Lírio: Antiguidade, talismã e mistério

 Lírio: Antiguidade, talismã e mistério

Compartilhe nas redes sociais…

Fim de semana. Tempo de falar de coisas boas, como as flores. E eu adoro flores, árvores, tudo que é verde. No caso, os lírios, que são bem emblemáticas. Sempre os tenho, plantados em potes na calçada e na varanda. Gosto do seu perfume. Mas ao pesquisar sobre essa planta, descobri que tem o poder de proteger a pessoa contra bruxarias. No jardim, barraria malefícios. No interior da casa, transforma em boas as más vibrações. Então, fiquei gostando mais ainda dos lírios.

Dizem que eles estão entre as flores mais antigas do mundo. E que podem ser vistas, nas paredes dos palácios da Grécia Antiga, onde seu perfume era tido como mágico, chegando a ser usado em rituais. Serviria, também, para reaproximar os amantes.  Na mitologia, dizem os livros, Juno teria dado o seio a Hércules, que havia sido abandonado pela mãe. E o bebê sugou o seio de Juno com tanta força, que o leite esguichou em quantidade tão grande no ar, que teria dado origem à Via Láctea. Já os pingos que caíram no chão seriam transformado em lírios. Tem história mais bonita? Ao todo, os lírios somariam mais de cem espécies, que são muito usadas por floristas, em cerimônias como casamentos, por exemplo.

Nos meus potes de barro, eles atraem insetos – como abelhas – e também pássaros lindos, como os beija-flores. E desabrocham com lentidão e poesia. Quando meu filho Thiago era uma criança, uma vez ele colocou um banquinho junto ao pé de lírio, para testemunhar o desabrochar da flor. Mas deu sede e ele afastou-se para  pegar um copo d´água. Quando voltou, o lírio o tinha traído. Abriu, rapidamente, em sua ausência.

Criança, chorou com a frustração. Mas vi que tinha outro, em botão, já com as pétalas se afastando. Então, coloquei um banquinho ao seu lado e, juntos, assistimos ao desabrochar da flor, o que é sempre um belo espetáculo da natureza. Com o confinamento, tenho assistido ao desabrochar dos lírios. Muitas vezes,  o cacho com flores pesa tanto, que a haste arreia, no dia seguinte.

Dependendo da cor, o lírio pode ter vários significados. Veja quais são, para escolher o correto no momento de presentear alguém: laranja (admiração e fascínio); azul (beleza e segurança); amarelo (amizade); lilás (pureza e maternidade). Por fim, os brancos – como os meus – são usados desde o século 17, como símbolo de pureza e santidade. Naquela época, os lírios brancos que ornavam as estátuas da Virgem, tinham retirados os estames e pistilos, que correspondem aos sexos masculino e feminino da flor. Nos links abaixo há curiosidades sobre outras plantas.

Tem paciência? Então, acompanhe o vídeo com o desabrochar do lírio.

Leia também:
Praça de Casa Forte e o fruto misterioso
É uma palmeira? Não, é um pandanus
As mil e uma utilidades do butiá
Parece coco, fruta-pão, mas é… coité
Tapiá, uma festa para os pássaros
Palma-de-Manila: a festa das abelhas
A exuberância do abricó-de- macaco
Flamboyanzinho cada vez mais comum
Pitomba tem poder analgésico?
É verdade que piranga é afrodisíaca?
O charme e o veneno da espatódea
As mangas da vida
A festa dos ipês no Recife e no Pará
O tapete vermelho do jambo do pará
Dia da Árvore: a “vovó” do Tapajós
Viva a árvore mágica, no Dia do Baobá
Desabrochar musical da Flor do Baobá
O maior colosso vegetal do mundo
Comitê gestor para jardins históricos deixados pelo paisagista Burle Marx
Livro mostra jardins históricos do Recife
Bromélias são reintroduzidas ao ambiente natural no Recife

Veja a flora do Sertão em Dois Irmãos
A caatinga no Jardim Botânico
Jardim Botânico tem trilha amazônica
Por um milhão de árvores na Amazônica
Esso decide plantar 20 mil árvores para proteger mico-leão dourado
Coca-Cola planta 600 mil árvores

Texto, fotos e vídeos: Letícia Lins / #OxeRecife

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.