Covid-19 ganha imunização de reforço com aplicação da quinta dose: Só para maiores de 80

 Covid-19 ganha imunização de reforço com aplicação da quinta dose: Só para maiores de 80

Compartilhe nas redes sociais…

Olhem aí que notícia boa. Pena que ainda será para um grupo limitado de pessoas. Mas é justo que esse grupo seja a prioridade número um, porque está entre os mais  vulneráveis ao ataque de doenças, principalmente da Covid-19. Anotem aí: a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) decidiu, em conjunto com gestores municipais em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) aplicar uma quinta dose (terceira dose de reforço) da vacina contra a doença nas pessoas com 80 anos ou mais. A estimativa aponta que, em Pernambuco, 264 mil pessoas estejam nessa faixa etária. Agende-se aí para levar o pai, a mãe, o avô ou a avó. Ou tios.

A definição da aplicação da quinta dose foi balizada pela indicação dos especialistas membros do Comitê Técnico Estadual de Acompanhamento da Vacinação, além do último levantamento técnico da pasta, que apontou grande percentual de pacientes maiores de 80 anos entre os internados pela Covid-19 nos leitos de terapia intensiva e enfermaria nas unidades de saúde pernambucanas. Os imunizantes utilizados para a quinta dose dos idosos serão da Pfizer/BioNTech, já acondicionados no Programa Estadual de Imunização (PEI-PE). As vacinas destinadas a esse público serão enviadas para as Gerências Regionais de Saúde (Geres) na próxima quarta-feira (23/11), onde ficarão disponíveis para retirada por parte dos municípios.

Providência pertinente, esta de vacinar com a quinta doses os idosos com mais de 80. Daqui a pouco… os de 70, 60, 50…

“Considerando que os idosos acima de 80 anos sofrem com a perda progressiva da imunidade associada ao avanço da idade, o que é um grande fator de risco para adoecimentos graves pela Covid-19, Pernambuco decide, neste momento, autorizar a aplicação de uma terceira dose de reforço nesta população, garantindo, assim, uma proteção mais robusta aos nossos idosos”, afirmou o Secretário Estadual de Saúde, André Longo, ao anunciar hoje a decisão. “Sabemos, também, que o cenário atual aponta uma falta de disponibilidade, por parte do governo federal, de imunizantes que atendam toda a população”, ressaltou.

Um lembrete:” Só poderão tomar a quinta dose aqueles idosos que já tenham, no mínimo, quatro meses de aplicação da quarta dose da vacina. Se não, as equipes devem orientar a pessoa ou seus cuidados a voltar em tempo oportuno para aplicação desta terceira dose de reforço”, explica a superintendente de Imunizações de Pernambuco, Ana Catarina de Melo. Outro fator importante para a decisão foi a confirmação, nas últimas semanas, da circulação da BQ.1 e da XBB, subvariantes da Ômicron, linhagem da Covid-19, em território pernambucano. “As subvariantes da Ômicron são especialmente mais evasivas para a resposta imune das vacinas já administradas na população. O ideal seria que já tivéssemos disponíveis no Brasil as vacinas bivalentes que incluem, ao menos, as subvariantes BA.4 e BA.5 da Ômicron. Entretanto, na sua ausência, existem evidências que novos reforços com a vacina da Pfizer, induzem melhoria da proteção imunológica. Por isso, esta é uma decisão baseada no bom senso, na ciência e nas experiências relatadas por outros países”, pontua o pediatra Eduardo Jorge, membro do Comitê Estadual de Acompanhamento da Vacinação.

Leia também
Pernambuco: entre pacientes internados com Covid-19,60 por cento não completaram a vacinação
Uso de máscara deixa de ser obrigatório até mesmo em ambientes fechados
Liberado o uso de máscaras ao ar livre
Manhã de sol com máscara e vacina
Não vá atrás de conversa fiada. Mantenha o uso da máscara
Cientistas advertem: Máscara e vacina contra a variante Delta
Uma máscara para cada morador
Distribuição de máscaras e apoio para o Polo de Confecções
Boa Viagem: Areia e poucas máscaras
Máscaras podem virar caso de polícia
Roupinhas e máscaras coloridas da “família” de Francisca
População do Recife recebe 100.000 máscaras
Pró-Criança: 3D para produção de máscaras
Micros farão 1 milhão de máscaras
Pandemia: As estátuas mascaradas
Coronavírus: Todo mundo mascarado
Pandemia: restrições são reduzidas
Pandemia,  preços abusivos e falta de cidadania
Covid-19: Tudo pronto para aplicação da segunda  dose de reforço
Covid bate recorde dos recordes
Passaporte vacinal chega pelo WhatsApp
Covid-19: Teste só com agendamento e comprovante de residência
À espera do teste  rápido na farmácia
Ômicron acelera em Pernambuco e números só fazem subir
Casos de Covid batem novo recorde
Crianças com cinco anos já podem se vacinar
Veja onde testar para a Covid-19
Influenza infecta 9.711e já matou 203 em Pernambuco
Covid: Novidade na testagem e vacinação para crianças a partir de oito
Pernambuco libera o uso da Coronavac para crianças
Pandemia: Preços abusivos e falta de cidadania
Leitos para crianças com SRAG
Ômicron já é prevalente em P
Ômicron ainda não marca presença em Pernambuco. Mas não dá para relaxar
Ômicron chega a Pernambuco
Pernambuco recebe 60 mil doses pediátricas
No Recife, tudo pronto para vacinação em crianças. Veja como será.
Fique por dentro das novas restrições
Boa Viagem: Banhista que se vacinar ganha caldinho
Ômicron chega a Pernambuco
Vacina é mais vantagem: Sorteio para quem se vacinar
Influenza ataca 6.392 em Pernambuco
Hospital da Restauração: Pacientes no corredor e ao relento
Ômicron ainda não marca presença em Pernambuco. Mas não dá para relaxar
“Estamos vivendo uma epidemia de Influenza em meio a uma pandemia da Covid 19”
Teleatendimento para Covid e Influenza
Pernambuco não exigirá prescrição médica para vacinação de crianças
Teleatendimento para Covid e Influenza
Aglomeração ou segregação?
Carnaval: Há como evitar aglomeração? O que dizem os cientistas?

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Miva Filho / SES

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.