Coletivo Despudorado: Lacre Inviolável

O nome do grupo é curioso: Coletivo Despudorado. E o do espetáculo, mais ainda: Lacre Inviolável. E o que pode acontecer em um contexto como o que vivemos, com a pandemia e o isolamento social?  A resposta pode estar na apresentação que o grupo faz às 20h do dia 10 de abril, no YouTube  O Lacre Inviolável também será encenado em 11, 17 e 18 do mesmo mês. No mesmo canal e no mesmo horário.

Lacre Inviolável foi escrito por Leonardo Alves. E visa investigar as experiências e fragmentações do indivíduo em sociedade, casando com o momento de pandemia. Segundo a produção da peça, a obra deixa explícito como o egoísmo colabora para o distanciamento das pessoas. Em encenação híbrida, o espetáculo conta sua história em múltiplas vertentes artísticas, tais como: teatro, dança, performance e manipulação de bonecos.

A narrativa começa com cinco personagens, cujos os nomes representam situações:, a artista ou analista, o ilusionista, o moralista,realista e pessimista..  O espetáculo retrata a carga psicológica que as personagens sofrem a partir do avanço midiático, modificando o que são, quem são, e para onde talvez irão.  O assunto do momento não é mais o “eu”  e sim um grande coletivo, trazendo à tona a veracidade que o mundo se torna individualista. Lacre Inviolável é uma realização do Coletivo Despudorado, com o incentivo da Lei Aldir Blanc, por meio da Fundarpe, Secretaria Estadual de Cultura, Governo de Pernambuco e Governo Federal

Com a chegada da pandemia, o contato foi reduzido interferindo de forma direta ou indireta nas relações, o Coletivo Despudorado começou as experimentações com as plataformas digitais, lançando a websérie Chorando no Ônibus de Óculos Escuros.  E reestruturou para o online o espetáculo As Lebres são maiores que os Ursos .  O Coletivo Despudorado teve início em Fortaleza-CE e como um bom itinerante, fixou-se em Recife em 2017.

Entre suas produções, o coletivo passeia por linhas artísticas e explora a sua liberdade em cena. Em 2018, aprovou os projetos Canal Criativo e Mulher Carne no Edital Funcultura/ Governo do Estado de Pernambuco, participou da 2ª edição do Festival Transborda – As Linguagens da Cena / SESC Santo Amaro. O espetáculo  As Lebres são maiores que os Ursos teve estreia na Mostra de Teatro Alternativo do Recife – Outubro ou Nada em 2017 e apresentou seis temporadas em espaços alternativos na cidade do Recife. O coletivo é composto por Brunna Martins, César Pimentel, Leonardo Alves e Thaísa Espíndola.

Leia também:
Festival de Teatro para ver em casa
Publius mostra música inédita em live
Espiral das Artes encerra temporada
Festival de teatro para ver em casa
Jornada virtual, a dana da pandemia
Magiluth: Criatividade em meio à pandemia
Magiluth nada contra a maré
Magiluth busca estratégia de sobrevivência
Ciro   Barcelos: Do Dzi Croquetes ao Moulin Rouge

SERVIÇO:
Espetáculo: Lacre Inviolável 

Data: 10, 11, 17 e 18 de abril 
Horário: 20h
Ingressos:Sympla https://www.sympla.com.br/espetaculo-lacre-inviolavel__1175098
Local: Youtube  https://www.youtube.com/channel/UCB4V3W7dTXfyGwFd3Bq6Bn

Texto:  Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Morgana Narjara / Divulgação

Continue lendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.