Não parem de plantar árvores

 Não parem de plantar árvores

Compartilhe nas redes sociais…

Não custa nada fazer o  registro de reposição de árvores que foram erradicadas das ruas do Recife. E é assim que tem que ser. Nesta semana, em minha caminhada diária e matinal, encontrei dois exemplos raros de plantio nos alegretes que pertenceram a vítimas do arboricídio.

A primeira reposição foi frente da Escola Peralta (foto acima), quase na esquina com a Estrada do Arraial onde uma árvore, belíssima, foi eliminada pela motosserra insana. Passou um tempão com o lugar vazio. Mas… pelo menos não para sempre. A segunda vi na Rua Amélia,  à altura do número 452, no no bairro das Graças, onde a quantidade de cortes é e-nor-me.  E no qual muitas das árvores erradicadas não foram substituídas.

Como o plantio é raro de acontecer, não custa nada registrar. O Recife precisa repor seu verde. Pois a perda foi grande, durante os oito anos da gestão socialista do Prefeito Geraldo Júlio. Só nos dois primeiros anos de sua administração, cerca de 5 mil árvores já haviam sido eliminadas de ruas, jardins e parques do Recife, conforme fui informada à época, pela própria autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb).

Imaginem, então, as perda ao longo de oito anos. Um número que, desde então a prefeitura evita divulgar. Deve ser porque não é pequeno. Em várias ocasiões – audiência pública na Câmara Municipal, seminários, etc – o número de cortes foi solicitado inclusive pelo #OxeRecife. Porém a informação virou uma caixa preta. Infelizmente. E sem ela, fica difícil fazer o balanço do que foi perdido e do que foi compensado.

Leia também:
Exemplos de amor ao verde no Recife
Exemplo de como preservar o verde
Bom exemplo de amor ao verde
O Recife tem quantas árvores?
Parem de derrubar árvores
População acusa arboricídio no Recife
Quatro mil árvores eliminadas no Recife
MST: Da ocupação de terras ao plantio de 100 milhões de árvores
Cepan: 2 milhões de árvores plantadas
Por um milhão de árvores na Amazônia
Movida planta 1 milhão de árvores

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.