De bicicleta, Circuito Frei Caneca lembra os 200 anos da Confederação do Equador e os 189 da Alepe

Hoje participei de uma caminhada com o Grupo Bora Preservar e encontrei muitos ciclistas trajando roupas iguais. Eram os participantes da segunda edição do Circuito Frei Caneca, que atraiu mais de 2,5 mil participantes ao centro do Recife. O passeio ciclístico foi promovido pela Assembleia Legislativa de Pernambuco, e teve um duplo objetivo: comemorar os 189 anos da Alepe e os 200 anos da Confederação do Equador, movimento político que eclodiu em nosso estado, em 1824, contra a forma autoritária com que Dom Pedro I impôs uma Constituição ao país.

De Pernambuco, o movimento ampliou-se para estados como Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. Para participar do evento, era preciso apenas se inscrever e doar um quilo de alimento não perecível, para encaminhar a instituições de caridade. E duas mil toneladas foram arrecadadas. O trajeto feito teve 7,7 quilômetros ao longo do qual foram colocadas placas sinalizando cada ponto que tinha alguma relação com o movimento liderado por Frei Caneca. A saída foi da Rua da Aurora, em frente ao Palácio Joaquim Nabuco, onde ficava antes o plenário e os gabinetes dos deputados estaduais (e que deve ser transformado em Museu do Legislativo).

No roteiro, passagens por pontos como Praça Tiradentes, Arquivo Público de Pernambuco, Casa Manuel de Carvalho Paes de Andrade, Igreja do Divino Espírito Santo, Rua Direita, Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Igreja do Terço e Forte das Cinco Pontas. O Pedalepe terminou com o sorteio de  dez bicicletas.  No percurso, a Alepe disponibilizou distribuição de água (em três pontos), banheiros químicos, lixeiras, oficina volante, ambulância. No final, dez ciclistas ainda saíram ganhando, pois foram sorteados para receber bicicletas.

Leia também
Programa Alepe acolhe rende os primeiros frutos
Alepe: Passeio ciclístico tem sorteio de bike
Viva Lia! A partir de hoje a cirandeira é tema de exposição na Alepe
Alepe aprova pacote de reajustes
Ações de cidadania na Alepe
Fique por dentro das ferramentas das redes sociais nas próximas eleições
Governo anuncia aumentos
Cachês garantidos para profissionais do carnaval do Recife e interior
Assembleia vai ter orelhão virtual. Você sabe o que é?
Assembleia Legislativa retoma ações presenciais com precauções
Cama de frango dá confusão no interior
“Fala Pernambuco”: Demandas chegam ao Governo de Pernambuco
Deficit de abastecimento Falta d´água afeta pujança da avicultura
Lei sem jurisdiquês no celular
Corona: votação remota na Alepe
Os múltiplos  papéis do parlamentar
Projeto da Assembleia ganha prêmio
Câmara abre microfone para o povo
Frevo,  rock e hardcore na Assembleia
Justiça substitui audiência por registro audiovisual
Servidor federal é afastado porque fez a coisa certa
A pandemia deixou a justiça mais ágil?
Calçadas acessíveis no Cais do Apolo
Justiça anula nomeação de “antropólogo sem qualificação”  para a Funai
Ministro manda oceanógrafo trabalhar na caatinga. E o Sertão já virou mar?
Festa do Morro da Conceição tem bike romaria

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Nando Chiappetta / Alepe

One comment

  1. Muito interessante esse evento da ALEPE, Letícia. Gostaria muito de ter participado. Uma pena ter caído justo no dia do Arruar pelos Becos do Recife do Bora Preservar! Espero poder participar num próximo.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.