Parem de derrubar árvores (407): Quarenta plantas de grande porte são vítimas de arboricídio

 Parem de derrubar árvores (407): Quarenta plantas de grande porte são vítimas de arboricídio

Compartilhe nas redes sociais…

Mais um arboricídio em série no Recife. Nada menos de 40 árvores foram suprimidas em uma Unidade de Conservação da Natureza, a Rio Jordão, que fica no Bairro da Imbiribeira, Zona Sul da cidade. Entre as vítimas da motosserra insana, encontram-se: mata-fome (“Pithecellobium dulce”); mangue-branco (“Laguncularia racemosa”) e coração-de-nêgo ou castanhola (“Terminalia catappa“).

De acordo com o Decreto Municipal 30.324/17, que regulamenta a Lei Municipal 18.221 de 2016, em seu artigo 7º, consideram-se infrações ambientais contra a flora: I – erradicar árvores, nativas ou exóticas, sem autorização. A pena é uma multa que vai de R$ 500 a R$ 10 mil para cada indivíduo erradicado. A população pode ajudar a denunciar esse tipo de prática, por meio do telefone 0800 720 4444 e falar diretamente com o setor de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife.

Cerca de 40 árvores de grande porte foram vítimas de arboricídio na UCN Rio Jordão, na Imbiribeira

A derrubada de árvores na UCN, foi flagrada na semana passada, por fiscais da Brigada Ambiental da Prefeitura do Recife. Mas não foi só na UCN. No bairro do Jiquiá, foi descoberta destruição de vegetação de mangue. No caso, quatro pessoas foram conduzidas à delegacia após serem flagradas por fiscais da Secretaria Executiva de Controle Urbano (Secon) suprimindo vegetação  em manguezal no bairro do Jiquiá, na Zona Oeste.

A lei municipal 16.243/1996 prevê, em seu artigo 75, que são áreas de preservação permanente “as florestas e demais formas de vegetação natural situadas (…) ao longo dos rios ou de qualquer outro curso d´água, assim como suas nascentes”.  Já de acordo com o artigo 78, “são proibidas, nessas áreas (…) obras de terraplenagem de qualquer espécie, mesmo para abertura de caminhos, estradas ou construção de canais”. As penas previstas na lei vão de advertência por escrito a multas entre R$ 50 mil e R$ 250 mil. Os responsáveis pelas áreas de aterro no Rio Moxotó não foram localizados.

Ou seja, crime ambiental lá e lô. “A Prefeitura tem intensificado ações do tipo por vários motivos. Primeiramente pela importância da manutenção da vegetação nativa e toda a diversidade que ela representa. Segundo pelo fato de que essas áreas se destinariam a construções irregulares.. E também pelo fato de que ocupações em cursos d´água representam sérios problemas na drenagem da cidade, principalmente na época das chuvas”, explica a Secretária Executiva de Controle Urbano, Marta Lima. Esperamos que essas ações se intensifiquem e que a Prefeitura também tenha zelo maior pelo patrimônio verde de ruas, avenidas e praças do Recife, cujas árvores constantemente sofrem podas exageradas e cortes que levam as plantas à morte.

Abaixo, você confere outras matanças de árvores em série no Recife

Leia também
Parem de derrubar árvores (27)
Parem de derrubar árvores (41)
Parem de derrubar árvores (44)
Parem de derrubar árvores (85)
Parem de derrubar árvores  (100)
Parem de derrubar árvores (130)
Parem de derrubar árvores (137)
Parem de derrubar árvores (146)
Parem de derrubar árvores (148)
Parem de derrubar árvores (162)
Parem de derrubar árvores (164)
Parem de derrubar árvores (165)
Parem de derrubar  árvores(200) Degola no Poço  da Panela
Parem de derrubar árvores (231)
Parem de derrubar árvores (237) Quarteirão pelado na Madalena
Parem de derrubar árvores (244)
Parem de derrubar árvores (260): Treze degolas no Museu do Estado
Parem de derrubar ávores (314)
Parem de derrubar árvores (324)
Parem de derrubar árvores (319) Degola grande em Casa Amarela
Parem de derrubar árvores (353):No Parque Estadual de Dois Irmãos
Parem de derrubar árvores (307) Arboricídios em série acaba com esse verde na Zona Norte
Parem de derrubar árvores (378)
Parem de derrubar árvores (359 e 391)
Parem de derrubar árvores (402). Morador denuncia arboricídio em Boa Viagem
Parem de derrubar árvores: Arboricídio em massa no Parque dos Graças
Parem de derru

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação / PCR

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.