Jazz, MPB e Mulher de Bigode no Poço

 Jazz, MPB e Mulher de Bigode no Poço

Compartilhe nas redes sociais…

Programação movimentada, neste final de semana, no Poço das Artes, no Poço da Panela. E variada demais. Na sexta, teremos o primeiro show de jazz do ano, com a Jazz Blues Band, que é formada por cinco músicos. No sábado, música instrumental brasileira com o Desdobrado Trio. E, no domingo, claro, clima de carnaval, com o primeiro encontro de 2020 do bloco Mulher de Bigode.

O Poço das Artes, como vocês sabem, fica na Rua Álvaro Macedo, 54, Poço da Panela, Zona Norte do Recife.  Na sexta (24), a  partir das 20h30m,  o jazz toma conta do espaço com Euclides Dourado (teclado e direção musical), Thales Silveira (baixo), Bira Batera (percussão e bateria)), Kekeu (sax) e Marcos Carneiro (trompete/ flugelhorn). O couvert custa R$ 20 em espécie. No sábado (25), quem assume o comando musical da casa é o Desdobrado Trio (foto acima). Karol Maciel (acordeom),  Raquel Paz (viola) e Bruno Nascimento (violão sete cordas de aço). O Desdobrado Trio promete executar o melhor da música instrumental brasileira.

O show do Desdobrado Trio tem início às 20h30m, com couvert por R$ 15, em espécie. No programa, o melhor da MPB, chorinho, do frevo, da Bossa Nova, do baião. E o melhor, também, do repertório instrumental brasileiro.  No domingo, 26, é a vez de começar a cair no clima de carnaval. E quem comanda a festa, a partir das 16h é o divertido bloco carnavalesco Mulher de Bigode, com animação da prévia comandada pela Banda FridaLee.

O nome do grupo é inspirado na artista plástica mexicana Frida Kahlo (1907-1954), que também inspira a maquilagem e as fantasias da agremiação, que nasceu no Poço da Panela, para se opor aos bloco Os Barba. Haverá bazar de fantasias e oficina para customização de chapéus. Em 2020, o Mulher de Bigode presta homenagem a Margarida Alves (1933-1983), mulher guerreira que foi assassinada por sua luta em defesa dos direitos de trabalhadoras rurais e contra o latifúndio, na Paraíba. A líder sindical inspirou a Marcha  das Margaridas que movimenta Brasília todos os anos.

Leia também:
Mulher de Bigode agita o Poço
Os Barba com Mulher de Bigode
Cobra Coral fuma com os Barba
Mulher de Bigode movimenta o Poço
Mulher de Bigode no Poço da Panela
Bordado à antiga no Poço
Geraldo Maia, voz e violão no Poço
Pérolas para Jobim no Poço
Som de Cabo Verde no Poço das Artes
Cantos da África no Poço das Artes
Uana Mahim: sou preta, negra e fera
Poço das Artes tem clássicos brasileiros
Índios, urbanos e divinos no Poço
Poço das Artes tem blues e jazz
Orquestra Pernambucana de Clarinetes anima Poço
Blues no Poço da Panela
Contracantos e contraventos no Poço
Chorinho e jazz “nordestino” no Poço
Maísa e dois rodrigos: álgebra musical
Poço das Artes movimenta Zona Norte
Música sem fronteiras no Poço das Artes
Geraldo Maia, voz e violão no Poço
Blues, jazz e Bossa Nova no Poço
O Poço das Artes de Clarissa Garcia
Dorival Caymmi, Amor e Mar no Poço
Pérolas para Jobim no Poço da Panela
Geraldo Maia, voz e violão no Poço
Chorinho com Duo Sensível no Poço
Poço da Panela, livro, passado e música

Serviço:
Programação de fim de semana, no Poço das Artes
Onde: Rua Álvaro Macedo, 54, Poço da Panela

O quê:  Jazz Blues Band
Quando: sexta, 24, às 20h30
Quanto: R$ 20 em espécie (couvert)

O quê:  Desdobrado Trio
Quando: sábado, 25, às 20h30m
Quanto: R$ 15 em espécie (couvert)

O quê: Prévia da Mulher de Bigode, ensaio com a Banda Fridalee
Quando: domingo, 26, às 16h
Quanto:  só paga o que consumir, aquisição de adereços, customização, etc

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Arte: Poço das Artes/ Divulgação

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.