Doutores da Alegria: “São Joãozinho” com forró e cordel nos hospitais

Com um bonito trabalho – leva alegria a enfermarias infantis de hospitais públicos – o grupo Doutores da Alegria começa hoje a animar os pequenos pacientes internados na Capital. É que entre os dias 17 e 20 de junho, os conhecidos palhacinhos marcam presença em quatro dos maiores hospitais da cidade: o Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (Imip), nos Coelhos (dia 17); Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC/UPE) e do Procape, em Santo Amaro (terça, 18);  Hospital da Restauração, no Derby (quarta, 19); Hospital Barão de Lucena, na Iputinga (sexta, 20). Os cortejos juninos têm início às 10h, à exceção da terça-feira: neste dia, o arraial começa às 9h30 no HUOC/UPE e segue às 11h para o Procape.

“Para as crianças e suas famílias, que não poderão passar as festividades fora do hospital, acompanhar o São Joãozinho é resgatar a memória afetiva da quadrilha na escola, da celebração na rua de casa. Os profissionais de saúde entram na festa conosco. Chegamos aos hospitais e muitos deles estão caracterizados e ainda enfeitam as crianças!”, explica Arilson Lopes, coordenador artístico no Recife dos Doutores da Alegria. Em cada um dos cinco hospitais atendidos pelos palhaços o ano inteiro, o São Joãozinho começa com um cortejo junino nas alas pediátricas, com forró ao vivo, tocado e cantado pelos besteirologistas, com a ajuda de um convidado especial: o forrozeiro Damião Mota, o “São Foneiro”.

Em seguida, os palhaços apresentam “Presepada de São João”, espetáculo baseado no livreto de cordel “A peleja do noivo que tentou enganar a noiva na festa de São João ou vice e versa”. Escrito por Arilson Lopes, que também assina a direção da peça, o folheto conta a história de um casamento matuto, mas com todas as trapalhadas que só os palhaços poderiam aprontar! A trama combina não só os tradicionais personagens do casamento junino, como traz à cena os três santos celebrados nas festividades – São João (Dr. Eu_Zébio/Fábio Caio), Santo Antônio (Dr. Gonda/Tiago Gondim) e São Pedro (Dr. Dud Grud/Eduardo Filho), além do São Foneiro (Damião Mota). A assistência de direção é de Marcelino Dias e a produção de Nice Vasconcelos.

Leia também
Doutores da Alegria: oferta de curso de palhaçaria inclui ajuda de R$ 650 mensais
Doutores da alegria levam bloco do miolinho mole às enfermarias pediátricas
Auto de Natal do Grupo Doutores da Alegria
Doutores da Alegria: Curso de palhaçaria para jovens em vulnerabilidade social
Doutores da Alegria: Bloco do Miolo Mole faz show
Doutores da Alegria animam hospitais com o Bloco do Miolinho Mole
Auto de Natal dos Doutores da Alegria vai a hospitais e chega de graça ao teatro
“O médico é o monstro”, no palco com os Doutores da Alegria
Doutores da Alegria lançam livro
Doutores da Alegria: Crianças ganham festejos juninos
Doutores da Alegria: Festa virtual
Marsenal tem Doutores da Alegria
Circuito dos baobás na bobociclismo
Saia de bike com os Doutores da  Alegria 
Colabore com os Doutores da Alegria
Doutores da Alegria contam causos 
Os quinze anos dos Doutores da Alegria
O semeador de baobás 
Saia de bike com os Doutores da Alegria
Pandemia com delivery de palhaços
Sertão tem “Palhaçada é coisa séria”
Oxe, Mainha! Cinderela trintou
Vamos morrer de rir com elas? 
As palhaçadas das Violetas da Aurora
Véio Mangaba vira palhaço insone
Palhaças chegam à Amazônia
Palhaças invadem o Recife
Palhaças agitam jardim e cabaré
Jornalista, atriz, palhaça e amiga
“Coroas” aprendem a ser palhaços
Escola Pernambucana de Circo oferta bolsa de R$ 5 mil para dois cursos

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Rogério Alves / Divulgação/ Doutores da Alegria

Continue lendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.