Fabiana Pirro: “Ser, sentir, ler, ver, sonhar”

Primeiro, ela ficou conhecida nas passarelas, nas quais pisou pela primeira vez ainda menina, aos treze anos. Depois, abraçou o teatro, o que fez a partir do ano 2000 após uma experiência, um ano antes no drama sacro encenado em Fazenda Nova. Nos  palcos, já foi Caetana, Medusa, Salomé, Hilda Hilst, a palhaça Uruba. Agora, Fabiana Pirro “interpreta” ela mesma. Para a atriz, moda e teatro comungam da mesma fonte criadora, pois as duas artes andam juntas no trabalho que desempenha atualmente, seja como atriz, diretora de arte ou figurinista. O primeiro passo para partilhar o que aprendeu e vivenciou ao longo desses anos ocorre em julho, quando ela ministra a Oficina de Artes – Moda e Teatro que eu quero.

O curso tem até subtítulo: Ser, Sentir, Ler, Ver, Sonhar. Será entre os dias 2 e 30 do próximo mês. As duas artes serão trabalhadas simultaneamente,conforme explica a artista.  Em Moda, ela abordará postura, andamento, imagem, estilo e a criatividade particular de cada participante. Em Teatro, respiração, fala, corpo cênico, prontidão e iniciação à criação da personagem. “Essa vivência nas férias de julho tem como objetivo despertar nos participantes o interesse artístico pelos universos da Moda e do Teatro, assim como um autoconhecimento das próprias habilidades que todos possuem”, afirma Fabiana.

Fabiana Pirro em cena do espetáculo sacro Paixão de Cristo, na Nova Jerusalém: vivência no palco e nas passarelas.

A Oficina de Artes – Moda e Teatro que eu Quero é na modalidade iniciação. Podem se inscrever maiores de 13 anos. Serão oferecidas duas turmas, uma no turno da manhã e outra à tarde, com 5 encontros aos sábados (dias 02, 09, 16, 23 e 30 de julho). O investimento é de R$ 260,00. As aulas serão realizadas no Espaço Vila, na rua Radialista Amarílio Nicéas, nº 76, Santo Amaro, travessa em frente à TV Jornal, na rua do Lima.

Após participar de ensaios de moda no Brasil e no exterior, ela estreou no Teatro na Paixão de Cristo de Nova Jerusalém (PE), em 1999. Atuou nos espetáculos A Ver Estrelas, Caetana, Árvore de Júlia, Divinas, A Dona da História, Obscena (solo poético a partir da  obra de Hilda Hilst), Cartas.  E também atuou nos filmes Chega de Cangaço, Cinema, Aspirinas e Urubus, Big Jato, Paterno e Acqua Movie, entre outros. Desde 2017, integra o Coletivo de Palhaçaria Violetas da Aurora, como a Palhaça Uruba. Atualmente, como produtora independente, está em cartaz com a performance #MedusaMusaMulher e o solo Cara de Pau.

Leia também
Obscena, com Fabiana Pirro, esgota ingressos e ganha sessão extra
#MedusaMusaMulher: Texto de Cida Pedrosa com Fabiana Pirro
Rosa dos Ventres no Casarão Magiluth
Violetas da Aurora em movimento
A resistência das Violetas da Aurora
Jornalista, atriz, palhaça e amiga
Marsenal tem doutores da alegria
Teatro de resistência no Bar Mamulengo
Marsenal: Ocupar, gritar, resistir
Magiluth  busca estratégia de sobrevivência diante da pandemia
Magiluth nada contra maré
Magiluth: Criatividade em meio à pandemia com teatro virtual e individual
Violetas da Aurora em mesa de glosas
As palhaçadas das “Violetas da Aurora”
Bernarda Soledade no Cais do Sertão
Projeto Fábrica discute a violência no Teatro Apolo com #Urbana
Bonecos fazem a festa em Casa Forte
Virada Cultural pelo Teatro do Parque
Educativo, Teatro Móvel chega ao Recife
Teatro de graça em Camaragibe
Fotógrafos documentam mamulengos
Que tal lutar pelo teatro e também pelo Hotel do Parque?
Coletivo Bárbara Idade: teatro gratuito
Teatro de resistência no Bar Mamulengo
O ano de Cida Pedrosa
Cida Pedrosa lança livro na Câmara
Cida Pedrosa e As Filhas de Lilith
Arsenal tem Cabaré do Bozó
Censura a Abrazo gera mutirão
Censura a Abrazo vira caso de justiça
Movimento Marsenal faz movimento de apoio a filme sobre as Margaridas

Serviço
Evento: Oficina de Artes – Moda e Teatro que eu Quero – Ser, Sentir, Ler, Ver, Sonhar com Fabiana Pirro Quando: Sábados de julho (dias 02,09, 16. 23 e 30 de julho)
Turmas: manhã e tarde
Quanto: R$ 260,00
Onde: Espaço Vila, na rua Radialista Amarílio Nicéas, nº 76, Santo Amaro, travessa em frente à TV Jornal, na rua do Lima.
Classificação etária: a partir de 13 anos
Inscrições e mais informações: 81.99936.5368

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Déa Ferraz e Fábio Jordão / Divulgação / Acervo #OxeRecife

Continue lendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.