Quase parando, comércio do Centro do Recife ganha injeção de ânimo: circulação de trios de forró

 Quase parando, comércio do Centro do Recife ganha injeção de ânimo: circulação de trios de forró

Compartilhe nas redes sociais…

Para movimentar o decantado comércio do Recife, a Prefeitura decidiu convocar trios de forró e pé-de-serra para circular por áreas estratégicas do Centro, como a Praça Dom Vital (no bairro de São José) e a da Independência, também conhecida como Pracinha do Diário (em Santo Antônio). A estratégia entrou em execução nessa sexta-feira (9/6) e também estará nas ruas no sábado (10/6), quando o movimento é grande nas ruas, por conta das compras do Dia dos Namorados (comemorado em 12 de junho).

A promoção também se estenderá para os dias 22 e 23 de junho, véspera do São João. As “Blitz do São João” são mais uma ação da “Rota do Comércio”, projeto co-realizado entre a CDL Recife e Prefeitura do Recife, por meio do Programa Recentro, com o apoio das secretarias de Turismo e Lazer e de Cultura do município. Os grupos que desfilarão pelas vias do cento são: os trios pé de serra Raizes do Pinho, Impossíveis do Forró que se  apresentam nesta sexta-feira. Mexe Mexe – O Original e o Trio Palha Fina animarão as ruas do centro, no sábado(10). As atrações dos dias 22 e 23 ainda não foram anunciadas. Em julho do ano passado, o Recentro e o CDL também lançaram mão de conjuntos regionais para atrair compradores.

Na hora de comprar o presente do Dia dos Namorados, todo cuidado é pouco: variação de preços chega a 190 por cento

“Ao ouvir a sanfona, o triângulo e a zabumba tocando, nos remetemos aquele clima junino, que esperamos ansiosamente todos os anos. Para que as festas de São João sejam sucesso, normalmente há a necessidade de comprar um enfeite para o cabelo, um item para decoração das casas, um vestido ou a camisa xadrez para curtir as festas juninas. E no Centro as pessoas podem encontrar esses produtos, ajudam a dinamizar a economia da região”, explica Ana Paula Vilaça, gestora do  Recentro, como é chamado o Gabinete criado pelo Prefeito João Campos (PSB) para cuidar da revitalização dos bairros do Centro, principalmente Santo Antônio, São José e Recife Antigo.

E na hora de comprar o presente de sua cara metade, para o Dia dos Namorados, fique atento aos preços. É que o Procon Recife realizou pesquisa de preços em 15 estabelecimentos da Capital, incluindo no centro, e descobriu diferença de preços de até 190 por cento de diferença nos valores. Foram investigados 58 itens, como smartphones, smartwatches (relógios de pulso inteligentes), fones de ouvido, perfumes, flores, aparelhos de barbear e depilar, secadores e modeladores de cabelos, entre outros. A consulta foi realizada nos dias 5 e 6 deste mê.  O levantamento completo pode ser consultado no site do Procon Recife: https://procon.recife.pe.gov.br/. Por exemplo, a pesquisa aponta barbeador de uma determinada fabricante sendo comercializado por preços que variam de  R$69,90 a R$199,00, uma diferença de 184,69%; uma escova alisadora de R$ 99,00 a R$ 259,00, um acréscimo de 161,62%, e um modelador de cabelo de R$189,00 a R$ 439,00, uma variação de 132,28%. O consumidor pode registrar sua reclamação ou denúncia pelo Whatsapp do Procon Recife, pelo número (81) 3355 3286, ou pelo site procon.recife.pe.gov.br. Outra alternativa é realizar denúncias por email denunciaproconrecife@recife.pe.gov.br.

Leia também
Recentro usa forró para animar São José
Viva Guararapes: poluição sonora espalha decibéis além da conta
Vandalismo na calçada da ponte Duarte Coelho para retirada de cobre. Cadê o recentro?
Recentro é criado para cuidar do degradado centro do Recife. Agora vai?
Viva Guararapes faz última edição de 2022
Viva Guararapes faz festa no domingo mas recentro precisa mesmo é cuidar do centro
Viva a guararapes faz a última edição de 2022
Recentro faz sexta edição do Viva a Guararapes, mas avenida permanece ao Deus Dará
Festa: Avenida Guararapes rediviva? 
Ainda sem mudanças a apresentar Recentro faz a festa na Guararapes
Vandalismo da Ponte Duarte Coelho para retirada de cobre. Cadê o Recentro?
Recentro usa forró para animar São José
Recentro: Pátio de São Pedro tem segurança
Centro do Recife requer mais do que só festa
 Imperatriz tem 15 lojas fechadas
Imperatriz tem 26 lojas fechadas
Em dois anos, lojas fechadas aumentam 140 por cento na Imperatriz
Esvaziado e degradado, quase deserto, centro lança duas campanhas para atrair consumidores
Frente parlamentar pelo centro do Recife
O centro do recife não é mais esse chiqueiro
Moradora pede fiscalização no centro
Praça Maciel Pinheiro vai de mal a pior

