Parque Estadual de Dois Irmãos tem área gramada para piqueniques: Polo Encontro das Capivaras

Dia de sexta-feira, fim de semana chegando, vamos pensar em coisas boas? Que tal curtir mais uma área de lazer para quem gosta de respirar o ar puro proporcionado pela natureza? Pois ela fica em local bem conhecido. É que animais como hipopótamos, araras, tucanos, quatis, preguiças e macacos não são as únicas atrações para o público que acorre ao Parque Estadual de Dois Irmãos, no interior do qual fica o zoológico mais tradicional do estado. É que o PEDI inaugurou uma área bem verdinha, gramada, que vem sendo disputada para piqueniques (foto acima). Ela fica à margem do Açude do Meio,  e se chama  Polo Encontro das Capivaras. No domingo passado, logo após o PEDI abrir as portas, já tinha gente curtindo o gramado e a paisagem, no maior clima de toalha no chão, com cestinha de guloseimas para temperar as conversas.

Programa mais bucólico… impossível. E bom, também, para esticar e descansar as pernas, depois de alguma das trilhas oferecidas no local para os mais aventureiros. O nome do espaço se deve ao animal que é considerado o maior roedor da fauna brasileira, e que costuma frequentar locais às margens de rios, riachos, lagos. O PEDI sedia uma unidade de Mata Atlântica de 1158,51 hectares que representa uma raridade urbana, em se tratando de uma cidade como o Recife, sempre cobiçada pela especulação imobiliária. Fazendo trilhas, os indivíduos têm a chance de se exercitar, aliviar o estresse e se conectar profundamente com o ambiente natural ao seu redor, respirando ar puro, ouvindo o canto dos pássaros, aspirando os aromas da natureza. A experiência de ouvir o som relaxante dos pássaros, da água  e das árvores desperta uma conexão especial e nos lembra da importância de conservar a natureza ao nosso redor. Além disso, essa vivência promove a consciência ambiental, permitindo que os visitantes aprendam sobre os impactos de suas ações no meio ambiente e incentivando a responsabilidade ambiental, o turismo sustentável e o cuidado com o planeta.

A Trilha Caminho do Prata  mostra um dos trechos mais bonitos do PEDI, mas  histórico chalé está em ruínas (ver links)

Como caminhante que sou, já fiz três trilhas no PEDI: a Caminho do Prata, a do Visqueiro e a Zoo Assombrado. Esta é noturna, mas eventual, e quando acontece, faz o maior sucesso. Porém não está na programação atual. No momento, as trilhas disponíveis são cinco. E, para quem gosta de caminhar muito, até parecem bem curtinhas, pois nenhuma delas tem mais de um quilômetro. E mil metros não são nada, não é?  São elas:

Trilha Caminho do Prata: com cerca de 600 metros de distância (ida), é perfeita para todas as idades e possui um percurso tranquilo e acessível.
Trilha do Bosque das Lianas: é indicada para todas as idades, com aproximadamente 716 metros de extensão.
Trilha do Visgueiro: com cerca 400 metros, essa trilha também é adequada para todas as idades. Durante a caminhada, os visitantes podem desfrutar da sombra fresca e da beleza do local.
Trilha da Macaxeira: é uma opção desafiadora. Com 1500 metros de extensão, essa trilha intermediária oferece um contato intenso com a natureza e é recomendada para maiores de 12 anos.
Trilha Chapéu do Sol: com 980 metros de extensão e classificada como difícil, a Trilha Chapéu do Sol oferece uma vista panorâmica do topo. No entanto, devido aos desafios que apresenta, essa trilha não é indicada para pessoas com problemas respiratórios, cardíacos ou mobilidade reduzida.

Leia também
Ursa  parada Úrsula viaja e zoológico recebe animais da fauna nativa
Parque Estadual de Dois Irmãos passa por mudança e é alvo de concessão
Zoológico recebe novos animais e muda de perfil
Parque Dois Irmãos triplica de tamanho
O refúgio das preguiças perdidas 
O estrago do bambu na Mata Atlântica
Veja a flora do Sertão em Dois Irmãos
Urso Zé Colmeia morre com dificuldades respiratórias. Covid?
Morre de câncer leão que teve as garras arrancadas
Catetos tentam casamento no Recife
Leão idoso do Zoo está com câncer
Leão do zoológico está com dois tumores mas coração é bom
Morre de câncer leão que teve as garras arrancadas
Com câncer, rara piton albina recebe cuidados paliativos no Parque Estadual de Dois Irmãos
Dia do Leão tem programação especial
Feliz 2021 também para os animais

Bichos amargam solidão na pandemia e mudam comportamento no Zoológico
Dia do Bloco do Hipopótamo
Jujuba vira remédio para macacos
Jaguatirica resgatada na Zona Norte
Jaguatirica que apareceu ferida já voltou à natureza
Assombrações no Zoo
Mata Atlântica ganha viveiro para produção de 100.000 mudas
O estrago do bambu na Mata Atlântica
Bebê órfão arranja mãe adotiva no Parque Estadual de Dois Irmãos
Licitação para reforma do Chalé do Prata será ainda em 2021
Pouco resta do lindo Chalé do Prata
Chalé do Prata começa a desabar
Casarão do Açude do Prata perto da restauração 
Vai sair a reforma do Chalé do Prata
Guariba Koda completa um ano e começa a se socializar com outros parentes no PEDI
Mães humanas de guariba, harpia e tamanduás mirins ganham homenagens
Jujuba vira remédio para macacos
Assombrações no Zoo
Conhecendo a Mata Atlântica
Mata Atlântica ganha viveiro para produção de 100.000 mudas
O estrago do bambu na Mata Atlântica
Trabalho de parto: cesariana para sagui
Descarga elétrica desorienta sagui
Sérgio: Seis horas para salvar sagui
Jujuba vira remédio para os macacos
Hidroterapia, eletroterapia, laser e ultrassom para recuperar preguiça que caiu
Jacarés do papo-amarelo retornam à natureza no Açude do Parque Estadual de Dois Irmãos
Bichos amargam solidão na pandemia e mudam comportamento no zoológico
Refúgio das preguiças perdidas
Capivaras de volta às margens do Capibaribe: Saiba mais sobre o maior roedor do Brasil

Serviço
Parque Estadual de Dois Irmãos
Endereço: Praça Farias Neves, S/N, Dois Irmãos
Dias de funcionamento: terça-feira a domingo
Horários: 9h às 16h
Ingressos: R$5 (inteira) e R$2,50 (meia)

Trilhas:
Quando: De terça a sábado, sob demanda.  É necessário formar um grupo de  no mínimo dez e no máximo 20 pessoas. Cada participante paga R$ 5 por trilha, mas é preciso, antes, pagar o ingresso de R$ 2,50 ou R$ 5 na entrada do PEDI.

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Continue lendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.