Cinco equipes pernambucanas na final de Festival Sesi de Robótica 2021

Essa turma aí da foto tem toda razão de estar assim, animadíssima. É que os garotos e garotas integram uma das equipes do Sesi-PE, que estão na final do maior torneio de robótica educacional do País. Ao todo, cinco equipes pernambucanas disputarão a final do Festival Sesi de Robótica 2021, que ocorre de forma virtual, com acompanhamento em São Paulo, de onde  serão anunciados no sábado (26/6) os vencedores das três modalidades do torneio: F1 in Schools, FIRST Tech Challenge (FTC) e FIRST LEGO League Challenge (FLL). Há equipes do Sertão (Petrolina), Zona da Mata (Escada),  Região Metropolitana (Cabo e Goiana) e Capital (do bairro do Ibura).

As avaliações dos juízes em salas fechadas já começaram e a premiação será transmitida pelo canal do YouTube Sou Robótica. Na modalidade FTC, três times pernambucanos irão para a final. São elas Ogel’yx, do SESI Cabo; Newgen Leaders, do Sesi Petrolina; e Rev Atom, do Sesi Ibura, no Recife. Na F1, quem disputará a final é a equipe GRT, de Goiana. Já na categoria FLL, o time Unity, do Sesi Escada, que disputou com outras 20 equipes na etapa regional, realizada no último mês de abril, será a finalista.

Integrante da equipe Unity, Ester Amanda Santos conta que, desde quando ela e seus colegas souberam que o tema da temporada deste ano seria “RePLAY – esportes e brincadeiras que movimentam o corpo e evitam o sedentarismo”. Então decidiram que queriam realizar um projeto que fosse, sobretudo, útil para a comunidade escolar.  Foi assim que Ester, Allan Marques, Kerem-Hapuque Silva, Robson Fernandes, Silas da Silva e Victor de Lima desenvolveram um jogo de tabuleiro com o objetivo de estimular a prática de atividades físicas em crianças na faixa etária de 9 a 12 anos.

Para avançar de fase no jogo, é preciso realizar provas, que são atividades físicas e devem ser cumpridas. O que evita o sedentarismo, tão comum hoje em dia às crianças que vivem ligadas na tecnologia e no mundo virtual. Ou seja, bem no clima do certame. “Fizemos testagem com cerca de 290 alunos e alunas da nossa escola e o sedentarismo é mesmo real nas crianças dessa faixa etária. Então, diante do que conseguimos realizar, estamos bem animados para essa fase final e por representar o SESI Pernambuco. Esperamos conquistar a premiação”, disse Ester.

Para a gerente de Educação do Sesi-PE, Mirella Barreto, o Festival SESI de Robótica é uma oportunidade para incentivar a cultura de inovação e promover a difusão de diversos conhecimentos entre os jovens. “A robótica educacional tem potencial para desenvolver diversas habilidades nos nossos alunos. E essas habilidades eles levarão para a vida deles. Além disso, se tornarão pessoas mais capacitadas para o mercado de trabalho que vão encontrar daqui a um tempo”, afirmou. Pernambuco já tem toda uma tradição de sucesso na robótica, com premiações em escolas públicas, conforme você pode conferir, em alguns dos links abaixo. Tomara que o Sesi-PE mantenha a tradição.

Leia também
Time de sucesso na robótica
Rede pública: a vez da robótica 
Robótica leva estudantes à Hungria
Robótica: rede pública em destaque
Alunos derrubam 70 mil concorrentes
Matemática: 28 alunos premiados
Tecnologia para resgate de cultura ancestral rende prêmios a estudantes
Você tem fome de quê? De livros
A volta das cartas e dos postais
Estudante de escola pública mostra trabalho sobre sururu em Londres
Escola pública representada no Peru

Alunos “derrubam” 70.000 concorrentes
Estudantes de Escola Pública embarcam para Nova Iorque (Genius Olympiad)
Alunos de escola estadual em Bezerros desenvolvem aplicativo para Fenearte
Alunos fazem aplicativo para Fenearte 
Drama da Paixão: aplicativo para turistas
São João: estudantes criam aplicativo
Na contramão do governo Bolsonaro
Criança Alfabetizada: destaque na educação dará prêmio a prefeitos
Os idiotas úteis e o idiota inútil

Pet vira barreira para reter lixo em canal

Alunos lançam livro na Bienal
Mustardinha: Ecobarreira vai ao Paraguai

Jardim do Baobá: Ribe do Capibaribe
Os pequenos escritores do Recife

Livros artesanais são destaque em escolas públicas do Recife
Alunos fazem livros sobre 20 bairros
Livro em quadrinhos sobre Santo Amaro
Você tem fome de quê? De livros
Alunos derrubam 70.000 concorrentes
Mensagens positivas em muro de escola

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação / Sesi

Continue lendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.