Cursos e dicas: Como empreender sem risco de errar na área cultural

Duas dicas do #OxeRecife para quem tem projetos culturais a apresentar.  A primeira é da iniciativa privada, no caso a Liga Criativa. A segunda partiu do setor público,  a Secretaria  Estadual de Cultura (Secult-PE).  Dica um: A produtora e empreendedora cultural Eliz Galvão (da Liga Criativa) estará realizando uma formação presencial de 30 horas/aula. O público alvo é formado de artistas e produtores(as) culturais residentes no Agreste de Pernambuco.  O nome do curso é Viabilizando Sonhos Culturais, e visa apresentar o universo da elaboração, gestão e prestação de contas de projetos, tendo os editais do Funcultura Pernambuco como objeto de trabalho.

Dica dois: A Secult-PE promove entre a segunda-feira (4/10) e a terça (5/10) uma nova rodada de encontros LAB PE, com o objetivo de tirar dúvidas dos proponentes sobre a Lei Aldir Blanc em Pernambuco. É o que informa a eficiente produtora cultural Andréa Mota, da Secult-PE.  Os encontros serão realizados em horários diferentes para cada edital, no canal do YouTube da Secult-PE. Serão destacados os detalhes de cada um dos oito editais lançados pela Secult-PE com recursos da Lei Aldir Blanc.   Também haverá esclarecimentos a respeito das inscrições no Mapa Cultural de Pernambuco. Não é preciso inscrição prévia para o curso, e os vídeos ficarão disponíveis para consulta. Você pode conferir os detalhes clicando no link: http://www.cultura.pe.gov.br/canal/leialdirblanc/secult-pe-promove-novos-encontros-lab-pe-para-tratar-dos-editais-lancados-este-ano/.

Eliiz Galvão ensinará todas as etapas para produção e execução de projetos culturais com recursos públicos.

Já  Eliz Galvão, da Liga Criativa, ocupa a sede do Centro de Criação Galpão das Artes, em Limoeiro, para formação que acontece no período de 05 a 28/10, sempre nas terças e quintas, no horário da tarde.  Limoeiro fica a 77 quilômetros do Recife.  Pessoas que residam em cidades próximas também no Agreste podem fazer a inscrição que é gratuita e conta com formulário acessível em Libras.  A Liga Criativa garantiu intérpretes de Libras acompanhando todo o projeto, caso haja inscrições de artistas  ou produtores surdos.

“O Agreste de Pernambuco é conhecido pela sua potencialidade cultural, porém o acesso aos recursos via editais ainda é um desafio a ser enfrentado. A proposta da formação é desmistificar a ideia de que concorrer a editais e gerir projetos é algo inatingível. Vamos quebrar essas barreiras de uma forma leve, respeitando a individualidade e potencializando a autenticidade dos nossos agentes culturais”, diz Eliz Galvão. Ela é produtora cultural e facilitadora da formação. Terão prioridade na inscrição: artistas e produtores(as) da área de fotografia, mulheres, pessoas negras, pessoas com deficiência motora ou auditiva, pessoas idosas, moradores(as) de bairros periféricos e profissionais das artes transgênero, transexual, travesti ou intersexual.

A formação atenderá um público de 20 pessoas e os que cumprirem a etapa presencial ganharão uma consultoria online individual para potencializar as ideias dos projetos e sanar dúvidas específicas. As inscrições estão sendo feitas através do formulário que pode ser encontrado no Instagram da Liga Criativa (@LigaCriativa) ou solicitado por e-mail (liga@ligacriativa.com.br) até o dia 29/09. A lista das pessoas aprovadas será divulgada no dia 01/10. Lembrando que não é preciso experiência prévia nas temáticas abordadas no curso, a proposta da oficina é justamente oportunizar o acesso à informação as pessoas sem experiência nesta área.

Leia também
Museus comunitários em discussão
Cultura popular: Galpão das Artes e Museu do Mamulengo firmam parceria
Começam as visitas guiadas ao menor museu do mundo
Galpão das Artes traz de volta o teatro de lambe-lambe
Galpão das Artes ganha prêmio, melhora a sede e ajuda famílias carentes
Pandemia: Galpão das Artes faz live para ajudar circos em crise no interior
Galpão das Artes faz a festa em Limoeiro
Galpão das Artes faz concurso de desenho
“Se eu soubesse escrever”
Galpão das Artes e brinquedo popular
O menor museu do mundo
Não perca “O Peru do Cão Coxo”
Teatro: Baile no Recife e o Peru no interior
Dia da Criança: Cais do Sertão de graça
Museu do Mamulengo de Glória do Goitá: “Mais mamulengo, menos Barbie”

Em meio a tanta tristeza, só mesmo um mamulengo para nos fazer sorrir
O adeus de Zé de Vina

Zé de Vina, mestre mamulengueiro ganha homenagem em Glória do Goitá
Mamulengueiros tradicionais se rendem ao mundo virtual
Bonecos fazem a festa em Casa Forte
 Dia do Artesão: Viva Miro dos Bonecos
Resgate do mamulengo pernambucano
Fotógrafos documentam mamulengos
“Para tocar o coração das pessoas”
A festa mágica dos bonecos

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Letícia Lins (Acervo #OxeRecife) e  Jennyfhem Mendonça/ Divulgação/ Liga Criativa

Continue lendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.