Artistas desafiam a insegurança e fazem espetáculo noturno no Parque Treze de Maio, no Centro

 Artistas desafiam a insegurança e fazem espetáculo noturno no Parque Treze de Maio, no Centro

Compartilhe nas redes sociais…

Atenção, órgãos de segurança! Todo cuidado é pouco, na próxima sexta-feira, no Parque Treze de Maio, que tem sido constantemente alvo de reclamações da população por conta de frequentes assaltos às pessoas que ali acorrem para lazer ou prática de exercícios físicos. Então, é bom que a Guarda Municipal e a Secretaria de Defesa Social escalem equipes extras para 19h30m do dia 14/4, quando ali haverá a estreia do espetáculo de dança contemporânea Lumiar. A apresentação é gratuita,o que indica que pode atrair um bom público. O que é muito bom, pois é uma forma de democratizar o acesso à cultura. Moradores de bairros do Centro esperam que a produção tenha solicitado reforço de segurança aos órgãos de defesa social.

Lumiar tem direção e performance da artista Marina Mahmood.  A trilha sonora será executada ao vivo pelos músicos Iezu kaeru, Diego Drão e Daniel Fino. Haverá acessibilidade e audiodescrição. Tomara que tudo aconteça em paz, como requer qualquer evento. “Lumiar é um espetáculo que busca resgatar a essência humana estimulando o acesso a memórias ancestrais através do movimento do corpo, da interação com o elemento fogo e de estímulos sonoros que dançam junto”, informa a produção. “O ambiente criado vai, aos poucos, convidando o público a imergir em suas realidades internas, instintos e intuições, materializando e transmitindo sensações a partir da alquimia desenvolvida pela intérprete”. A dançarina e performer utiliza materiais como bambolê, ferros e pó de serra para criar a relação com o fogo, em uma performance que inspira a “potência que há dentro de todos nós, o amor, o auto amor, a magia de viver”.    Chama a atenção a presença do fogo, no espetáculo. “Permanecer ou dançar ao redor do fogo nos conecta com a natureza e nos lembra que, apesar de humanos, somos divinos”, diz ela.

Após a apresentação da performance Lumiar, a programação segue, às 20h30, com um debate que irá promover uma interação entre o público e a equipe criativa do espetáculo, contando com intérprete em libras para pessoas com deficiência auditiva. Às 21h haverá, ainda, a exibição da videodança Corpo Onírico. O Projeto Lumiar propõe ações educativas e de intervenção urbana, e após a apresentação no Treze de Maio, deverá fazer uma outra   comunidade da Ilha de Deus, na Imbiribeira. A data ainda não foi definida. A ilha é uma Zona Especial de Interesse Social” (ZEIS) e representa uma das maiores áreas de mangue em zona urbana do Brasil. O projeto Lumiar tem patrocínio do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura (Funcultura-PE) e apoio do Centro Cultural Brasil Alemanha (CCBA), Centro Cultural Mercado Eufrásio Barbos e da Casona Estúdio. O evento é aberto ao público e será uma oportunidade para apreciar a arte e refletir sobre as possibilidades de inclusão na cultura.

Leia  também
Parque Treze de Maio tem novos assaltos no final de semana
Frequentadores reclamam da insegurança no Parque Treze de Maio
Pelos parques do Recife; Treze de Maio
Sopro d’ Água: Que tal lembrar o Dia da Água assistindo a um espetáculo de dança?
Corpo Ritual: Grupo Totem comemora 35 anos abrindo inscrições para oficina gratuita
Mulheres  ganham ruas e palcos com Mostra Teatral Rosa dos Ventres
Corpo Onírico junta sonho e natureza
Acervo e memória da dança em Pernambuco
Entranhas e estranhas marcas: Dança, fêmeas, cicatrizes
Mostra de dança acaba com três espetáculos no Santa Isabel
Conceição em Nós: Dança retrata Morro
Capoeira vira patrimônio cultural e imaterial de Pernambuco
Mostra de dança tem DNA do frevo
Relacionamento abusivo vira espetáculo de dança “Eu Mulher”
Quando a dor do câncer vira dança
Dança sobre vida depois da morte
História de Brasília Teimosa vira dança
Entra apulso no palco: “Pode entrar”
Noite flamenca na terra do frevo
Quadrilhas ganham palcos
Chico Science redivivo
O homem de mola do Guerreiros do Passo
Renta Tarub: Dança e inclusão social
Jornada virtual, a dança da pandemia
Violetas da Aurora em movimento
Maracatu rural: as mulheres guerreiras
A única mestra de maracatu
Capiba, o gênio da música ganha espetáculo em sete ritmos
Cecília Brennand festeja mais um acerto do Aria Social com homenagem a Capiba
Capiba: Pelas ruas eu vou volta ao palco do Teatro Santa Isabel
Depois de arrebatar 75 prêmios, A Cor Púrpura faz temporada no Teatro do Parque

Serviço
Estreia do espetáculo “Lumiar”
Data: 14/04/2023 (sexta-feira)

Local: Alameda Central do Parque Treze de Maio, bairro Boa Vista, centro do Recife-PE
Programação:
19h30 – Apresentação de Lumiar com audiodescrição (40’) – é preciso reservar o equipamento de audiodescrição com antecedência pelo número: (81) 99528-9394
20h30 às 21h – Debate com equipe e intérprete em libras
21h às 21h20 – Exibição de videodança Corpo Onírico
Mais informações: no Instagram @marinabmahmood
Acesso: gratuito e aberto ao público

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Flora Negri /Divulgação

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.