Pista de Skate do Santana só em 2019

Com entrega ao público inicialmente prevista para setembro de 2018 e orçada em R$ 474 mil 832, a nova pista de skate do Parque de Santana só ficará pronta em 2019. E sua conclusão exigirá a “celebração de um termo aditivo” segundo informa a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Recife, responsável pela obra. O valor do aditivo ainda não foi informado. Por solicitação do #OxeRecife, a Seturel informa o motivo pelo qual a obra atrasou: “devido a uma antiga estrutura de concreto que, ao contrário do que foi previsto originalmente, não pôde ser aproveitada”. Explica ainda a nota que “foi necessário um replanejamento para contemplar a demolição da antiga estrutura, com a implantação do novo concreto”.

Na verdade, a obra chegou a parar algumas vezes. Como ando sempre ali, também observei quantidade mínima de operários trabalhando nos últimos dois meses. Um dos funcionários me informou que o motivo da quase paralisação era atraso no repasse de recursos, por parte da Prefeitura. Em maio, a demolição da pista de skate  provocou uma série de protestos. A obra chegou a ser acusada de “desperdício de dinheiro público”, gerou denúncia junto ao Ministério Público de Pernambuco e até um vídeo foi divulgado nas redes sociais, pedindo que “não deixem morrer a única pista de surf skate do Nordeste”.  As postagens sobre o assunto, aqui no #OxeRecife renderam acusações e trocas de desaforos entre os que eram a favor da manutenção da pista antiga (de curvas mais suaves) e os skatistas que preferiam uma outra nova (para manobras mais radicais).

Adeptos do surf skate lamentam a demolição da pista antiga do Parque de Santana,: “era a única do gênero em Pernambuco”.

Na época, adultos ouvidos pelo Blog, no entanto, informaram preferir que a pista fosse mantida, por ser a única do gênero em Pernambuco. E defendiam a construção de uma outra no próprio Santana ou em outro parque,  onde houvesse um bom espaço para sua implantação. “A pista de Skate do Santana era muito frequentada, principalmente pelos adeptos do surf skate. Por ter ondulações e curvas suaves, atraía crianças, idosos e adultos”, me disse hoje Thiago Costa Lima, servidor público federal e há cinco praticando skate naquela naquela área. “Trazia mulher e dois filhos, com o novo modelo, com certeza, eles não virão”.

Lembra que a pista vivia cheia não só aos finais de semana, como todas as tardes. “Por que resolveram destruir uma pista que funcionava? Porque não destruíram a do Parque da Macaxeira, que é tão ruim, que ninguém usa?”, indaga Thiago. “A destruição foi um absurdo”, reforça. A Prefeitura informa, no entanto, que a nova pista “visa atender a demanda antiga dos usuários do equipamento, que não havia sido construída seguindo critérios técnicos adequados”. E justifica a demolição da anterior, afirmando que só “40 por cento de sua área era aproveitável” e que a nova servirá a skatistas profissionais. E também a famílias que já frequentavam o Parque e “poderão continuar utilizando o equipamento”. Será?

Leia também:
Desperdício de dinheiro público e rebu no Parque de Santana, Zona Norte do Recife 
Nova pista de skate: quem é a favor?
Parque Santana: polêmica sem fim
“Destruir pista de skate é ignorância”
Apelo em vídeo e no MP: “não deixem morrer a única pista de surf skate”

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Arquivo/ #OxeRecife

Continue lendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.