Chef César Santos leva seu saber às escolas públicas em Pernambuco

Chef renomado, referência quando o assunto é cozinha regional sofisticada, proprietário do badalado Restaurante Oficina do Sabor (fundado em 1992) e tema de livro sobre sua própria trajetória, César Santos não é mais só o famoso cozinheiro que já preparou refeições até para presidentes de vários países e para milionários dos Emirados Árabes. Sim, por não sei quantas vezes, em missões diplomáticas e econômicas no exterior, ele chegou a ser convidado para preparar banquetes para autoridades e empresários internacionais.

Ultimamente, o “cozinheiro” – como ele prefere se definir – tem marcado presença em eventos culturais com o seu Instituto César Santos, como ocorreu no recente Festival de Jazz que aconteceu no Parque Santana no Recife. Também começa a movimentar o setor oficial de educação, com o Projeto “Merenda Boa.” Pois não é que ele acaba de ministrar uma oficina a agentes de alimentação escolar de 14 escolas públicas de Pernambuco, situadas no lado sul da Região Metropolitana?  Os agentes receberam ensinamentos em oficina de dois dias, que ocorreu na Escola de Referência em Ensino Fundamental e Médio (Erefem), no município de Jaboatão dos Guararapes, a 18 quilômetros do Centro do Recife.

Pelo visto, se forem seguidos os ensinamentos, a garotada vai ter comida  muito boa, pois a oficina terminou com o preparo de lombo suíno recheado de legumes, cuscuz tropeiro e arroz colorido. Só de pensar nos três pratos, dá água na boca, não dá? Além disso, o Chef repassou conhecimentos gastronômicos, técnicas para a preparação das refeições, sobre reaproveitamento integral dos alimentos e sua transformação.  A parceria do Instituto César Santos com o governo do Estado começou em novembro de 2023.

“O intuito é compartilhar experiências e melhores práticas de cozinha, incluindo adoção de novas receitas, utilização total dos ingredientes, porcionamento, manipulação, higienização e segurança alimentar nos preparos”, informa a Secretaria de Educação de Pernambuco. ”A formação é um instrumento imprescindível para os agentes de alimentação, pois eles desempenham funções que garantem a produção de refeições seguras e saudáveis. E isso está diretamente ligado ao desenvolvimento e rendimento escolar dos alunos”, detalha a superintendente do Programa de Alimentação Escolar, Paula Darling.

A iniciativa busca, também, estimular a autoestima das merendeiras, o uso de receitas e de insumos que conquistem o paladar dos estudantes e ainda incentivar a alimentação saudável dentro e fora da escola, inclusive com uso da agricultura familiar.  Grande César Santos!

Leia também
Prêmio para quintais agroecológicos
Encontro Quintais do Capibaribe valoriza hortas comunitárias
Comunidade Entra Apulso tem a mais nova horta do Recife. Fica na Rua Bruno Veloso
Composcletada estimula uso de resídios orgânicos
Aprenda a fazer sua horta e seu jardim
“Isso não é assalto? Não, é horta no asfalto”
Hortas se espalham no Recife
Hortas orgânicas crescem nas escolas
Hortas fazem a festa nas escolas
Hortas urbanas e kokedamas
Encontro “Quintais do Capibaribe” valoriza hortas comunitárias
Produza seu fertilizante e garanta a colheita da horta urbana ou doméstica
Hortas comunitárias e bicicletas recicladas ganham ajuda de Fundo Ambiental
Três oficinas de hortas caseiras
Aprenda a fazer o seu terrário
A horta itinerante de Isabela 
Isabela: Como fazer sua horta doméstica
Alto José do Pinho tem Projeto Vida Saudável nos Morros
Faça sua horta com pimenta
Curso de horta urbana no Sítio Trindade
Hortas se espalham pelo Recife
Aprenda a fazer sua horta e seu jardim
Hortas orgânicas crescem nas escolas
Sementes que brotam na Zona Norte
O bairro da Tamarineira e o verde oásis na selva de concreto
Mais alimentos saudáveis na mesa do pernambucano: 121 feiras agroecológicas
Pernambuco tem o maior movimento de feiras orgânicas do Nordeste

Faça a feira sem veneno
Com tantos venenos liberados no Brasil, cuidado com o que você come
O Brasil está virando o rei do veneno
Fome, tortura, veneno e maniqueísmo
Agricultura, veneno e genocídio
A fome no Brasil é uma mentira

A mentira da fome e a realidade no lixão do Sertão que comoveu o Brasil
 Casa Forte: Atrapalho em feira orgânica
Para tocar o coração das pessoas
Casa Forte sem feira paralela
Reforço para pequenos produtores
Hortas orgânicas crescem nas escolas
Refazenda lança Coleção Cor de Agrião em feirade produtos orgânicos
Festivas, feirinhas estão de volta
Culinária sustentável: Iguarias com casca de banana

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Divulgação

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.