“Mais vida nos morros” em Iputinga

 “Mais vida nos morros” em Iputinga

Compartilhe nas redes sociais…

Um dos programas mais criativos da gestão municipal – que promove intervenções urbanas e dá nova cor aos altos do Recife – acaba de chegar à 56a  comunidade atendida. Dessa vez o Mais Vida nos Morros marca presença no bairro de Iputinga, em ação que teve início no último sábado e que deve durar por pelo menos dois meses. Iputinga não fica nos altos do Recife, mas sim à margem do Rio Capibaribe.

O início das intervenções urbanas foi marcado por mutirão, no qual os moradores arregaçaram as mangas e colocaram a mão na massa para colorir suas casas (foto acima). “O mutirão de pintura é uma das etapas mais importantes na fase de engajamento comunitário, previsto na metodologia do Mais Vida nos Morros, pois assegura a conexão entre os moradores, o senso de orgulho e pertencimento pelo lugar em que se mora. É uma forma de dizer que chegamos na comunidade”, afirma a secretária executiva interina de Inovação Urbana, Flaviana Gomes. Durante a intervenção, foram seguidos todos os protocolos de segurança sanitária.

Grafite marca o início da ação Mais Vida nos Morros em Iputinga, bairro que fica ao lado do Rio Capibaribe.

Na ocasião, houve a ação do Colorindo o Recife, programa também realizado pela Secretaria Executiva de Inovação Urbana do Recife, dando início às intervenções de arte urbana, onde o artista Eter Graffiti, a partir de conversas com os moradores, retratou elementos da natureza em um mural de aproximadamente 155 metros, situado em uma praça que ainda será batizada pela comunidade. A ação é realizada em parceria com a Akzo Nobel, através da empresa Tintas Coral.

Quem também marcou presença foram as artistas urbanas Jouse Barata e Najdaty Andrade, que coloriram juntas a estrutura de um balanço. “Hoje eu recebi um convite para conhecer essa comunidade. Como eu já faço trabalho comunitário com o Cores do Amanhã e o Cores Femininas, acredito muito nessa ideia. Colorir a cidade, colorir as comunidades é uma forma de transformar e trazer esperança para as pessoas”, afirma Jouse. A partir do momento em que você traz cores para uma pracinha, você está trazendo alegria para as crianças e para as famílias”,

No final de julho, foi realizada a primeira reunião na Rua David Nasser, que recentemente recebeu uma obra de pavimentação realizada pela Autarquia de Urbanização do Recife (URB), para apresentação das etapas do programa e escuta dos moradores. Já em agosto, duas oficinas de co-criação como o Mapeamento Afetivo e Varal dos Sonhos foram iniciadas com o objetivo de criar um planejamento para as intervenções que serão realizadas através de metodologias colaborativas onde o cidadão participa de todo o processo, da tomada de decisão sobre as intervenções urbanas na sua comunidade até a transformação final e o cuidado posterior.

O Mais Vida nos Morros foi criado em 2016, e um dos principais objetivos do programa é transformar os espaços urbanos e as pessoas “aumentando o sentimento de pertencimento e o engajamento das comunidades”. Até dezembro de 2020, o programa já havia atendido 53 comunidades de interesse social do Recife, beneficiando diretamente mais de 54 mil habitantes. O programa também conta com o apoio institucional  de vários organizações, inclusive da ONU-Habitat. Já foi premiado pelo Núcleo de Ciência pela Infância (NCPI) e foi case em um dos principais eventos do mundo sobre criança e cidade, Child in The City, que ocorreu na Bélgica.

Leia também
O arejado Programa Mais Vida nos Morros se amplia
UR-10 tem Mais Vida nos Morros
Mais Vida nos Morros: Lagoa Encantada em evento internacional
Mutirão mega no Mais Vida nos Morros
Mais Vida nos Morros ganha prêmio
CurioCidades: o Recife turístico e afetivo de 40 fotógrafos
Nova fase para o Mais Vida nos Morros
Barco, caminhada e Mais Vida Teimosa
Centro do Recife precisa de mais vida
Laboratório da Paz transforma morros
Alto Sustentável completa cinco anos
Alto José Bonifácio está mais colorido
Morros começam a ganhar hortas
Troque uma muda por uma ideia
Mais Vida nos morros do Vasco
Que tal turismo nos morros coloridos?
ONU de olho no Mais Vida nos Morros
Túlio Ponzi e o Mais Vida nos Morros
A paisagem colorida do Córrego do Jenipapo
Mais Vida nos Morros se amplia
Praça alegre colorida na Mário Melo 
A rua também é nossa
Culinária sustentável: Iguarias com cascas de banana, bagaço de coco
O lixo que virou lixeira
A democrática mais vida teimosa
Centro precisa de “Mais vida”
Sessão Recife Nostalgia: Brincadeiras de rua que estão desaparecendo

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos:  Daniel Tavares/ Divulgação /PCR

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.