Prefeitura dá mais poderes ao Recentro para tentar recuperar movimento na Rua da Imperatriz

 Prefeitura dá mais poderes ao Recentro para tentar recuperar movimento na Rua da Imperatriz

Compartilhe nas redes sociais…

Vamos ver se funciona. Porque até agora, o Recentro  faz muito barulho mas não mostra resultado. Bairros como os de São José, Santo Antônio e Boa Vista permanecem precisando de um carinho maior dos nossos governantes e, principalmente, do Gabinete criado para revitalizar a área central da cidade que sofre não só com o esvaziamento mas também com atentados  estéticos, que impedem que recifenses e turistas percebam pérolas arquitetônicas como a da foto acima.

Infelizmente,  até o momento é o que se vê é muita degradação em locais como as tradicionais ruas desses bairros, praças e outros logradouros públicos como os Pátios de São Pedro e do Carmo. Mas o Prefeito João Campos (PSB) criou hoje uma ferramenta que pode melhorar a situação, atrair investimentos. É que ele sancionou alteração na Lei do Recentro que amplia o plano de incentivos fiscais para trecho do bairro da Boa Vista, -Setor de Preservação Rigorosa (SPR-01) – da Zona Especial de Preservação do Patrimônio Histórico-Cultural (ZEPH-08). Ele acredita que, com a iniciativa, ruas centrais possam ser revitalizadas, como é o caso da Imperatriz.

Na Rua da Imperatriz, não existe sobrado bonito que resista a atentados estéticos como esses da foto

Com a lei, fica maior “o número de atividades econômicas beneficiadas como instituições de ensino superior (na modalidade presencial), escritórios de arquitetura e advocacia, entre outros”, informa a Prefeitura. “Permanecem no rol de beneficiados, os bairros do Recife, São José e Santo Antônio”. A iniciativa foi divulgada hoje.”A gente está com um time de primeira, com representantes da Rua da Imperatriz, da Câmara de Vereadores e com a secretária Ana Paula Vilaça”, afirma o Prefeito, referindo-se à responsável pelo Recentro. E informa que a medida traz benefícios para a Rua da Imperatriz, que fica no bairro da Boa Vista. E que  está quase fechando, pois há 40 lojas com placas de vende-se ou aluga-se, segundo levantamento realizado nesta semana pelo #OxeRecife. A Imperatriz tem bonitos sobrados, padaria com mais de 130 anos de história;  igreja secular (Matriz da Boa Vista, edificada entre os séculos 18 e 19); sobrado onde  nasceu o abolicionista JoaquimNabuco. E é vizinha a uma praça histórica (Maciel Pinheiro), porém sua paisagem  é desoladora e cada dia mais inóspita. E está com tudo caindo aos pedaços.

É preciso que haja não só incentivos fiscais, como trato, renovação, paisagismo. E que a Prefeitura evite os constantes atentados estéticos no centro. Além disso, todos os comerciantes descaracterizam o andar  térreo das bonitas construções, sem que as autoridades tomem nenhuma providência. E a Imperatriz é o melhor exemplo disso. O  projeto de Lei 57/2023 que altera a lei municipal Lei Municipal nº 18.869, de 09 de dezembro de 2021 (que instituiu o Recentro), foi aprovado pelos vereadores em 11 de dezembro. Ele abrange plano de incentivos fiscais para atividades econômicas, moradias para fins de interesse social, construções ou intervenções destinadas à recuperação, renovação, reparo ou manutenção de imóveis situados no sítio histórico dos Bairros do Recife, Santo Antônio e São José, além de adicionar localidades do bairro da Boa Vista, como a ruas da Imperatriz, Praça Maciel Pinheiro (que felizmente entrou em reforma), Pátio de Santa Cruz entre outros.

A Rua da Imperatriz, no bairro da Boa Vista, é o retrato do esvaziamento e decadência do centro da cidade

Uma das principais alterações é que a partir de agora quem fizer melhorias, reparos, construção, recuperação, total ou parcial nos imóveis nesses locais pode ser contemplado com a redução de 60% e 100% do IPTU, já a partir da expedição do Alvará de Serviço sem Reforma emitido pela Secretaria de Política Urbana e Licenciamento (SEPUL). A versão anterior, estabelecia que só após a conclusão das obras e de posse das licenças e certidões exigidas é que o proprietário poderia solicitar o benefício de redução do IPTU, que agora pode ser de 60%, pelo prazo de 3 (três) anos, no caso de realização de obras de reparo e manutenção; e de 100%, pelo prazo de 10 anos, para a realização de obras de construção, de recuperação total, de recuperação parcial ou de renovação. As duas modalidades são referentes a imóveis residenciais ou não.

Leia também
Cadê a revitalização do Centro do Recife? Quando não é calçada quebrada é esgoto estourado
Em dois anos, lojas fechadas aumentam 140 por cento na Rua da Imperatriz
 Imperatriz tem 15 lojas fechadas
Imperatriz tem 26 lojas fechadas
Em dois anos, lojas fechadas aumentam 140 por cento na Imperatriz
Abandonada durante uma década, Praça Maciel Pinheiro entra em reforma
Livro mostra o que o Recife que se esconde
Recentro
Viva Guararapes faz festa no centro mas Recentro precisa mesmo é cuidar do Centro
Quase parando, comércio do centro ganhainjeção de ânimo: circulação de trios de forró
Recentro usa forró para animar São José
Viva Guararapes: poluição sonora espalha decibéis além da conta
Vandalismo na calçada da ponte Duarte Coelho para retirada de cobre. Cadê o recentro?
Recentro é criado para cuidar do degradado centro do Recife. Agora vai?
Viva Guararapes faz última edição de 2022
Viva Guararapes faz festa no domingo mas recentro precisa mesmo é cuidar do centro
Viva a guararapes faz a última edição de 2022
Recentro faz sexta edição do Viva a Guararapes, mas avenida permanece ao Deus Dará
Festa: Avenida Guararapes rediviva? 
Ainda sem mudanças a apresentar Recentro faz a festa na Guararapes
Vandalismo na Ponte Duarte Coelho para retirada de cobre. Cadê o Recentro?
Recentro usa forró para animar São José
Recentro: Pátio de São Pedro tem segurança
Centro do Recife requer mais do que só festa
Esvaziado e degradado, quase deserto, centro lança duas campanhas para atrair consumidores
Frente parlamentar pelo centro do Recife
O centro do recife não é mais esse chiqueiro
Moradora pede fiscalização no centro
Praça Maciel Pinheiro vai de mal a pior

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação

 

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife e Francisco de Barros Silva (Acervo #OxeRecife)

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.