“Mangue Mulher”: clipe mostra vida de pescadoras, com voz de Elza Soares

 “Mangue Mulher”: clipe mostra vida de pescadoras, com voz de Elza Soares

Compartilhe nas redes sociais…

Não é fácil viver do mangue. Principalmente no século 21. Durante décadas, o ecossistema costeiro matou a fome de milhares de pessoas, com a oferta generosa de moluscos, crustáceos, até mesmo peixes, quando a maré sobe. Com a industrialização, a especulação imobiliária, o desmatamento e a poluição, o estoque de pescado só faz cair. Mas mesmo assim, ainda há quem retire da aparente lama preta o seu sustento.

É o caso de mulheres pescadoras do do Cabo de Santo Agostinho e de Ipojuca, que ficam no Litoral Sul da Região Metropolitana. Agora, 45 delas têm a vida mostrada em clipe lançado nessa terça-feira (8/2), pelo Projeto Mangue Mulher. O vídeo Mangue Mulher tem como fundo musical Banho, interpretada por ninguém menos que outra mulher guerreira, a saudosa Elza Soares (1937-2022). O clipe foi idealizado pelo Fórum Suape, organização que defende a preservação dos recursos naturais e das populações do Litoral Sul, impactadas com a implantação do Complexo Industrial Portuário de Suape. O video decorre de parceria com o Centro de Assistência e Desenvolvimento Integral (CADI/Gaibu), Centro das Mulheres do Cabo (CMC), Todas Para o Mar (TPM). O projeto teve apoio, também, do Fundo Casa Socioambiental.

As pernambucanas labutam em ambiente profissional ainda dominado pelos homens e têm pouca representação, por exemplo, nas colônias de pesca. Muitas, também, não oficializaram a situação junto aos órgãos competentes, que lhe garantiriam benefícios previdenciários. Não é a primeira vez que as mulheres do mangue são documentadas. Em 2021, foi lançado o livro Mães do Mangue – Cozinha da Maré, sobre os quitutes das pescadoras do Pará. O clipe Mangue Mulher mostra, portanto, o dia a dia dessas mulheres das águas. Quem vai ao barzinho consumir ostras, camarões, caranguejos, não imaginam como é grande a luta das pescadoras, a vida na canoa, os caminhos dos manguezais, o pé na lama. O clipe mostra, ainda, força ancestral que carregam e a relação delas com os seus territórios. A música  Banho, é de autoria de Tulipa Ruiz. A intérprete, Elza Soares, autorizou antes da sua morte o uso da sua voz no clipe.

O lançamento acabou de acontecer pelo Youtube do Fórum  Suape, e o clipe já pode ser conferido. E já está no ar. Confira aqui:

 

Leia também
Mães do Mangue: Cozinha do Mangue
MapBiomas: Manguezais do Nordeste são os mais ameaçados
Vida para o caranguejo-uçá
Deixe o mangue para o caranguejo
Começa segundo defeso do caranguejo-uçá de 2021. Não consuma!
Caranguejo-uçá: Todo mundo quer comer, na praia, no bar. Mas preservar…
Defeso: Verão sem  consumo de caranguejo a partir do dia 14 de janeiro
Respeite o faxineiro da natureza
Defeso: Não coma caranguejo-uçá
Não consuma caranguejo-uçá: defeso
População em defesa dos caranguejos
Proibido comer guaiamum
A matança dos guaiamuns ameaçados
Guaiamuns ameaçados são liberados
Evite comer crustáceos ovados
Comer lagosta ovada é não ter coração
Resíduos deixados no manguezal são como garrote na veia: gangrena o corpo
MapBiomas: Manguezais do Nordeste são os mais ameaçados do Brasil
Mães do Mangue: Cozinha da Maré
Rio Tatuoca: “Rios livres, mangues vivos”
No Dia Mundial de Proteção ao Mangue, ferramenta para preservá-lo
Maracaípe: ecoturismo, manguezal e trilha flutuante
Pescado está liberado para o consumo
Litoral Sul: turismo sustentável?
Salvem tartarugas e caranguejos
Recife, mangues e “aldeões guaiás”
Capibaribe: unidades de conservação
Emlurb limpa rio e tartaruga luta para sobreviver no meio do lixo
Comunidade quer a volta do caranguejo gigante na Rua da Aurora

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Letícia Lins / #OxeRecife e Divulgação / Fórum Suape

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.