Vandalismo:
Vandalismo da Ponte Duarte Coelho para retirada de cobre. Cadê o Recentro?
Nem o mastro da bandeira, em frente a um prédio militar, escapa da ação dos bandidos
Maracatu, escultura em bronze de Abelardo da Hora, também é pilhado
Mais uma estátua roubada no centro do Recife: o mascate sumiu da Dantas Barreto
Centro volta a ser pilhado no Recife
Mais uma ponte pilhada no Recife. Agora é a Maurício de Nassau
Placa em homenagem a vítima da ditadura volta à Ponte da Torre: “herói”
Atenção, Grupo Tortura Nunca Mais: Sumiu a homenagem a Cândido Pinto
Ponte Velha: caso do sumiço das luminárias já está na Ouvidoria
Pilhagem mal explicada na Ponte Velha
Cadê os lampiões da Ponte Velha?
Ponte Velha: População  reclama do “vandalismo oficial”
Ponte da Boa Vista volta a ser pilhada
Três pontes em obras. E a da da Boa Vista?
Ponte da Boa Vista pede socorro
Ponte da Boa Vista ganha abraço
Ponte da Boa Vista ganha reparos
Ponte do Limoeiro sofre mudança de gosto duvidoso
Ponte da Boa Vista tem trechos no breu
Ponte da Boa Vista ganha reparos
Ponte do Limoeiro sofre mudança de gosto duvidoso
Decadência no Cais do Imperador
Pronto projeto de recuperação do Parque das Esculturas  no Marco Zero
Pátio de São Pedro está sendo pilhado
Que horror, Pátio de São Pedro
Decadência no Cais do Imperador
Pronto projeto para recuperação do Parque de Esculturas no Marco Zero
Torre de Cristal sai do breu, mas peças ainda estão sem reposição
Que breu é esse na Torre de Cristal?
Torre de Cristal não pode apagar: Trevas onde devia haver luzes
Depois de pilhado à exaustão, Parque das Esculturas terá segurança 24 horas
O drama do Parque de Esculturas: Proteger o patrimônio não é caro
Instituto Oficina Francisco Brennand: O Recife não merece tamanho desrespeito
Parque das Esculturas pilhado. Cadê a serpente que estava aqui?
Parque das Esculturas e indignação: “Esse post é um pedido de socorro”
Marginais roubam tudo, de escultura de uma tonelada a trator. Punição…
Arte monumental & natureza generosa
Outra obra de Francisco Brennand sofre degradação no Centro. Veja qual é

Novas luminárias viraram alvo de marginais. Estão sumindo do centro
Ponte do Limoeiro sofre mudança de gosto duvidoso
Comunidade que a volta do Caranguejo da Aurora
Cais José Estelita e as luminárias que restam. Será que esta paisagem vai mudar?
Ilumina Recife  sacrifica luminárias tradicionais e descaracterizam cidade
Linda à noite, Ponte Duarte Coelho sofre atentado estético durante o dia
Vamos salvar o centro do Recife?Praça Maciel Pinheiro vai de mal a pior
Histórica, Praça Maciel Pinheiro vive a decadência e o abandono
Praça Maciel Pinheiro: falta grama e sobra lixo
Praça Maciel Pinheiro pede socorro
Pobre Recife.Será que isso vai mudar?
Recife longe dos objetivos de desenvolvimento sustentável
Novo vandalismo no Circuito da Poesia
Decadência na Praça da Independência
Pronto projeto para recuperação do Parque de Esculturas
O drama do Parque de Esculturas
Instituto Oficina Francisco Brennand: O Recife não merece tamanho desrespeito
Parque das Esculturas pilhado. Cadê a serpente que estava aqui?
Parque das Esculturas e indignação: “Esse post é um pedido de socorro”
Marginais roubam tudo, de escultura de uma tonelada a trator. Punição..
A voz do eleitor: Que prefeito respeite mais o Recife e o recifense
Que breu é esse na Torre de Cristal?
Torre de Cristal não pode apagar: Trevas onde devia haver luzes
Torre de Cristal sai do breu, mas peças roubadas ainda estão sem reposição
Mural sobre Restauração Pernambucana precisa de reparos
Estátua de Ariano no chão
Uma “pérola” na comunidade do Pilar
Fórum Arte Cidade movimenta o Recife
Monumento ao maracatu pilhado
Os remendos nas pedras portuguesas
Vandalismo dá prejuízo de R$ 2 milhões
Cine Glória: Art-Noveau e decadência
Cine Glória agora é Lin-Lin
Pátio de São Pedro está sendo pilhado
Que horror: Pátio de São Pedro fica sem lampiões até depois de julho
Cadê os lampiões da Ponte Velha?
Ponte da Boa Vista ganha abraço
Ponte da Boa Vista pede socorro
Ponte da Boa Vista: efetuada reposição mas faltam reparos
Bonde vira peça de museu e trilhos somem do Recife sem memória
Recife da paisagem mutilada
A cidade que precisamos
Hamburgo e Recife: semelhanças

Aos 483, o Recife é lindo? Veja fotos
Com Hans, entre o barroco e o rococó
De olho nas luminárias da Bom Jesus

Art Déco: Miami ou Recife?
Passeio do estilo colonial ao moderno bossanovista
Vamos salvar o centro do Recife
Caminhadas Domingueiras: Mergulho no estilo neocolonial no Recife

Você está feliz com o Recife?
O índice de felicidade urbana do Recife
Viva 2018, Recife
O Recife que queremos, em 2019
Recife, cidade parque em 2037
Recife se prepara para os 500 anos
Uma cidade boa para todo mundo
Recife, mangue e aldeões guaiás
Livro mostra o Recife que se esconde
Nota dez para o Recife que te quero ver
Hans Von Manteuffel dedica fotopoema ao Recife
Recife virado que te quero ver
Art Déco: Miami ou Recife?
Vamos salvar o Centro do Recife?
O centro do Recife não é mais um chiqueiro
Decadência no Cais do Imperador
Decadência na Praça da Independência
Centro do Recife precisa de mais vida

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Recentro / Divulgação / Acervo #OxeRecife e Procon Recife

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.