Parem de derrubar árvores (406): Palmeiras imperiais assassinadas, o antes e o depois

 Parem de derrubar árvores (406): Palmeiras imperiais assassinadas, o antes e o depois

Compartilhe nas redes sociais…

Atenta à bagaceira que acontece na nossa cidade, quando o assunto é preservação do patrimônio verde, leitora do #OxeRecife denuncia a degola de cinco palmeiras imperiais adultas no bairro da Madalena, onde ela tem presenciado a constante ação da motosserra insana não só em áreas públicas como também nas privadas, como é o caso em questão.

No mesmo bairro, a nossa campanha #paremdederrubarárvores já presenciou degola de árvores em calçadas de um quarteirão inteiro, praticada por um estabelecimento comercial, sem que ninguém tenha tomado conhecimento de algum tipo de punição. Nas fotos acima (separadas por uma linha vermelha), o leitor pode perceber como era antes a paisagem, com palmeiras altíssimas. E ver como ficou, após a degola, que contou com equipamento pesado como o observado na foto abaixo. O arboricídio foi na Rua Real da Torre, naquela bifurcação atrás do Mercado da Madalena.

Máquinas pesadas praticam arboricídio na Madalena: cinco palmeiras foram degoladas sem dó.

Imponente, uma palmeira imperial pode atingir até 45 metros de altura, o equivalente a 15 andares de um edifício. E dura muito tempo, sem risco de desabar, pois pode completar 120 anos mesmo diante de interferências feitas no ambiente pelo homem. Porém pode tombar quando é atacada por algum tipo de praga ou completa seu ciclo de vida. Com o caule oco ou bichado, ele pode cair. Na Praça onde resido, uma palmeira imperial morreu, ficou longos anos sem ser removida, até que o caule torou-se ao meio, ficando preso na copa das árvores do local. E aí a Emlurb veio com máquinas e removeu  o que sobrou da planta. Mas enquanto esteve viva, como as da foto, ele suportou chuvas, ventos e tempestades sem colocar a vida de ninguém em risco. Uma palmeira leva muito tempo para crescer, o que significa que vai demorar um longo tempo até que um novo indivíduo atinja a maturidade e desempenhe o papel de vítimas como as da Madalena. É que uma palmeira imperial cresce entre 80 centímetros e um metro por ano.

De acordo com o Decreto Municipal 30.324/17, que regulamenta a Lei Municipal 18.221 de 2016, em seu artigo 7º, consideram-se infrações ambientais contra a flora: I – erradicar árvores, nativas ou exóticas, sem autorização. A pena é uma multa que vai de R$ 500 a R$ 10 mil para cada indivíduo erradicado. A população pode ajudar a denunciar esse tipo de prática, por meio do telefone 0800 720 4444 e falar diretamente com o setor de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife.

Com esse registro, o #OxeRecife está computando a soma de 980 perdas verdes no Recife, a maior parte provocada por arboricídios impunes. O quíntuplo arboricídio já foi comunicado à Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife. “A denúncia foi protocolada nº 1218/2023, inserida no roteiro de fiscalização, aguardar resultado de vistoria”. Nos links seguintes, perdas registradas nos bairros da Madalena e Torre. Confira.  E olhem só um flagrante da destruição, no vídeo abaixo:

Leia também
Parem de derrubar árvores (401)
Parem de derrubar árvores 374
Parem de derrubar árvores (272)
Parem de derrubar árvores (13)
Parem de derrubar árvores (44)
Parem de derrubar árvores (50)
Parem de derrubar árvores (154)
Parem de derrubar árvores (162)
Parem de derrubar árvores (46)
Parem de derrubar árvores (295)
Parem de derrubar árvores (13)
Parem de derrubar árvores (44)
Parem de derrubar árvores (50)
Parem de derrubar árvores (154)

Parem de derrubar árvores (336)
Parem de derrubar árvores (312)
Parem de derrubar árvores (307)
Parem de derrubar árvores (238). Golpe de misericórdia na Madalena
Parem de derrubar árvores (237). Quarteirão “pelado” na Madalena
Parem de derrubar árvores. A vingança da natureza
Parem de derrubar árvores (284)
Parem de derrubar árvores (281)
Parem de derrubar árvores (252)
Parem de derrubar árvores (46)
Parem de derrubar árvores (52)
Parem de derrubar árvores (67)
Parem de derrubar árvores (154) 
Parem de derrubar árvores (156)
Parem de derrubar  árvores (188)
Parem de derrubar árvores (197)
Parem de derrubar árvores (206)

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos enviadas por moradores da Madalena / Vídeo: Antônio Gomes Neto

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.