Natal
Decoração natalina do Recife perdeu para outras capitais do Nordeste
Pastoris fazem  a festa no Recife
Pastoril é sonho de infância e razão de viver de Dona Lourdes
Queima da Lapinha no Dia de Reis
Pastoril e frevo na Queima da Lapinha
Pastoris fazem cortejo
Pilar: Projeto Ação prepara festa natalina
Decoração natalina perdeu para outras capitais do Nordeste
Dupla inseparável: Xaveco e Carmem
Grande encontro de véios de pastoril
Bandeira do Divino no Santa Isabel
Véio Mangaba vira palhaço insone
Período natalino mas com forrobodó
Chuveiros natalinos em Boa Viagem
Capibaribe tem remada das luzes
Natal é luz. Mas no Recife…
Olha! Recife: Natal no rio e no asfalto
Cantata natalina no Recife Antigo
Eu Amo o Natal: inscrições abertas
Ganhe um réveillon de graça com orquestra e tudo
Saiu o resultado do Eu Amo o Natal
Atenção, brincantes do Ciclo Natalino
Queima da Lapinha é domingo. Vamos?
Um Natal por um Recife mais feliz
Natal para sempre no Santana
Natal Cultural, Baile do Menino Deus e Natal para Sempre
Natal Cultural com Beatles e Cordel
As lembranças do Natal em fotos
Luzes da Cidade no Olha! Recife
Que tal dar artesanato de Natal?
Presentes de Natal baratinhos
Garotada que faz bonito no Natal
Feliz Natal, Recife
Véio Mangaba no Santa Isabel
Cantada com frevo de bloco na Várzea
Fábrica de brinquedos do Noel Festa de arromba na Vila 7
Roteiro natalino em BRT iluminado
Olha! Recife no BRT Cais do Sertão
É sempre tempo de reisado no Sertão

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Marcos Pastich / Divulgação /PCR / 

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.