Moradores reclamam da sujeira da McDonald´s mais uma vez. Fiscalização?

 Moradores  reclamam da sujeira da McDonald´s mais uma vez. Fiscalização?

Compartilhe nas redes sociais…

Que é uma vergonha, é. Que é uma forma de sujar a marca, também é. Todo mundo sabe que a rede de fast food não é santa, até por conta da qualidade de alimentos ofertados, à base e frituras, gorduras, refrigerantes. Marca poderosa, com 38 mil restaurantes espalhados em 150 países, a McDonald´s está fazendo bem feio aqui em Pernambuco. Ou melhor, no Recife. Mais exatamente no bairro de Casa Forte. Hoje é o Dia da Terra e é sempre bom chamar a atenção de quem não está fazendo a coisa certa. Ainda mais uma rede como essa, famosa em todo o mundo.

É que, foi não foi, chegam ao #OxeRecife fotografias de descartes indevidos da loja localizada na Avenida Dezessete de Agosto, naquele famoso bairro da Zona Norte. São copos de papel, restos de comida, refrigerantes atirados à margem do Riacho Parnamirim, infelizmente transformado em canal que virou um esgoto a céu aberto como, aliás, todos do Recife. Isso, no entanto, não deve servir de motivo nem justificativa para que tanto pessoas físicas quanto jurídicas façam o que a McDonald´s está fazendo.

Já recebi várias denúncias sobre essa irresponsabilidade ambiental. A última havia chegado via WhatsApp, no dia 30 de março.  No dia 1 de abril chegaram novas fotos ao #OxeRecife. E nesta semana, passei na Rua  Alfredo Fernandes, e testemunhei o absurdo acusado pelos leitores. Pior, antes já recebera denúncia sobre o mesmo fato, inclusive publicada nesse espaço. E, ao que parece, nenhuma providência foi tomada. Se o lixo está ali, com todas as indicações nas embalagens, então é fácil saber quem jogou. Ou, pelo menos, a origem desse absurdo. A rede de fast food possui 1.100 pontos de venda no Brasil, entre restaurantes, quiosques e cafés. Será que todas agem desse jeito, de forma tão irresponsável do ponto de vista ambiental? Cadê os órgãos fiscalizadores? A empresa precisa, pelo menos se explicar. Se os moradores observam essa sujeira, porque as entidades públicas fecham os olhos? Cadê a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife? Cadê a Emlurb? Cadê a multa?

A McDonald´s de Casa Forte fica em uma esquina da Dezessete de Agosto com  a Alfredo Fernandes, na qual é comum observar-se essa sujeirada aí das fotos. Todas as vezes que vejo semelhante absurdo, lembro-me do hoje Senador Jarbas Vasconcelos (MDB-PE). Quando era Prefeito do Recife, ao passar à frente de um bar chamado Cristal, que ficava na Rua do Imperador, defrontou-se com uma montanha de lixo na calçada que faz esquina com a  Rua 1º de Março. O então prefeito parou o carro oficial e disse ao dono do estabelecimento que ia mandar limpar a sujeira, mas que não admitiria novo abuso.

Que o responsável pelo bar desse destino adequado ao lixo, sem deixar a calçada naquele estado. Até porque a coleta passava todo dia, na mesma hora. Bastava ser devidamente acondicionada, para ser recolhida. Porém a montanha de bagaço de cana ficava na calçada diariamente, atrapalhando até a passagem de pedestres.  No dia seguinte à limpeza feita pela Emlurb, o Prefeito passou e a sujeira estava lá de novo: uma nova montanha do mesmo descarte.  Aí ele ameaçou: o estabelecimento ia ser notificado e fechado em caso de reincidência. Nunca mais o Cristal voltou a fazer a mesma sujeira. O bar, conhecido pelo seu caldo de cana, nem sei se existe mais. Porém a história serve de exemplo até hoje.  É aquele ditado: quando o gato sai, o rato faz a festa. Quando o executivo se omite na fiscalização,  que não tem cidadania se aproveita. É na sujeira, é na poluição sonora é na depredação dos bens públicos, como é comum observar-se no Recife.

Leia também
Rede de fast food jogou lixo no Canal?
Ex-rios, canais viram esgotos e lixões
“Riacho” Parnamirim ainda tem jeito.
Ex riacho, Canal do Parnamirim não é só um esgoto a céu aberto. Virou lixão
Eraum riacho, mas leito espesso parece asfalto
Jordão, que já foi um rio, virou esgoto
Lixo retirado dos canais é 20 por cento do total coletado no Recife
O Recife precisa mesmo de Lixo Zero
Poluidor, copo plástico começa a ser banido da Prefeitura do Recife 
Recicla mais: Palha de Arroz, grande resultado com pouco investimento
Isso é um ecoponto? Cadê o Lixo Zero?
Lixo retirado de canais é 20 por cento do total coletado no Recife
Não deixe suas tralhas nas ruas. Veja onde descartá-las
Não jogue na rua. Chame o 156
Ecoponto é o retrato da qualidade da coleta seletiva de lixo no Recife
Mais um  ecoponto sujo
Que diabo de ecoponto é este?
Coleta seletiva de lixo já voltou no Recife
Descarte correto de lixo tem manual
Lixo nas Graças: entre a falta de cidadania e a omissão das autoridades
Lixo nas Graças: ninguém faz nada
A  Serra Pelada de Sinha é só riqueza
Lixo plástico vira cinema nas escolas
Canudos  achados nas praias viram óculos
Do lixo ao luxo, no Baile dos Artistas
O lixo que virou lixeira
Pet vira barreira para reter lixo em canal
O depósito de lixo da Emlurb
Ex-rios, canais viram esgotos e lixões
Catadores tiram 5 milhões de latinhas deixadas pelo carnaval em Olinda
Recife leva banho de Salvador no quesito limpeza
No volante e jogando lixo na rodovia
Apipucos sucumbe ao lixo
O Recife e os porcos urbanos
O porco bicho e o humano porco
“Jardim do Éden” no Alto do Mandu

Canais que um dia foram rios e riachos se transformam em esgotos e lixões
Era um riacho, mas leito espesso parece asfalto
Lixo: Dia de “pescaria” no Capibaribe
Poluição excessiva no Capibaribe é investigada e pode gerar multa alta
“Resíduos deixados no manguezal são como garrote na veia”
Dê destino às tampinhas plásticas
Reciclagem de plástico rende corrimão e utensílios domésticos nos morros
A Serra Pelada de Sinha é só riqueza
Alto Sustentável completa cinco anos
Culinária sustentável: Iguarias com cascas de banana, bagaço de coco
O lixo que virou lixeira

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Letícia Lins / #OxeRecife e  do leitor

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.