Dia Internacional dos Manguezais é lembrado em Pernambuco. Viva o Mangue!

Eles funcionam como maternidade e berçário de espécies marinhas. Muitos crustáceos, moluscos e até peixes nascem em seu meio, onde passam a infância e, depois, ganham os oceanos. Sua fauna, no entanto, é bem mais ampla, pois também inclui aves, mamíferos, répteis, anfíbios. Além disso, os manguezais têm grande importância na proteção da linha costeira. Pois evitam a erosão das margens dos rios, protegem campos agrícolas de inundações assim como o continente de tempestados tropicais.Também possuem  capacidade de apreensão de CO², evitando que esse gás – responsável pelo aquecimento global – entre na atmosfera. Há pesquisadores que calculam que 10 por cento das emissões de carbono sejam causadas devido ao desmatamento desse ecossistema.

No nosso estado, infelizmente os manguezais têm sofrido muito ao longo do tempo, com ocupações irregulares, especulação imobiliária, desmatamento. Também amargam o excesso de resíduos que a população joga aos rios. Basta uma volta no Rio Caibaribe, para se perceber o excesso de plásticos pendurados entre galhos e folhagens dos manguezais. Uma tristeza!  Para marcar o Dia Internacional de Conservação dos Manguezais, uma barqueata ocorre nessa terça (26/7), no estuário do Rio Formoso, no Litoral Sul de Pernambuco, onde ainda sobrevivem os mangues, apesar da especulação imobiliária e da ocupação cada vez maior de nossas praias. Espera-se que 80 embarcações pesqueiras participem da barqueata, com percurso de 4,27 quilômetros. O objetivo é pressionar as autoridades pela criação da Reserva Extrativista do Rio Formoso. A concentração está marcada para 8h, na Ponte do Rio Ariquindá, em Rio Formoso, a  92 quilômetros do Recife.

De lá, a partir das 9h, os barcos seguirão para a primeira parada, no Píer de Maria Assu. O percurso inclui uma segunda parada na Praia da Pedra e a finalização com ato público na Prainha do Reduto. A barqueata tem como objetivo, além de celebrar a data, pedir celeridade no processo de criação da Reserva Extrativista do Rio Formoso.  A proposta, encaminhada ao governo de Pernambuco em 26/7/2021, prevê a proteção de 2.615 hectares do estuário do Rio Formoso utilizados por 2.492 famílias de pescadoras e pescadores artesanais, entre elas 80 de quilombolas. O complexo estuarino inclui três rios: Formoso, Passos e Ariquindá.   A Unesco estabeleceu, em 6 de novembro de 2015, 26 de julho como Dia Internacional para a Conservação dos Manguezais. Nessa data é lembrada a morte, em 1998, do ativista do Greenpeace de nacionalidade micronésia Hayhow Daniel Nanoto durante um protesto em Muisne, no Equador.

Um lembrete, gente ! Para comemorar o Dia dos Manguezais, dia 26 de julho, a Associação Geral da Reserva do Paiva realizará no próximo sábado (30), um plantio de 20 mudas de Sapoti do Mangue (ou Guanandi) na extensão da Rota dos Coqueiros. Além disso, será realizada uma trilha de 4 km pelos manguezais. O ponto de partida será no Novo Mundo Empresarial, logo após o plantio. O evento é realizado em parceria com Maciel Trilhas Ecológicas, Novo Mundo Empresarial e Rota dos Coqueiros. Serão em torno de 60 vagas disponíveis e as inscrições podem ser feitas até sexta (29) diretamente com a Associação.

Leia  também
MapBiomas: Manguezais do Nordeste são os mais ameaçados do Brasil
Rio Tatuoca: “Rios livres, mangues vivos”
No Dia Mundial de Proteção ao Mangue, ferramenta para preservá-lo
Maracaípe: ecoturismo, manguezal e trilha flutuante
Mangue mulher: Clip mostra a vida de pescadoras do mangue na voz de Elza Soares
Mães do Mangue: Cozinha da Maré
MapBiomas: Manguezais do Nordeste são os mais ameaçados
Crime ambiental em Paulista: Prefeitura multada por destruição de mangue
Nuvens de plástico no Capibaribe
Vida para o caranguejo-uçá
Deixe o mangue para o caranguejo
Começa segundo defeso do caranguejo-uçá de 2021. Não consuma!
Caranguejo-uçá: Todo mundo quer comer, na praia, no bar. Mas preservar…
Defeso: Verão sem  consumo de caranguejo a partir do dia 14 de janeiro
Respeite o faxineiro da natureza
Defeso: Não coma caranguejo-uçá
Não consuma caranguejo-uçá: defeso
População em defesa dos caranguejos
Proibido comer guaiamum
A matança dos guaiamuns ameaçados
Guaiamuns ameaçados são liberados
Evite comer crustáceos ovados
Comer lagosta ovada é não ter coração
Resíduos deixados no manguezal são como garrote na veia: gangrena o corpo
Pescado está liberado para o consumo
Litoral Sul: turismo sustentável?
Salvem tartarugas e caranguejos
Recife, mangues e “aldeões guaiás”
Capibaribe: unidades de conservação
Emlurb limpa rio e tartaruga luta para sobreviver no meio do lixo
Comunidade quer a volta do caranguejo gigante na Rua da Aurora

Serviço:
PETIÇÃO PÚBLICA: http://bit.ly/EuApoioaPescaArtesanal
O quê: Barqueata #ProResexdorioFormoso
Quando: Terça, 26/7/2022, 9h
Onde: Estuário do Rio Formoso, PE
Concentração: ponte sobre o Rio Ariquindá, às 8h
Localização da saída: https://goo.gl/maps/stC2eaWLLv1Lf71VA

Texto e fotos: Letícia Lins / #OxeRecife

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.