“Dia dos Animais” ainda sem zoológico

Ainda não será hoje  (Dia Mundial dos Animais) nem no  próximo 12 de outubro (Dia da Criança) que o público terá acesso ao Parque Estadual de Dois Irmãos, onde funciona uma das diversões prediletas da meninada: o zoológico. Fechado a visitantes desde o início da pandemia, o Pedi reabre quarta-feira, 13 de outubro. É o que informa a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, gestora do Pedi, cujo zoo passa por uma série de mudanças. Ou seja, deixa de ser em depósito para exibição de animais nativos e exóticos, para se dedicar à preservação de animais em risco, principalmente os do Nordeste. Nos últimos meses, vários animais exóticos – como ursos, por exemplo – já ganharam outras moradias. Em compensação, o zoo recebeu indivíduos de espécies comuns à nossa fauna, entre répteis, aves e mamíferos

Fechado ao público há cerca de um ano meio por causa da pandemia, o espaço – que é formado por uma importante reserva de Mata Atlântica e pelo Zoológico do Recife – poderá receber até 3 mil pessoas por dia, respeitando todos os cuidados para evitar a disseminação da Covid-19. Para a reabertura, o local passa por uma série de serviços de manutenção, como jardinagem, paisagismo, melhorias estruturais dos recintos e pintura. O Pedi está em processo de concessão, pois a Semas acredita que, assim, poderá fazer melhoras na sua infraestrutura e também restaurar monumentos que ficam no seu interior, como o Chalé do Prata, atualmente em ruínas e sob ameaça de desabar. O chalé é um importante exemplar da arquitetura do início do século passado e foi sede da primeira companhia de abastecimento d´água a funcionar no Recife. No entanto, fica em área ainda restrita ao público. Outra relíquia no interior do Pedi, o desconhecido Chapéu do Sol, também deve ser beneficiado.

O abandonado Chalé do Prata é uma das relíquias históricas que ficam no interior do Parque Estadual de Dois Irmãos.

O Pedi vai reabrir por etapas, liberando gradativamente as áreas de visitação. Nessa primeira fase, o público poderá percorrer o equipamento desde a entrada até o açude, passeando pelas alamedas onde se encontram as aves, o serpentário, diversos répteis (jacarés, iguanas, etc) e pequenos mamíferos (jaguatirica, tamanduá-bandeira, guaxinim, furão, etc). Além disso, as famílias poderão desfrutar do parque infantil localizado às margens do Açude de Dois Irmãos e de várias áreas de contemplação. Ainda é possível fazer trilhas pela mata conhecendo a exuberância da natureza em uma das mais antigas e preservadas Unidades de Conservação do Estado.

“Queremos promover o melhor reencontro possível dos pernambucanos e visitantes com esse patrimônio natural e com as inúmeras espécies que vivem no parque. O trabalho de manutenção está a todo vapor, já tendo sido recuperados 34 recintos. O processo de reabertura se dará aos poucos, permitindo a melhor readaptação dos animais à visitação e garantindo a segurança de todos os envolvidos na operação”, afirma o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti. Além dos serviços de melhorias nos recintos, o parque passa por obras de paisagismo, implantação de novos bancos e reforma dos banheiros. Dentro do processo de reabertura, o equipamento funcionará em horário especial, recebendo o público de quarta a domingo, sempre das 9h às 15h. O visitante precisa ficar atento, pois a venda de ingressos encerrará uma hora antes do fechamento, ou seja, às 14h. Também não haverá funcionamento nos feriados.

Quem for ao parque deve levar lanche e água, pois ao contrário do que ocorria antes, ainda não há comércio dentro do equipamento, onde funcionavam várias lanchonetes. É necessário o uso de calças compridas e sapatos fechados para quem opte por fazer trilha pela Mata Atlântica. Para acessar as dependências do parque, é obrigatório o uso de máscaras, assim como manter o distanciamento durante o passeio. Placas informativas do protocolo de segurança e totens com álcool em gel estão sendo colocados ao longo do equipamento para reforçar a mensagem sobre os cuidados necessários e evitar a disseminação da Covid-19. Pinturas no chão ainda vão indicar às pessoas o melhor local para se posicionar em frente aos recintos, estimulando o distanciamento seguro entre os grupos de visitantes e deles com os animais.

OBS:  Essa postagem será posteriormente compartilhada nas devidas redes sociais, já que Whatsapp, Instagram e Facebook estão hoje fora do ar.

Leia também
Parque de Dois Irmãos passa por mudança e é alvo de concessão
Zoológico recebe novos animais e muda de perfil
A viagem dos pelicanos
Ursa parda Úrsula viaja e zoológico recebe 19 animais da fauna nativa
Licitação para reforma do Chalé do Prata será ainda em 2021
Pouco resta do lindo Chalé do Prata
Chalé do Prata começa a desabar
Conhecendo a Mata Atlântica
Casarão do Açude do Prata perto da restauração 
Vai sair a reforma do Chalé do Prata
Parque Dois Irmãos triplica de tamanho
O refúgio das preguiças perdidas 
O estrago do bambu na Mata Atlântica
Veja a flora do Sertão em Dois Irmãos
Recife: saneamento, atraso e “tigreiros”
Urso Zé Colmeia morre com dificuldades respiratórias. Covid?
Morre de câncer leão que teve as garras arrancadas
Catetos tentam casamento no Recife
Leão idoso do Zoo está com câncer
Leão do zoológico está com dois tumores mas coração é bom
Dia do Leão tem programação especial
Feliz 2021 também para os animais

Bichos amargam solidão na pandemia e mudam comportamento no Zoológico
Dia do Bloco do Hipopótamo
Jujuba vira remédio para macacos
Parque Dois Irmãos triplica de tamanho
Jaguatirica resgatada na Zona Norte
Jaguatirica que apareceu ferida já voltou à natureza
Assombrações no Zoo
Mata Atlântica ganha viveiro para produção de 100.000 mudas
O estrago do bambu na Mata Atlântica
Dia da Criança com visita virtual aos animais  do Parque Estadual de Dois Irmãos

Serviço
O quê: Reabertura do Parque Estadual de Dois Irmãos
Quando: a partir de 13 de outubro
Dias e horário de funcionamento: de quarta a domingo, das 9h às 15h, exceto feriados.
Ingressos: Entrada inteira – R$ 5,00 | Meia-entrada: R$ 2,50 | Trilha (agendada) – R$ 5,00

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Lu Rocha/ SemasPE 

 

 

 

Continue lendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.