“Os Barba” com “Mulher de Bigode”

 “Os Barba” com “Mulher de Bigode”

Compartilhe nas redes sociais…

Teve um tempo que era o Guaiamum Treloso o melhor bloco a desfilar no Poço da Panela. Quando seus organizadores decidiram transformá-lo em festa rural, privada e lucrativa, ficou um vácuo naquele bucólico bairro do Recife. Mas isso é coisa do passado.

Carnaval é festa popular, espontânea e, no Recife, ele brota naturalmente. Pois no sábado o Poço da Panela esteve maravilhoso, sob o comando de OS Barba e do Mulher de Bigode. Fizeram um carnaval sadio, animado, só com música pernambucana. Parecia Olinda antigamente. Festa linda! Vejam o vídeo com o Hino do Mulher de Bigode.

https://www.youtube.com/watch?v=lLoRqVZ9pfY

Como a história se repete, pois muitos blocos, troças, clubes de frevo  aparecem a partir de outras – por mera inspiração ou dissidência – Mulher de Bigode surgiu como uma brincadeira, para dar resposta aos Barba, que no começo era formado por um grupo de rapazes – hoje jovens senhores – que moravam naquele bairro.

A festa entrou pelo início da noite, mas aí as ruas do Poço começaram a ficar intransitáveis, porque não parava de chegar gente. Foi quando me desloquei para a Praça de Casa Forte, para acompanhar o Pisando na Jaca, que é uma espécie de dissidência do Turma da Jaqueira Segurando o Talo. O Segurando o Talo tem mais de 30 anos e como cresceu muito, aderiu aos trios elétricos. O Pisando na Jaca sai com orquestra no chão, como a grande maioria dos blocos que circulam no Poço da Panela e Casa Forte. A prática, claro, é muito mais compatível com a estrutura daqueles locais da Zona Norte.

Leia também:
Mulher de Bigode movimenta o Poço
Mulher de Bigode no Poço da Panela
Praça renovada no Poço da Panela
La Ursa Secreta no Poço da Panela
Chorinho movimenta Poço da Panela
“Poço” do Poço, chorinho e bandolim

Texto, foto e vídeo: Letícia Lins/ #OxeRecife

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.