Marília: “Só existem dois lados nessa eleição. Ou a pessoa está com Lula ou com Bolsonaro”

 Marília: “Só existem dois lados nessa eleição. Ou a pessoa está com Lula ou com Bolsonaro”

Compartilhe nas redes sociais…

As duas candidatas à sucessão estadual em Pernambuco – Marília Arraes (Solidariedade) e Raquel Lyra (PSDB) – aproveitaram o último final de semana  de campanha para o corpo a corpo no interior e também na capital. Favorita nas pesquisas de intenção de voto, a tucana foi mais uma vez criticada por ter ficado em cima do muro, quanto ao candidato à sucessão presidencial. Raquel declarou-se neutra. Mas nesse domingo terminou sendo bombardeada pela adversária. E também cobrada nas redes sociais.

“Só existem dois lados nessa eleição. Ou a pessoa está com Lula ou está com Bolsonaro. Eu estou com Lula. Ficar em cima do muro significa oportunismo político”, disparou a representante da Coligação Pernambuco na Veia, durante ato político no comitê central da candidata, no bairro do Derby. O evento teve a presença do Senador Humberto Costa (PT), 18 vereadores do Recife, deputados federais e estaduais, além de representantes do PT, PSOL, PC do B e Rede. Marília vem insistindo nessa tecla, tentando associar Raquel ao Presidente Jair Bolsonaro, que é muito impopular em Pernambuco.

Raquel vem sendo cobrada pela neutralidade na sucessão presidencial, mas deve ficar calada até domingo

“Marília apresenta as forças populares e  democráticas que sempre caminharam com Lula, Miguel Arraes e com o povo”, afirmou o Senador Humberto Costa (PT-PE), que no primeiro turno apoiou o candidato do PSB, Danilo Cabral. “Do outro lado está a velha oligarquia”, acrescentou o petista. Sem se referir – no entanto – ao fato do PSB (agora aliado de Marília) estar há 16 anos no poder em Pernambuco.

Já Raquel passou o final de semana em andanças pelos Sertões de Pernambuco, incluindo grandes cidades como Petrolina e Salgueiro. Adotando a posição de neutralidade – como forma de atrair eleitores de Bolsonaro e também de Lula – a tucana não foi bombardeada só por Marília. Em Petrolina, onde esteve no sábado, no meio de uma carreata, alguém colocou um adesivo com 22 (o número de Jair Bolsonaro, na manga da camiseta de Raquel).

À noite, já eram muitos os comentários nas redes sociais tipo Raquel “agora mostra de que lado está” e também em alguns blogs políticos do Recife. A foto circulou até em grupos de WhatsApp, com o adesivo circulado, ao lado de comentários. Raquel faz silêncio, mas Priscila Krause, sua vice, já informou que não vota em Lula de jeito nenhum. Então… tá. O #OxeRecife pediu à assessoria de Raquel um comentário sobre o adesivo. Mas até fechar esse post, nenhuma resposta havia chegado. No Brasil, há outros políticos disputando o segundo turno, que não assumem o voto para Presidente, incluindo Eduardo Leite (RS) e ACM Neto (BA).

Abaixo, você confere nos links mais informações sobre a campanha eleitoral em Pernambuco.

Leia também
Chamar candidata de “picolé de menstruação” é misoginia
Após morte do marido e cirurgia do filho Raquel Lyra volta às ruas
Festa para Lula vira mar vermelho no centro do Recife
Campanha esquenta em Pernambuco com denúncia de fake news
Raquel retoma campanha após missa de sétimo dia 
Expectativa, recomeço do horário eleitoral gratuito e a difícil decisão de Raquel Lyra: Lula ou Bolsonaro?
Institutos de Pesquisas falharam muito acima da chamada margem de erro
Marido de Raquel  Lyra tem ataque fulminante e morre no dia da eleição

Eleições 2022: PSB ocupa ruas com bandeiras mas caminho não será fácil
Longe dos caciques políticos, caciques indígenas fazem coletivo para disputar mandato
Com  candidato a governador em baixa, proporcionais do PSB omitem nome de Danilo
Pedestre rejeita propaganda do PSB nas ruas e é confundido como eleitor de Bolsonaro
Sem Eduardo Campos nem Miguel Arraes, PSB adota estratégia do morto carregando o vivo
Na caça ao voto, candidatos precisam aprender a separar o que é público e o que é privado
Mulheres lideram corrida sucessória
Mulheres lideram corrida sucessória para o governo e para o senado em Pernambuco
Eleições: Teatrinho em feira chega à Várzea
Eleições 2022: PSB ocupa as ruas com bandeiras mas caminho das urnas será difícil
 João Campos contraria pesquisa e é eleito com 56,27  por cento dos votos
Machismo, baixarias, cães raivosos e o exemplo das ruas no Recife
Marília cai em um dia e sobe no outro
TCU: 10.000 candidatos receberam auxílio emergência, treze em Pernambuco
Marília cai em um dia e sobe no outro
Ibope: João Campos joga pesado e reverte vantagem de Marília
Debate: Campanha do ódio
Direita pede votos para João Campos porque “Lula tem pacto com o demônio”
Campanha vira lavagem de roupa suja
PSB: Dá para acreditar? Nunca fez nada pelo Recife e quer ser prefeita
Segundo turno começa a esquentar temperatura. Debate foi só o inicio
A virada de Marília Arraes
A nova cara da Câmara Municipal
João Campos deve disputar segundo turno com a prima Marília
Eleições municipais, 2020: Pernambuco tem 1.140 fichas sujas

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Assessorias das duas canditas

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.