Diretor do Instituto do Autismo (IDA), Kadu Lins relata experiência na África

Especialista em desenvolvimento motor infantil, psicomotricidade e com formação na área de Educação Física e referência em Pernambuco quando o assunto é Transtorno do Espectro Autista (TEA), Kadu Lins está em Angola, nesse sábado, integrando  a Caravana de Saúde na África. Ele foi convidado para fazer uma palestra sobre o autismo, diagnóstico, tratamento e inclusão escolar. Ele abordará sobretudo a educação inclusive e o treino motor como intervenção de apoio ao TEA.

Ele é fundador e Diretor do Instituto do Autismo, o IDA, que conta com seis unidades de funcionamento no Estado, sendo quatro no Recife (nos bairros de Poço da Panela, Imbiribeira, Boa Viagem e Graças); e duas no interior do Estado (Carpina e Igarassu, Região Metropolitana). No momento, prepara-se para inaugurar mais uma, dessa vez em Caruaru, na Região Agreste.

Referência em atendimento a crianças e jovens com autismo, o IDA leva experiência à África

O IDA é uma instituição particular – os pacientes pagam pelo tratamento – porém promove muitas campanhas de conscientização sobre o autismo e em defesa da inclusão. “É uma enorme emoção. Muito feliz em ir além das fronteiras e poder falar sobre autismo e trabalhar cada vez mais para transformar vidas. Estarei ao lado de grandes profissionais, como médicos, psicólogos, fonoaudiólogos e fisioterapeutas”, comenta Kadu.

Além da palestra, as ações na África ainda incluem planos de intervenção e avaliação em comunidades carentes de Luanda. “O grande objetivo nosso é aprender, tentar entender um pouco mais sobre o autismo em outra localidade, e ajudar. Estou muito empolgado com a possibilidade de avaliar crianças, prescrever treino, fazer intervenções nas sessões, capacitar a equipe do Kuzola Mona, um grande centro de desenvolvimento infantil de Angola”, explica Kadu. No Ida, todo o espaço instituto é voltado para o desenvolvimento das crianças e adolescentes com autismo, com diversas terapias. Podemos proporcionar, de forma individualizada, o aprendizado de novas habilidades, a autonomia, melhorar a atenção, foco e concentração, a comunicação, bem como a interação e comportamento social”, afirma.

Leia também
Artigo: “O autista é vítima perfeita para o bullying”, por Lucelmo Lacerda
Crianças com autismo e outros transtornos ganham primeiro núcleo de desenvolvimento
Dia Mundial de Conscientização do Autismo tem “Todo autista é campeão”
Instituto do Autismo anuncia abertura de novas unidades, nas Graças e Poço da Panela
Raquel Lyra cria carteira de identificação para autistas e anuncia política estadual para pessoas com autismo
Recife com duas prévias carnavalescas para crianças e adolescentes autistas
Projeto Kinoplex Azul institui sessões de cinema para autistas
Cinema tem sessão especial para autistas
Colônia de férias para autistas tem recorde de inscrições
Dicas de diversão para autistas por quem entende do assunto
Colônia de férias para autistas
Casa Azul  para atender autistas em Macaparana vira exemplo a ser seguido
Carnaval inclusivo:  Festa no Praia sem Barreiras e no Balança Rolhinha
Olhar para as diferenças: Crianças deficientes do Agreste e do Sertão ganham transporte especial
Praia sem barreiras retorna a Boa Viagem no Dia Internacional da Pessoa com deficiência
Relançado, Pernambuco Conduz facilita a vida das pessoas com deficiência
Praia sem Barreiras: 10 mil pessoas deficientes com direito a banho de mar
União Mãe de Anjos em fotografias
Dia “D”: emprego para deficientes
Renata Tarub: dança e inclusão social
Deficientes com vez no desfile do Galo
O carnaval inclusivo do Recife
Carnaval inclusivo na Rua da Moeda
Carnaval inclusivo Recife Antigo
Abertura do carnaval: inclusão, frevo, brega, samba, pífano e música eletrônica
Isso é muito bom: carnaval inclusivo
O frevo inclusivo de Werison
O ser humano encantado do frevo 
Música para Surdos: é o som da pele
Os incríveis batuqueiros do silêncio
Carnaval sem barreiras em Boa Viagem
A luta por inclusão e acessibilidade
 Campanha por escola inclusiva
Óculos trilíngues facilitam leitura para cegos
Síndrome de Down: despertando talentos
Cultura inclusiva em curso gratuito
Com o coração se faz uma canção
Síndrome de Down: Expedição 21
Portadores de Down ganham curso de jornalismo em PE
Saga de Bruno em cordel
Festa inclusiva no Parque da Jaqueira
Com respeito construímos a igualdade
Bruno, exemplo a ser seguido
Bruno, exemplo para todos
Encontro na estrada: passeio inclusivo
Caminhada para cadeirantes fez sucesso
Jovens da Apae mostram talentos
Macaxeira tem parque inclusivo
REC Férias inclusivo na Zona Norte
Sou diferente e faço a diferença
Com respeito, construímos a igualdade

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação / IDA

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.