Projeto Invasão movimenta periferias do Recife e lança single de MC Louco e Matheus Perverso

Vem aí mais um fruto do Projeto Invasão que, mesmo sem patrocínios nem recursos oficiais, vem mudando a vida de jovens periferia, transformando-os em DJs, MCs, ajudando-os inclusive a achar trabalho na área musical, seja nos palcos, em estúdios, na produção. Uma ação que fica de olho em garotos e garotas em situação de vulnerabilidade, e que conseguem descobrir um novo caminho, através de gêneros musicais que fazem a festa entre a meninada dos altos e que fazem sucesso, também, no asfalto.

No domingo, 21 de abril, a partir das 15h, os artistas MC Louco e Matheus Perverso lançam em todas as plataformas digitais do Projeto Invasão, o single “Oportunidade”. Os garotos são do Recife, mas a música é uma colaboração musical que surgiu em São Paulo, mas que virou um videoclipe com cenas gravadas no paradisíaco Arquipélago de Fernando de Noronha, que fica em Pernambuco, a 540 quilômetros do Recife. “Oportunidade”  tem a ver com o público que gosta de funk, trap e música urbana.

A composição é uma parceria entre MC Louco e Matheus Perverso, do Recife, com áudio gravado em Cangaíba, Zona Leste de São Paulo. Conta, ainda, com participação de DJ Smoke e de Bronks, conhecido como “Torto”, da Série Sintonia, da Netflix. A letra da música é interessante: aborda a influência e a transformação que o funk operou em suas vidas, destacando oportunidades que surgiram em meio a tantas dificuldades.

“A música teve um impacto positivo grande em minha vida, pois foi um catalisador de mudança e crescimento pessoal”, diz Matheus Perverso. “Estar espalhando minha arte em lugares que nunca imaginei é uma grande conquista para mim”, diz MC Louco, que nunca imaginou que conheceria a ilha que lhe lembrou um paraíso. O clipe é o quarto do Projeto Invasão, que pretende fazer um total de oito.

Leia também
Ensaio do Tumaraca em Água Fria e MCs no Centro
A vez do “Recife brega funk”
Forrobodó, Viva Garanhuns, Festa Literária: a agenda movimentada de Josildo Sá
Josildo Sá, Leopoldo Nóbrega, Galo da Paz: ligações artísticas e afetivas com Tacaratu
Josildo Sá movimenta o Poço das Artes, no Poço da Panela, na noite dessa sexta-feira
Pátio de São Pedro: Dia de sextar com Josildo Sá
Forrozeiro bom e no samba de latada, Josildo Sá levanta a poeira no Tacaruna
Josildo Sá canta em todos os ritmos
Josildo Sá e Silvério Pessoa, o encontro do carnavial com a caatinga
Renata Rosa comemora os 20 anos do álbum “Zunido da Mata”
Lula Queiroga apresenta Capibaribum na Caixa Cultural
Cantautor no Teatro Santa Isabel com o show “Linhagens – Zeh Rocha 50 anos”
Zeh Rocha é homenageado na próxima edição do Sarau Boa Vista, no Largo de Santa Cruz
Casa de Dulcineia tem encontro “Vem cantar” com microfone aberto e Zeh Rocha como convidado
Pabllo Moreno faz show gratuito no Teatro do Parque
Conheça a cantora Dora Martins, 17 anos que lança seu primeiro álbum
Pabllo Moreno e a Gestação da Terra
Pabllo Moreno, do baião ao blues
oite promete: Cantores Almério e Martins no Teatro Guararapes
Martins brilha no rio sob o sol
Almério, Claudionor, Nonô, Nena Queiroga e Caboclinhos
Almério desempenha na Bahia
Desempenha, Almério, você vai longe
Almério e Silvério no Marco Zero
Almério é um absurdo
Música: Martins brilha no rio sob o sol
Arthur Philipe trocou a carreira camerística pela música popular
Geraldo Maia no Teatro do Parque
O Pirata José, de Bia e Alceu
Cesta de música: MPB,blacke lgbtqi+
Auto da Compadecida vira ópera
Música no Palácio atrai bikes e andantes
Maestro Spok é homenageado
Pernambucano divide palco com tabla de ZakirHuassain em Los Angeles
Diva Menner no Baião de Dois
Blues Jeans: Negro em cada canto mostra presença afro nas Américas
Capiba, gênio da música, ganha espetáculo em oito ritmos
Geraldo Maia canta Chico Buarque no Poço das Artes
Geraldo Maia canta e encanta no Poço das Artes
Geraldo Maia comemora aniversário : Pavão Misterioso e Lamento sertanejo
Poço das Artes: Geraldo Maia canta o Nordeste e Portugal
Os 60 anos de Geraldo Maia no Poço da Panela: “A minha história sou eu”
Geraldo Maia: voz e violão no Poço
Poço das Artes: Noel Rosa por Walmir Chagas esgota reservas e tem sessão extra no domingo
Geraldo Maia canta e encanta
“Tapioca com Shark” no Poço das Artes
Poço das Artes: jazz, mpb, música portuguesa
Orquestra Pernambucana de Clarinetes anima Poço
Blues no Poço da Panela
Contracantos e contraventos no Poço
Chorinho e jazz “nordestino” no Poço
Maísa e dois rodrigos: álgebra musical
Alceu Valença com sabor de vinho: La Belle  de Jour
Biografia de Alceu Valença mostra 50 anos de estrada 
Valencianas: Ingressos esgotados
Isadora Melo e Gonzaga Leal: “Insones intempestivos no Café Liberal”
Uana Mahin: “sou preta, negra e fera”
“Capiba pelas ruas eu vou” terá 14 apresentações em três teatros do Recife

Texto: Letícia Lins /  #OxeRecife
Foto: Divulgação 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.