Não houve o estardalhaço midiático do Recife, mas “nevou” em Vitória de Santo Antão

 Não houve o estardalhaço midiático do Recife, mas “nevou” em Vitória de Santo Antão

Compartilhe nas redes sociais…

De retorno à rotina administrativa, João Campos (PSB) já voltou a ter a cor normal dos seus cabelos, que foram descoloridos no carnaval. É que dias antes da festa, ele tinha prometido fazer “nevar” na cidade, mas a “neve” limitou-se à cabeça do próprio Prefeito do Recife, que depois atribuiu a cabeleira branca a uma “homenagem à periferia”, já que a moda tomou conta de funkeiros e dos morros do Recife. Mas na cidade de Vitória de Santo Antão “nevou” mesmo, apesar de nenhuma autoridade ter feito estardalhaço prévio sobre o assunto.

E como a “neve” jorrou. Pelo menos foi o que vi durante o desfile de carros alegóricos, na terça-feira de carnaval, em uma das principais vias da cidade, a Avenida Aloísio Xavier. O município fica  a 41 quilômetros do Recife, e lá estive a convite do Prefeito Paulo Roberto (PMDB), para ver a homenagem prestada ao meu pai, Osman Lins. E´ que se vivo  ele estivesse completaria um centenário em 2024. Por esse motivo, havia um carro alegórico (do Clube Leão) em referência ao autor de “Lisbela e o Prisioneiro”, “Avalovara”, “O Fiel e a Pedra” e tantos outras obras. Também foi convidada a Professora Elizabeth Hazin, uma das maiores especialistas na obra de Osman e com vários livros publicados sobre o escritor.

A professora e escritora Elizabeth Hazim, o Prefeito Paulo Roberto (que fez “nevar”) e a escriba do #OxeRecife (foto Cláudia Vicente)

Paulo Roberto é entusiasta da obra do escritor nascido em Vitória,  e possui uma universidade com o nome dele, a Facol (a antiga Faculdade Osman Lins). Agremiações carnavalescas à parte (falarei delas ainda aqui no #OxeRecife), o que me chamou atenção também foi a “neve” caindo em abundância no meio da rua, enquanto uma turma se esbaldava ao som do brega funk tocado em uma residência, durante o desfile de carros alegóricos, esta um atração do carnaval vitoriense desde a minha infância. A “nevasca” foi patrocinada pela Prefeitura, como forma de dar mais brilho ao cortejo de orquestras, blocos líricos e alegorias na cidade.

Havia um canhão de espuma no alto de um imóvel, que derramava cachoeiras de “neve”, o que fez a festa dos foliões. O derrame de  “neve” começou na passagem dos carros alegóricos e se prolongou até momentos após o cortejo.  Uma folia para quem estava na rua. Teve gente carregando “neve” como algodão doce, gente se deitando no chão para driblar o calor, e também houve aqueles que saíam perseguindo bolinhas de sabão que, naturalmente, se desprendiam dos “novelos” de espuma branca.

O bom, lá em Vitória, é que como o Prefeito não “nevou” a cabeleira, os puxa-sacos não nevaram as suas, como se viu no Recife. Aqui, o que houve de aliado de João Campos de cabelo “nevado” no carnaval, não deu nem para contar. Uma coisa é a leveza do Prefeito do Recife, a brincadeira de fazer “nevar” e o seu espírito midiático. A outra é tudo de quanto é puxa-saco descolorir as cabeleiras só para ficar igual, sem ter o mesmo carisma, a mesma justificativa, nem a popularidade do socialista, que ganhou foi espaço nas redes sociais com os seus cabelos  temporariamente brancos. Enquanto os demais “nevados” do Recife só fizeram se apagar ainda mais…

No vídeo abaixo, você confere a “festa” da neve em Vitória de Santo Antão, após o desfile de carros alegóricos.

