“Pistas para Co-mover”: Livro sobre força de coletivos de dança é lançado no sábado, 23

A turma que lida com a arte da dança não está para brincadeira. Como se não bastassem os festivais, vários coletivos e até mesmo o Acervo Recordança – que pesquisa e cataloga todos os tipos de dança registrados em Pernambuco – dois especialistas no assunto se juntaram para escrever o livro “Pistas para Co-mover”, que será lançado no sábado (23/3), às 19h30m, no Vapor Cozinha Afetiva, que fica no bairro de Santo Amaro. Os autores são Liana Gesteira e Everton Lame, ambos pesquisadores e artistas de artes cênicas, com  peso na bagagem acadêmica e estrada pelos palcos.

E que, na publicação, mostram experiências de criação na área, sejam elas  já “partindo de um coletivo ou ainda de um propositor individual”. Os autores têm como objetivo expandir o acesso ao conhecimento sobre os mais variados processos coletivos de danças feitas no Brasil. Em “Pistas para Co-mover” os dois autores-artistas se debruçam sobre criações artísticas brasileiras e refletem sobre seus contextos, seus modos de fazer arte e suas implicações estético-políticas para o campo da dança. Eles apontam caminhos de criação que buscam valorizar as especificidades de cada corpo presente na criação, sejam os artistas, os espectadores ou os materiais cênicos utilizados, entendendo cada um deles como importantes para o acontecimento da criação.

Coletivo Lugar Comum (PE) é um dos grupos citados como de criação coletiva no livro de Everton e Liana

“A ideia do livro surgiu numa conversa entre nós dois na cozinha da minha casa, em janeiro de 2020. Somos pesquisadores e artistas das artes cênicas e temos em comum nas nossas pesquisas o interesse sobre as coletividades nas artes, seus modos de criar, suas éticas e estéticas. Buscamos sempre referências de modos de organização em coletividade que não tenham atitudes opressoras e que encontram maneiras de se relacionar mais horizontais, respeitosas entre si e acolhedoras. Somos amigos e parceiros em projetos artísticos desde 2018.”, diz Liana Gesteira.

“De lá para cá já desenvolvemos juntos o livro, residências e trabalhos conjuntos de escritas acadêmicas”, explica ela. “A palavra ‘pista’ tanto pode remeter a dica, indício, vestígio, como também faz alusão ao espaço em que podemos dançar, como uma ‘pista de dança’. E a palavra ‘co-mover’ pode ser entendida como mover junto ou como afetar alguém. Daí surgiu o nome ‘Pistas para Co-mover’, um livro que traz reflexões, provocações para os leitores moverem junto, se inquietarem e, quem sabe, dançarem coletivamente”, complementa Everton LampeO livro será lançado no Vapor Cozinha Afetiva, que atualmente fica situado na casa 210 da Rua Capitão Lima, que foi a sede do Coletivo Lugar Comum por três anos.

Além da vida acadêmica – mestrado, doutorado, atualmente ensinando em universidade em Minas Gerais –  Liana tem várias experiências de criação coletiva, com passagens no Coletivo Lugar Comum (PE), no E aí? Coletivo Artístico (PE) e Substantivo Coletivo (MG). Atua também como pesquisadora e produtora de conteúdos no Acervo RecorDança, (PE) e na revista multimídia Quarta Parede (PE) e várias publicações. Everton Lampe  nasceu em  São Paulo. “Viajante pelo mundo”, é artista em rede, colabora com diversos coletivos e artistas nas funções de educador, encenador, performer e iluminador.  É profundamente interessado em coletividades para outro mundo possível, através de práticas festivas, arte, ritual e política. Ele é doutor em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina onde também é professor colaborador. Possui formação nas áreas de teatro, e dança e público, textos na área de ativismo político, acessibilidade cultural, carnaval e cena contemporânea em Abya Yala. Suas pesquisas recentes são sobre arte zapatista, danças gordas, educação popular e acessibilidade.

O lançamento do livro contará com intérprete em libras, e o evento será aberto a todos os públicos. Após o lançamento, o livro será disponibilizado em PDF acessível, que será distribuído para instituições e pessoas com deficiência visual. Haverá, ainda, a doação de cem exemplares para instituições de ensino das artes da cena e instituições culturais do País, além da distribuição de 100 unidades para escolas da rede pública de ensino e para bibliotecas públicas de Pernambuco. A publicação foi viabilizada a partir de recursos do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura-PE).

