Bravos “Leões do Norte” lançam livro

Pensem em uma turma para esbravejar.  Durante muito tempo, os meninos do Grupo Leões do Norte formavam uma voz quase solitária em defesa da causa do público gay em Pernambuco. Lembro-me que quando nós, repórteres, precisávamos ouvir alguém sobre discriminação sexual, homofobia,  violência contra homossexuais e outros assuntos do gênero, era a eles que recorríamos. Na verdade, o Leões do Norte foi tão pioneiro nessa luta aqui no Recife quanto o foi o Grupo SOS Corpo, para as batalhas feministas.

Em duas décadas, o movimento gay foi ampliando o foco, passando a GLS, LGBT e começou a crescer. Ganhou dimensão tão grande, que as três letras que caracterizavam a comunidade  agora somam sete: LGBTQIA+. Traduzindo: lésbicas, gays, bissexuais, travestis e trans, queer, intersexuais, assexuados e intersexuais (o termo hermafrodita não é mais utilizado) .  E ainda não são suficientes, tamanha é a sua diversidade. O + serve para incluir outras nomenclaturas. Por exemplo: translésbicas (mulheres trans que se relacionam com lésbicas); pansexuais (pessoas que têm atração sexual por indivíduos, independente do seu sexo); transgêneros (que não se identificam com o sexo que lhes foi atribuído ao nascer), etc.

 

Amanhã (sexta, 25/3) será lançado o livro  20 anos do Movimento LGBT Leões do Norte.O lançamento ocorre no auditório da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), a  partir das 9h. Todo o público está convidado. E o livro é uma boa oportunidade para se saber o quanto foi difícil lutar contra a discriminação. Não é à toa, portanto, que a publicação traz cronologicamente a atuação da ONG, referência no campo dos direitos humanos da população LGBT. Além disso, mostra os principais eventos, seminários, atividades e manifestações públicas que foram documentadas no livro, a partir de imagens do arquivo da instituição.

Movimentos como “Leões do Norte” impulsionaram a chegada às ruas da luta em defesa dos direitos de minorias.

Nesses 20 anos de incidência política, o Leões do Norte tem contribuído na construção e efetivação de políticas públicas para a população LGBT em Pernambuco. Além disso, atua no controle social, formação de lideranças no interior pernambucano e na consolidação de parcerias de organizações da sociedade civil. Ou seja, um trabalho de peso, pelo fim da discriminação e acesso a direitos como o uso de nomes sociais por mulheres e homens trans, por exemplo. Outro destaque do Leões do Norte é o monitoramento permanente das LGBTfobias e acompanhamento de perto das violações de direitos dessa população, com destaque para os assassinatos de LGBTs em todo o estado. Na ocasião, também haverá uma homenagem para as entidades parceiras que incluem sindicatos, ongs, entidades governamentais, órgãos de classe, políticos, imprensa, além de ativistas e lideranças que contribuíram na causa.

Leões do Norte é uma organização da sociedade civil, de promoção, apoio e defesa de direitos humanos, em especial de pessoas lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, intersexuais e outras expressões afetivo-sexuais, tendo como missão atuar na luta contra o preconceito e a discriminação, visando contribuir na construção de climas favoráveis ao respeito e efetivação da cidadania da população de pessoas LGBTQI+, bem como exercer o controle social das políticas públicas do segmento em todo o Estado.

Leia também
Duas costureiras e dois maridos: um cangaceiro e um gay
Lançado Guia Recife+ para movimentar turismo LGTBTI
LGTBTQUIA+: Cueca menstrual para homens trans e pessoas não binárias
Amor, música, casório LGTB
Transcidadania discutida em festival
Livro retrata ousadia do Vivencial
Maria Alcina: a vanguarda da vanguarda
Incluído entre os melhores filmes brasileiros, Tatuagem ganha livro
Ciro Barcelos: Do Dzi Croquettes ao Moulin Rouge
Abraço coletivo contra o preconceito
Covid-19: Apoio para o público LGTB
Entre a sanfona e o forró
Candlelight em clima de protesto
A vida difícil de Maria Clara, a primeira trans brasileira a virar refugiada
Assembleia Legislativa tem primeira candidata trans: Joana Cassotti, do PC do B
Diva Menner no Baião de Dois
Sexta de Música: MPB, black  e LGTBQ

Serviço:
O quê: Lançamento do Livro dos 20 anos do Movimento LGBT Leões do Norte
Onde: No auditório da Assembleia Legislativa de Pernambuco
Quando: Sexta, 25 de março
Horário: 9h
Quanto: o livro será distribuído gratuitamente. Mas a edição é limitada. Terá, depois, E-book e também estará disponível no site do Leões do Norte.

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos:  Letícia Lins/ #OxeRecife e Leões do Norte (Divulgação)

Continue lendo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.