Leia também
Na trilha dos holandeses, no Monte das Tabocas: batalha histórica vai ganhar novo livro
Vitória: Teatro de Osman Lins em cena
Teatro de Osman Lins em discussão
Ditadura: a dificuldade dos escritores
Santa Isabel tem Problemas Inculturais
Cartas inéditas entre Osman Lins e Hermilo chegam ao palco

Marcha Fúnebre de Osman Lins tem exibição no Arquivo Público

O mergulho  na obra de Osman Lins
O dia que esqueci que sou repórter
Só dá mulher em Lisbela e o Prisioneiro
Lisbela e o Prisioneiro está de volta
Cobogó das Artes tem curso de férias
Recife Literário com atitude 
Carnaval do Recife caiu no gosto nacional
Arrastão do frevo dá adeus ao carnaval
Mracatus rurais (ou de baque solto) fazem a festa no Marco Zero nessa terça-feira
A longa trajetória dos bois que surgiram no Natal e hoje animam o carnaval
Segunda-feira de blocos líricos e de maracatus na Noite dos Tambores Silenciosos
Carnaval de Pernambuco: Caleidoscópico e multicultural
Raquel Lyra prestigia folia dos papangus
Redivivo, Chico Science ocupa o palco do Marco Zero com recursos da Inteligência 
Carnaval está apenas começando 
Estacionamentos da Prefeitura, TRF e TRT estarão à disposição do folião
Alegoria gigante do Galo é aplaudida por milhares e balsa é novidade
Olha! Recife tem edição especial de carnaval Balsa Frevo D’ Água em clima de folia
Alegoria do Galo está linda, imponente e politicamente correta. Mas o entorno…
“Poleiro” da alegoria gigante do Galo, Ponte Duarte Coelho perde cobre para vândalos
Corrida do Galo atrai 2 mil atletas
Alegoria gigante: Galo da Paz, cheio de mensagens e significados
Começam inscrições para acesso ao camarote do Galo de pessoas com deficiência
Vistoria no percurso do Galo da Madrugada vê riscos no descalabro da fiação aérea no centro
Depois do Galo Ancestral, que tal Leopoldo Nóbrega para idealizar os carros alegóricos do bloco?
Qual o Galo mais bonito e o mais feio?
Alegoria do Galo e sustentabilidade
Galo tem 14 filhos no Brasil e no exterior
O Galo e suas alegorias
Carnaval do Recife: Grande festa,falta de transparência e os números duvidosos do Galo
Antônio Nóbrega é homenageado pela Escola de Samba Porto da Pedra na Sapucaí
Lia, a Rainha da Ciranda, será homenageada em duas escolas de samba em 2024, no RJ e em SP
Carnaval 2024 no Recife  terá dois grandes homenageados: Lia da Ciranda e Chico Science
Dançarino, Rei Momo já tentara o título seis vezes
Fim de semana tem Amantes de Glória e Aurora dos Carnavais
Alegoria gigante: Galo da paz, cheio de mensagens e significados
Vistoria no percurso do Galo da Madrugada vê riscos no descalabro da fiação aérea no centro
Claudionor Germano, 90 carnavais. Espetáculo homenageia cantor de frevos
Concurso de passistas no Pátio de São Pedro
Caboclinhos e índios no Pátio de São Pedro
Vejam quem são os melhores abre-alas da folia
De olho no carnaval, Terça Negra começa série de edições especiais no Pátio de São Pedro
Pátio de São Pedro sai do marasmo e tem encontro de blocos
Olha! Recife programa doze passeios sobre carnaval
Blocos líricos movimentam o Pátio de São Pedro. No Pina, encontro de maracatus
João Campos e Raquel Lyra fazem reunião sobre segurança no carnaval. Mas…
Carnaval com mais um dia tem inédito “Tambores pela Paz”
Veja quem são os finalistas do concurso para Rei Momo e Rainha do Carnaval 2024
Olha! Recife em ritmo de carnaval e inclui aula de frevo com os Guerreiros do Passo
Aplausos para a cirandeira Lia de Itamaracá e as quatro homenagens no carnaval do Brasil
Vistoria no percurso do Galo da Madrugada vê riscos no descalabro da fiação aérea
Carnaval 2024 do Recife terá mais um dia e 3 mil atrações, 200 a mais do que no ano passado
Aplausos para a Cirandeira Lia de Itamaracá e as quatro homenagens no carnaval do Brasil
Camarote inclusivo no desfile do Galo da Madrugada

Texto, fotos e vídeo: Letícia Lins / #OxeRecife e Cláudia Vicente/ Divulgação/ PVSA

 

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.