Leia também
Festival Rosa dos Ventres prossegue neste final de semana. Veja as atrações
Dia Internacional da Mulher:Festival Rosa dos Ventres mostra suplício de Soledad Barret
Companhia de Dança Daruê Malungo leva Ogabára Obinrin ao Recife e Olinda
Festival Rosa dos Ventres ocupa Teatro Apolo e homenageia treze mulheres
Festival Rosa dos Ventres celebra protagonismo feminino
Mulheres ganham ruas e palcos na mostra teatral Rosa dos Ventres
Rosa dos Ventres no Casarão Magiluth: teatro, dança, palhaçaria
Mulheres viram atrizes ao levar peripécias da vida real para o palc
Mês da Consciência Negra: Começa a Semana Afro Daruê Malungo com doze espetáculos
Semana da Consciência Negra: Daruê Malungo coloca cultura afro em movimento
Recordança faz residência artística e depois apresentações gratuitas em Chão de Estrelas
Medusa, Musa, Mulher: Texto de Cida Pedrosa com Fabiana Pirro no palco
Marsenal: Violetas da Aurora levam palhacinhas dos brega ao Bar Teatro Mamulengo
Corpus Diversus leva à passarela 20 modelos com padrões G e etnias diversas
Recordança faz residência artística e, depois, apresentações gratuitas em Chão de Estrelas
Acervo Recordança pesquisa memória da dança em Pernambuco
Acervo RecorDança mapeia profissionais da dança com algum tipo de deficiência
Movimento Armorial: Livro, poeira sagrado e festa, os 25 anos do Grupo Grial
O frevo inclusivo de Werison
“O ser humano encantado do frevo”
Renata Tarub: dança e inclusão social
Grupo Totem faz noite de performances no Centro Luiz Freire
Artistas desafiam a segurança e fazem espetáculo noturno no Parque Treze de Maio
Sopro d´água: Que tal lembrar o dia da água assistindo um espetáculo de dança?
Coletiva Mãe Artista faz seminário sobre maternagem
Itacuruba, Cabrobó e Limoeiro ganham paisagens oníricas ao ladodo Velho Chico e do Capibaribe
Coletivo Lugar Comum transfere espetáculo “Segunda Pele” do palco para o mundo virtual
Coletivo Lugar Comum leva Cicatriz ao Teatro Hermilo Borba Filho

Corpo Ritual: Grupo Totem comemora 35 anos abrindo inscrições para oficina gratuita
Mulheres  ganham ruas e palcos com Mostra Teatral Rosa dos Ventres
Corpo Onírico junta sonho e natureza
Acervo e memória da dança em Pernambuco
O resgate do corpo ancestral
Entranhas e estranhas marcas: Dança, fêmeas, cicatrizes
Mostra de dança acaba com três espetáculos no Santa Isabel
Conceição em Nós: Dança retrata Morro
Capoeira vira patrimônio cultural e imaterial de Pernambuco
Mostra de dança tem DNA do frevo
Relacionamento abusivo vira espetáculo de dança “Eu Mulher”
Quando a dor do câncer vira dança
Dança sobre vida depois da morte
História de Brasília Teimosa vira dança
Entra apulso no palco: “Pode entrar”
Noite flamenca na terra do frevo
Quadrilhas ganham palcos
Chico Science redivivo
O homem de mola do Guerreiros do Passo
Jornada virtual, a dança da pandemia
Violetas da Aurora em movimento
Maracatu rural: as mulheres guerreiras
A única mestra de maracatu
Capiba, o gênio da música ganha espetáculo em sete ritmos
Cecília Brennand festeja mais um acerto do Aria Social com homenagem a Capiba
Capiba: Pelas ruas eu vou volta ao palco do Teatro Santa Isabel
Depois de arrebatar 75 prêmios, A Cor Púrpura faz temporada no Teatro do Parque
Mulheres viram atrizes ao levar peripécias da vida real para o palco

Serviço:
Lançamento do livro  “Pistas para Co-mover”, de Liane Gesteira e Everton Lampe

Data: 23 de março (sábado)
Horário: 19h30
Local: Vapor Cozinha Afetiva (@vaporcozinhaafetiva )
Endereço: Rua Capitão Lima, 210 – Santo Amaro – Recife
*Haverá interpretação em Libras
*O evento será gratuito e aberto ao público
*O livro custará R$ 20,00

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.