Fenelivro tem história da vida de Pedro Américo, Sacolinha, “Madalena” e Teatro de Retalhos

 Fenelivro tem história da vida de Pedro Américo, Sacolinha, “Madalena” e Teatro de Retalhos

Compartilhe nas redes sociais…

Sábado de muita movimentação cultural, no bairro do Recife Antigo, onde acontece a sexta edição da Feira Nordestina de Livros, Fenelivro. O dia está recheado de atrações para todas as idades. Muitas opções na programação infantil, que tem apresentações de vídeo teatro do Coletivo Teatro de Retalhos (Arcoverde), que apresenta  MobyDick para novos veganos. A meninada conta, também, com o espetáculo infantil (Madalena, eu, Madalena, foto acima),  que será encenado às 10h. Haverá outras atividades lúdicas e contação de histórias.

O destaque, no entanto, vai para o lançamento, às 15 h, do livro “Além do Ipiranga: a extraordinária vida de Pedro Américo e suas incríveis facetas”, de Thélio Farias. A publicação mostra a surpreendente vida de um dos mais conhecidos artistas do país, familiar até mesmo entre crianças já que seu quadro “Independência ou Morte” ilustra praticamente todos os livros didáticos de História do Brasil. A publicação sobre o artista, aliás, já foi tema de postagem à parte, aqui no #OxeRecife. E vocês podem conferir nos links no Leia também.

Autor de “Independência ou Morte”, um dos quadros mais famosos da historiografia oficial, Pedro Américo é tema de livro

Outra atração aguardada é o escritor paulistano Sacolinha (pseudônimo de Ademir Alves de Sousa). Às 16 h, ele conversará com a cordelista e poeta cearense Jarid Arraes. Ambos mostrarão como as suas experiências sociais se refletem nas produções literárias. A conversa entre Sacolinha e Jarid Arraes será no sábado (24) e terá mediação do poeta pernambucano Fred Caju. Morador de Suzano (SP), com dez livros publicados, Sacolinha tem 39 anos e celebra 20 anos de carreira em 2022.

“Costumo dizer que eu coloco a minha pele no fogo. Como morador de periferia, escrevo aquilo que eu vivo. Não é que eu escreva a realidade, mas um pouco da minha vivência social se reflete na minha produção literária”, declara o escritor. Para a meninada, nada como o videoteatro do Coletivo Teatro de Retalhos (MobyDick) e o espetáculo infantil Madalena, eu, Madalena, de Matheus Abel (foto superior).

Lá para 17h tem lançamento de Xico Sá,  tendo Samarone Lima como debatedor. Mas sobre esses dois, prefiro nem fazer comentários depois que confessaram publicamente (e sem pruridos) em um jornal local que roubavam livros da extinta Livro 7, fato ratificado no livro “Tarcísio Pereira, todos os livros do mundo”, de Homero Fonseca. Não me sinto à vontade em prestigiar lançamento de livros de pessoas que se locupletavam de mercadorias (livros) às custas do prejuízo alheio. É, realmente faltaram consciência, solidariedade, senso humano.  Porque as faturas dos fornecedores chegavam todo fim de mês, para pagar. Mas eles provavelmente não pensavam nisso. Deviam sentir vergonha do que fizeram, mas parece que se orgulham da falta. Um horror!

A noite se encerra com show musical, da Banda Geração Mangue. Amanhã,  logo cedo, o #OxeRecife traz a programação do dia final da Feira, que faz parte da programação cultural da Cepe para 2022.

Leia também
O sequestro da Independência
Todos os livros do mundo: Homero Fonseca conta a história da Livro 7
Ragu 8: Documento histórico em HQ
Você tem fome de quê? De livros
Caixa de leitura já está nas ruas
Mediadores de leitura são pontos de luz
Compre um livro e ganhe três cordéis
Pandemia: livros para ficar em casa
Leia de graça A Emparedada da Rua Nova
Biblioteca móvel: 32 mil leitores
Ajude a quem precisa e ganhe um livro
Clube de Leitura: livros com desconto
Flores e livros para curtir o Dia dos Namorados
Biblioteca móvel: 32 mil leitores
Ação do Sesc já trocou 60 mil livros
Livro revela segredo da guerrilha
História: Revolução de 1930 e três homens que se chamavam João
Sessão Recife Nostalgia: Os banhos noturnos de rio no Poço da Panela
O ano de Cida Pedrosa: escritora premiada, feminista  e vereadora
Livro sobre Clarice Lispector: “O que escrevo continua”
Raul Lody revisita Gilberto Freyre
Comida e tradição no Museu do Estado
“João Cabral não é um iluminado, mas um iluminador”
Pandemia não inibe produção de livros. Vem até um sobre o Zepellin
De Yaá a “Penélope Africana”
Carta  para Clarice Lispector
Centenário de Paulo Freire tem livros com desconto
“Enterrem meu coração na curva do rio”
Flores e livros para curtir o Dia dos Namorados
“Eu amo ler” no Patteo
“Eu amo ler” movimenta shoppings do Recife e Jaboatão
Pandemia: livros para ficar em casa
Biblioteca móvel: 32 mil leitores
Ação do Sesc já trocou 60 mil livros
Pandemia:: Plaza Shopping tem feira de livros a R$ 5
A menina que salvava livros
A incrível máquina de livros no Recife

Serviço
Evento: Fenelivro (Feira Nordestina do Livro)
Onde: Avenida Rio Branco, no bairro do Recife Antigo
Quando: 21 (quarta) a 25 (domingo) de setembro
Horário: a partir das 9h
Quanto: acesso livre e gratuito

Porgramação do sábado, 24.09
9h – Contação de Histórias / Arena: Atchim!, de Miró da Muribeca, com Lili
9h30 – Videoteatro / Cine Fenelivro: Moby Dick, para novos veganos (9’01”), do Coletivo Teatro de Retalhos
10h – Espetáculo Infantil / Palco: Madalena, eu, Madalena, de Matheus Abel
11h – Videoteatro / Cine Fenelivro: Moby Dick, para novos veganos (9’01”), do Coletivo Teatro de Retalhos
11h – Oficina / Tenda: Entorninho: a pintura da Cidade, com Emerson Pontes
14h – Contação de Histórias / Arena: Atchim!, de Miró da Muribeca, com Lili
14h30 – Videoteatro / Cine Fenelivro: Moby Dick, para novos veganos (9’01”), do Coletivo Teatro de Retalhos
15h – Lançamento / Arena: Além do Ipiranga: a extraordinária vida de Pedro Américo e suas incríveis facetas (CEPE, 2022), de Thélio Faria
15h – Oficina  / Tenda das Artes: Grafitte, com Larone
15h30 – Videoteatro / Cine Fenelivro: Moby Dick, para novos veganos (9’01”), do Coletivo Teatro de Retalhos
16h – Oficina  / Cine Fenelivro: Roteiro para conteúdo infantil, de Erickson Marinho da Escola VIU CINE de Criatividade
16h – Bate-papo / Palco: Experiência social e trajetória literária. Com Sacolinha. Mediação de Fred Caju
17h – Lançamento / Arena:  A falta (Tusquets, 2022), de Xico Sá. Apresentação de Samarone Lima
18h – Espetáculo Infantil  / Palco: Cantigas de Fiar, com a Companhia Fiandeiros de Teatro
19h – Sarau / Arena: Viva Miró, com a Luz_Criativa e convidados
20h – Show / Palco: Banda Geração Mangue

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação / Fenelivro / Cepe

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.