“Meu nome é Enéas”. Lembram dele?

O bordão ficou famoso, em 1989, quando ele disputou a Presidência da República. Tinha então, apenas quinze segundos, para sua propaganda eleitoral gratuita. Só restava se apresentar, até porque não passava então de um ilustre desconhecido.  E aí, dizia, de forma contundente: “Meu nome é Enéas”.  E esse é o título e o mote do espetáculo que movimenta o Sesc Casa Amarela, na noite dessa sexta-feira. A peça é sobre obra e a vida do Dr. Enéas Ferreira Carneiro, que depois iria se eleger deputado federal. Para os que não lembram, ele seria o deputado mais votado do país, em 2002.

Com sua votação, levou cinco correligionários  do Prona, ao Congresso Nacional. Para muitos, Enéas não passava de um representante da extrema direita. Mas de acordo com a sinopse enviada ao #OxeRecife, a peça  é um “documento histórico” sobre o homem “que sacudiu a vida da política nacional com apenas 15 segundos”.  O texto faz “homenagem aos 10 anos da morte deste homem de origem humilde, que, sem nenhum recurso, chegou a ser médico cardiologista, físico, matemático, professor em todos os níveis e dedicou seus últimos 18 anos de vida tentando salvar a nação brasileira”.

Márcio Fecher é responsável pelo roteiro e atuação em “Meu nome é Enéas”, no Sesc Casa Amarela, Zona Norte.

Mas que com seu projeto de uma “nova política nacional, perdeu quase tudo”: casamento, bens conquistados, e morreu no esquecimento. “Dr. Enéas foi o presidente que o Brasil nunca teve!”, informa a produção. É bom que a gente dê um desconto. A não ser que a peça seja uma sátira ao homem que ficou famoso com apenas  quatro palavras.  Deve haver, portanto, um pouco de exagero nessa história, não é mesmo? Em todo caso, vamos lá, conferir. A realização é da Gota Serena Produções, com roteiro e atuação de Márcio Fecher. A peça integra a programação da Semana Capiba das Artes, que movimenta o Sesc Casa Amarela, Zona Norte do Recife.

Serviço:

Meu Nome é Enéas – O último pronunciamento  (Gota Serena Produções, Recife, PE)
Onde: Teatro Capiba, Sesc Casa Amarela (Av. Norte, 1190, Mangabeira)
Duração: 55 segundos
Quando: dia 10, sexta, 20h
Quanto: R$10 (comerciários e dependentes) e R$ 20 (público em geral)

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Danilo Mota / Divulgação

Continue lendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.