Equipes de robótica de escolas municipais do Recife conquistam ouro e prata em Olimpíada

Olhem aí a meninada fazendo acontecer.  Duas equipes de escolas públicas, no caso da Rede Municipal do Recife, acabam de voltar da Olimpíada Brasileira de Robótica com duas premiações. O certame foi em São Bernardo do Campo (SP), de onde os dois grupos trouxeram uma medalha de ouro e uma de prata. Uma terceira equipe voltou com o Prêmio “Melhor Estratégia de Resgate”.

O Ouro veio com  a Equipe Robotinik, do sexto ano do Colégio Doutor Rodolfo Aureliano.  O grupo é formado pelo Professor Técnico Pedro Ramalho; e pelos alunos Nauhan Nascimento Assunção, Pedro Ivo de Barros Costa Rodrigues, Samuel Vitorino Alves da Silva e Thiago Nathan Gomes da Silva. Já a Prata foi conquistada  pela Equipe Águia de Prata, da Escola Antônio Farias, com estudantes do sexto e sétimo anos. Teve como professor técnico Cid Spindola, sendo formada pelos seguintes estudantes: Pedro Henrique dos Reis Martins, Evellyn Vitória Barros Barbosa, Marryhelly Lourena Gonçalves da Silva, William da Silva Ramos.

Pernambucanos, incluindo recifenses, dão show em campeonatos de robótica. Em agosto, equipe do Sesi fez bonito

Ao todo, o Recife enviou para São Paulo cinco equipes. Além da Robotnik e da Águia de Prata, representaram as cores de Pernambuco seguintes times: PH Robótica (Escola Municipal Padre Antônio Henrique), Supremos (Escola Municipal Antônio Farias Filho) e a Refúgios Tech Robotics (da UTEC Santo Amaro). Esta última, inclusive, ainda traz para casa o prêmio de “Melhor Estratégia de Resgate”. Os estudantes compõem clubes de robótica formados dentro das unidades escolares da Rede Municipal de Ensino do Recife.

Anteriormente, já haviam conseguido classificação na etapa nacional da competição após um excelente desempenho nas etapas regional e estadual da Olimpíada, realizadas na Escola Municipal de Tempo Integral da Mangabeira, no mês de agosto. Para a competição, a Prefeitura do Recife promoveu a participação de mais de 140 estudantes da rede pública municipal. Nesta competição, os alunos da equipe Robotnik contaram com a coordenação técnica do professor Pedro Ramalho e o time Águia de Prata teve como parceiro técnico o professor Cid Spindola. O #OxeRecife faz questão de registrar tanto a alunos quanto professores que se destacam pelos seus esforços.

Abaixo, você confere outros excelentes exemplos na área de educação

Leia também
Robótica: alunos voltam com premiações
Pernambucanos brilham na robótica
Equipe de Escada é a única em torneio de robótica
Fred Ramos, herói da escola pública
Cecília: Prêmio, poesia e pandemia
Cinco equipes pernambucanas na final do Festival Sesi de Robótica 2021
Tecnologia para resgate de cultura ancestral
“Nascente protegida é água garantida”
Trabalho escolar sobre vacina  faz sucesso em tempos de Covid-19
Mata destruída vira trabalho escolar
Estudante de escola pública mostra trabalho sobre sururu em Londres
Matemática: 28 alunos premiados
Robótica: rede pública em destaque
Você tem fome de quê? De livros
A volta das cartas e dos postais
Robótica leva estudantes à Hungria
Estudante de escola pública mostra trabalho sobre sururu em Londres
Rede pública: a vez da robótica 
Escola pública representada no Peru
Alunos “derrubam” 70.000 concorrentes
Estudantes de Escola Pública embarcam para Nova Iorque (Genius Olympiad)
Alunos de escola estadual em Bezerros desenvolvem aplicativo para Fenearte
Alunos fazem aplicativo para Fenearte 
Drama da Paixão: aplicativo para turistas
São João: estudantes criam aplicativo
Na contramão do governo Bolsonaro
Criança Alfabetizada: destaque na educação dará prêmio a prefeitos
Os idiotas úteis e o idiota inútil
Pet vira barreira para reter lixo em canal

Alunos lançam livro na Bienal
Mustardinha: Ecobarreira vai ao Paraguai
Jardim do Baobá: Ribe do Capibaribe
Os pequenos escritores do Recife
Livros artesanais são destaque em escolas públicas do Recife
Alunos fazem livros sobre 20 bairros
Livro em quadrinhos sobre Santo Amaro
Você tem fome de quê? De livros
Mensagens positivas em muro de escola
Criança Alfabetizada: destaque na educação dará prêmio a prefeitos
Os idiotas úteis e o idiota inútil
Artur é professor nota mil
Mirtes professora nota dez
A menina que salvava livros

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: PCR / Divulgação e Acervo #OxeRecife

Continue lendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.