Médicos trocam estetoscópios e bisturis por instrumentos musicais e fazem show no sábado

Pelo menos uma vez por mês, eles deixam de lado estetoscópios, bisturis, máscaras cirúrgicas, batas e aparelhos de última geração, com os quais submetem os pacientes a exames mais sofisticados. E “abraçam” trompete, saxofone, bateria, teclados, contrabaixo, violão, microfone. Nessa brincadeira, estão comemorando os 25 anos da Orquestra de Médicos do Recife. As bodas de prata foram completadas em 2021, porém sem grandes comemorações, devido à crise sanitária. Agora, com todo mundo com a vacinação encaminhada, os músicos doutores voltam a tocar. E a próxima apresentação acontece no próximo sábado (3/08), a partir das 16h, no Restaurante da AABB, no bairro das Graças.

A Orquestra surgiu como integrante do Programa “A Arte na Medicina às Vezes Cura, de Vez em Quando Alivia, mas Sempre Consola”, que é desenvolvido na Faculdade de Ciências Médicas de Pernambuco (UPE). A OMR leva sua música para pacientes e familiares e profissionais de saúde nas enfermarias, ambulatórios. Chega até em UTIs. “Como numa receita médica, a arte é o remédio prescrito”, lembra Paulo Barreto Campelo, um dos criadores do Programa “A Arte na Medicina…”, e um dos seus maiores entusiastas.

A Orquestra, no entanto, não se limita ao ambiente hospitalar. Também participa de eventos humanísticos, culturais, e científicos. Dela participam:  Fernando Azevedo, pediatra (voz);  José Maria Pimentel, cardiologista (trompete); Reginaldo Siqueira e Edmundo França, oftalmologistas (sax alto e sax tenor, respectivamente); Valdésio Valença Fonseca e Paulo Barreto Campelo, clínicos ( teclado, bateria e percussão); Carlos Reinaldo Marques, obstreta e ultrassom (contrabaixo). O grupo tem, ainda, o músico Cláudio Almeida (violão), como convidado. No repertório, grandes sucessos do repertório nacional e internacional.

Abaixo, você confere no vídeo quem são os integrantes da OMR. Há convite para o show e também mais informações sobre médicos e música na cidade.

Leia também
Orquestra de Médicos na Fazendinha
Médicos: Clássicos da MPB nas Graças
“Recordando os velhos carnavais”
Rolling Stones lembrados no Espinheiro
Os inumeráveis estados do ser com Gonzaga Leal
Gonzaga Leal no #ZiriguidumEmCasa
Gonzaga Leal e Isadora Melo: Insones Intempestivos
A “onça” da Bossa Nova e o acordeão da força e da esperança
Carlos Alberto Asfora: entre a diplomacia, o canto e o violão
Dupla divina: Marisa Monte e Paulinho
Aglaia Costa: passeio de rabeca entre o popular e o erudito
Nando Cordel: forró e música espiritual
Imperdível: Viva Caymmi no Recife
“Frevo e forró são como feijão e arroz, não vivo sem os dois”
Duelo de rabecas no arraial
A epifania dos pífanos
Arthur Philipe trocou a carreira camerística pela música popular
Música portuguesa com certeza
Piano, treminhão e Beto Ortiz
Repertório Junino no Música no Palácio
“Palestina” do Recife: “Cadê nosso País”
Blue Jeans: Negro em cada Canto mostra presenla afro nas Américas
Pérolas para Tom Jobim
Alquimia, jazz, blues e bandolim
Música no Palácio: frevo, baião, choro
Música no Palácio: MPB, blues, baião
Dupla divina: Marisa Monte com Paulinho
Música no Palácio tem tributo a Net King Cole

Serviço
Evento: “Venha participar desse Voo”
O que é: Apresentação da Orquestra de Médicos do Recife
Repertório: Grandes sucessos da MPB e da música internacional
Onde: Restaurante da AABB, Avenida Malaquias, 204, Graças, Recife
Quando: 03/09/2022
Horário:16h
Quanto: R$ 10 (para sócios) e R$ 15 (para não sócios da AABB)

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos e vídeo: Divulgação

Continue lendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.