HM Engenharia festeja plantio de 3 mil árvores em meio a 140 mil unidades habitacionais construídas

Não tem muito a ver com o Recife não, mas a luta contra o efeito das mudanças climáticas não é local, é universal. E um forma de tentar neutralizar o drama que estamos vivendo é plantar árvores. Quantas mais tivermos plantadas, melhor, para nos assegurar, pelo menos, um pouco mais de conforto térmico. Por esse motivo, ao mesmo tempo que o #OxeRecife denuncia cortes inadequados e erradicações, também costuma mostrar experiências de plantio, sejam em pequena ou grande escala. E há projetos públicos ou da iniciativa privada bem ambiciosos. Outros, mais modestos. Esse parece ser o caso da  HM Engenharia, que criou há uma década o “Projeto Plantando o Futuro”,  para “promover a sustentabilidade”.

A empresa, que tem sede em Campinas (SP), informa que a iniciativa resultou no plantio de 3 mil árvores ao longo do período. “Com um forte enfoque na educação ambiental, o projeto já impactou diretamente mais de 800 pessoas”, informa a HM Engenharia. “Ações como oficinas, palestras e plantações de espécies nativas foram fundamentais para mobilizar a comunidade, além da doação de centenas de mudas para viveiros municipais, fortalecendo a consciência ecológica e a responsabilidade ambiental”.

Para o futuro, a construtora planeja não apenas continuar, mas também expandir o alcance do projeto, reiterando o compromisso com a sustentabilidade e o bem-estar ambiental. Ainda bem. Pois há empresas que plantam uma árvore por livro comercializado, por um par de sapatos vendido, e até mesmo por cada obra de arte desencalhada. E se fosse levada em conta essa estatística, a HM poderia se orgulhar de já ter plantado 140 mil árvores, número de unidades habitacionais já construídas em 120 cidades onde marca presença.

E, como se sabe, as selvas de concreto geralmente são erguidas em áreas que um dia foram verdes, sejam de matas que cederam ao avanço da urbanização. Ou de quintais e jardins, que eram comuns, antes da verticalização das cidades que, a cada dia, perdem mais espaços verdes. Aqui, no #OxeRecife temos a campanha de caráter permanente #paremdederrubarárvores, denunciando os arboricídios e a ação da motosserra insana. Mas também costumamos noticiar as iniciativas para repor o que é tirado da natureza.

Leia também
Meta ambiciosa em Petrolina. Cidade quer plantar 50 mil árvores em 2024. E o Recife?
Terra Brasilis:  uma árvore plantada no Recife por cada obra de arte vendida
Reflorestamento: Cada empilhadeira elétrica vendida rende 30 árvores para a Mata Atlântica
 Uma árvore para cada livro
Uma árvore por cada par de sapato 
Caatinga pega fogo e plantio de árvores nativas começa com ajuda da iniciativa privada
Semana do Meio Ambiente: Petrolina ganha 7 mil árvores nativas
Caatinga ganha 312 mil árvores nativas
Esforço pela preservação da caatinga
Degradado, Sertão do Araripe ganha ação de reflorestamento
Unesco: Serra das Almas é posto avançado da reserva da Biosfera da caatinga
Ação para recuperar nascentes da biodiversa Serra do Espinhaço
Abundance Brasil pretende plantar 1 bilhão de árvores no país até 2030
Plantio de árvores: Papirus amplia área de preservação de mata nativa e valoriza reciclagem
Programa Raízes da União planta 200 mil árvores
Via Jardim plantou 600 árvores nas principais avenidas do Recife
Ambev: Plantio de 19 milhões de árvores recupera áreas degradadas e com estresse hídrico
Dia da Árvore: Faber Castell diz que já plantou 4,5 milhões no Brasil. Falta dizer quantas consumiu
Dia da Árvore: Grupo BBF diz que plantará 40 milhões de pés de palma, cacau e açaí
Dia da Árvore: A Vovó do Tapajós
Ajuda à natureza: Air Europa, que também opera no Brasil, converte milhas em plantio de árvores
Zetra inicia plantio de árvores na região de Mata Atlântica, em Minas Gerais
Tijuca Alimentos refloresta terras degradas com 100 mil cajueiros no Ceará
Festival de Teatro dá exemplo fazendo compensação ambiental com plantio de árvores em BH

Das 100 milhões de prometidas, MST planta 2 milhões de árvores no país
Juntos pelo Araguaia: Plantio de mudas
Movida planta um milhão de árvores
Mata Atlântica ganha viveiro para produção anual de 100.000 mudas
Mata Atlântica ganha 300 mil árvores na Paraíba
Mata Atlântica ganha 1 milhão de árvores nativas
Mata Atlântica ganha 30 mil árvores no Rio Pinheiros. E no Capibaribe?
Mata Atlântica vai ganhar 1 milhão de árvores. Promessa da Nestlé
Em uma semana, Mata Atlântica ganha 14 mil  árvores da Levi´s e da Farm
Movida planta 1 milhão de árvores
No Dia da Árvore, o Recife ganha quatro. Mas quantas a cidade já perdeu?
No Dia da Árvore, o Recife ganha seis. Mas… quantas a cidade já perdeu?
MST: Da ocupação de terras ao plantio de 100 milhões de árvores
Reflorestamento: Paudalho e Carpina ganham 2 mil mudas
Reflorestamento com recursos de compensação ambiental
Carpina ganha árvores de Mata Atlântica
Semana do Meio Ambiente: Petrolina ganha 7 mil árvores nativas
Caatinga ganha 312 mil árvores nativas
Cabo ganha 7.450 árvores até 2022
Coca-Cola planta 600 mil árvores
Coca-Cola planta 100 mil árvores em São Paulo. Promessa era 600 mil até 2020
Esso decide plantar 20 mil árvores para proteger mico-leão-dourado
Ambientalistas preocupados: só restam 1.300 muriquis
Por um milhão de árvores na Amazônia
Caatinga: Bancos ofertam R$ 10 milhões para restaurar o terceiro bioma mais ameaçado no Brasil
A  exuberância da Mata Atlântica, o bioma mais ameaçado do Brasil
Legado das Águas, a festa da natureza

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: HM Engenharia / Divulgação

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.