Programa fortalece agricultura familiar e ajuda a combater fome de população carente em PE

 Programa fortalece agricultura familiar e ajuda a combater fome de população carente em PE

Compartilhe nas redes sociais…

Certíssima a Governadora Raquel Lyra (PSDB). De uma só vez, mata dois coelhos com uma cajadada só. É que ela acaba de assinar edital para o Programa Estadual de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar. É que o PEAFF destina R$ 17,4 milhões para cooperativas e associações da agricultura familiar, o que permitirá que essas entidades comercializem seus produto ao governo estadual, que fará a compra direta dos itens e os destinará para doação a famílias em situação de insegurança alimentar.

Antes disso, ela já tinha tomado outra iniciativa que reforça a vida de pequenos produtores rurais. É que são os que vivem da agricultura familiar que  respondem atualmente pelo abastecimento da cozinha do Palácio do Campo das Princesas. Segundo o governo estadual é a primeira vez que isso acontece. Ou seja, se fortalece a agricultura familiar ao mesmo passo que se combate a fome. “Estamos apoiando o agricultor para que ele possa viver do seu próprio sustento. E não só isso, nós entregamos essas comidas para associações que têm atendimento às pessoas em alta vulnerabilidade social. Quem planta no campo deve ser respeitado e as pessoas precisam ter a garantia de que vão comer. Esse é o nosso grande intuito”, ressaltou a governadora Raquel Lyra durante o evento em que fez entregas de como 170 títulos de propriedade.

Após consumir produtos da agricultura familiar no Palácio, Raquel lança edital com apoio a pequeno produtor

As cerimônias ocorreram na Escola Professor Adauto Carvalho, município de Serra Talhada, a 418 quilômetros do Recife e a mais importante cidade do Sertão do Pajeú. As entidades que podem se credenciar para o programa são Cooperativas e/ou Associações da Agricultura Familiar que tenham Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), que são Pessoas Jurídicas e/ou que tenham Cadastro Nacional da Agricultura Familiar (CAF). Os 184 municípios pernambucanos serão contemplados com a distribuição de 131 mil kits contendo gêneros alimentícios, como batata doce, macaxeira in natura ou a vácuo, inhame, laranja, melão e ovos. Esses kits beneficiarão organizações sociais e assistenciais que atendem famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional.

“Esse é um programa que olha para o agricultor comprando os seus produtos e colocando na mesa de quem mais precisa”, disse a prefeita de Serra Talhada e presidente da Amupe, Márcia Conrado. “O PEAAF coloca a mão de ajuda no trabalhador e mata a fome de quem está passando dificuldade”, registrou o deputado estadual Doriel Barros, que iniciou a sua vida como trabalhador rural e , depois, como liderança sindical. As organizações da agricultura familiar interessadas em participar deverão acessar o site da Secretaria de Administração (SAD) para visualização e acesso ao edital, no endereço eletrônico www.peintegrado.pe.gov.br, onde será informada a data da sessão presencial para apresentação dos documentos de habilitação e proposta.

Antes disso, ela já tinha tomado outra iniciativa que reforça a vida de pequenos produtores rurais. É que são os que vivem da agricultura familiar que  respondem atualmente pelo abastecimento da cozinha do Palácio do Campo das Princesas. Segundo o governo estadual é a primeira vez que isso acontece.  O Programa Estadual de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PEAAF) foi instituído por meio da Lei Nº 16.888 de 03 de junho de 2020 e dispõe a sobre a compra institucional de alimentos da agricultura familiar, de produtos da bacia leiteira e da economia solidária no Estado de Pernambuco. O programa fortalece tanto o setor da agricultura familiar e da economia solidária quanto auxilia a segurança alimentar para as pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Leia também
Pela primeira vez, agricultura familiar é quem abastece a cozinha do Palácio do Campo das Princesas
Último dia para conferir produtos saudáveis na 1ª Feira Integrada de Produtos da Agricultura Familiar
Começa hoje a primeira edição da Feira Integrada de Produtos da Agricultura Familiar
Armazém do Campo: Feira da Reforma Agrária vai acontecer todos os sábados no Centro do Recife
Mais alimentos saudáveis na mesa do pernambucano: 121 feiras orgânicas
Pernambuco tem o maior movimentos de feiras orgânicas do Nordeste
Faça a feira sem veneno
Com tantos venenos liberados no Brasil, cuidado com o que você come
O Brasil está virando o rei do veneno
Fome, tortura, veneno e maniqueísmo
Agricultura, veneno e genocídio
A fome no Brasil é uma mentira

A fome no Brasil é uma mentira?
A mentira da fome e a realidade no lixão do Sertão que comoveu o Brasil
 Casa Forte: Atrapalho em feira orgânica
Para tocar o coração das pessoas
Casa Forte sem feira paralela
Reforço para pequenos produtores
Hortas orgânicas crescem nas escolas
Refazenda lança Coleção Cor de Agrião em feirade produtos orgânicos
Festivas, feirinhas estão de volta
Culinária sustentável: Iguarias com casca de banana
No Dia Mundial da Terra vamos falar em hortas urbanas?

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos:  SDA- Acervo #OxeRecife/ Miva Filho / Secom PE

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.