Aos 62 anos, boneca Barbie vira “verde” e é feita com plástico reciclado

 Aos 62 anos, boneca Barbie vira “verde” e é feita com plástico reciclado

Compartilhe nas redes sociais…

A Barbie é “fashion”. E também polêmica. Para muitos, é símbolo da sociedade do consumo e da cultura do supérfluo. Já chegou até a ter a venda proibida no Irã . Talvez a mais popular do mundo, a boneca, quem diria, ficou “verde”. Ou melhor, já não ostenta só o look da estação, dos “passeios”, ou mesmo de fantasias que a transformam em fada ou sereia. Aos 62 anos, ela adotou o “discurso” ecologicamente correto. É que a Mattel – fabricante do brinquedo – acaba de anunciar o lançamento da linha eco Barbie Loves the Ocean, a primeira de bonecas confeccionadas com 90 por cento de plástico reciclado.

O plástico, como se sabe, é responsável por uma  das tragédias ambientais do século 21. E a previsão é que em 2050, haja mais plásticos do que peixes nos oceanos, caso esse material permaneça sendo descartado como é hoje.  Natural, portanto, que as empresas que utilizam o plástico em seus produtos façam a sua parte. A Mattel é apenas uma a mais das muitas corporações que vêm anunciando produtos com plástico reciclado. Pelo menos aqui no #OxeRecife,  chegam notícias  da utilização de plástico que era lixo,  na fabricação de produtos que vão de mouses a óculos esportivos, de embalagens para confecções a maquinetas para cartões de crédito ou débito. Há óculos fabricados até com canudinhos coletados nas praias.  No caso da Mattel, o plástico é recolhido antes de chegar aos oceanos. A nova campanha de Barbie para o lançamento da linha se chama “O futuro do Pink é Verde”, e pretende engajar as crianças na causa de um futuro mais respirável .

De acordo com a empresa, a nova coleção reforça o objetivo sustentável da Mattel em usar apenas plásticos 100% reciclados, recicláveis ou bio-baseados em todos os seus produtos e até 2030. O apelo da boneca, “preocupada” com meio ambiente não é novo. Em 2018,  já circulava propaganda da Barbie “ecológica, ambientalista e ativista”, feita com plástico reciclado . Também surgiu a Barbie Amazônia. Só que agora é toda uma coleção lançada com essa característica. A Mattel é a maior fabricante de brinquedos do mundo. A empresa diz que a Barbie “continua dedicada em evoluir sua plataforma global para criar um mundo melhor para as crianças, trazendo temáticas de diversidade, inclusão, oportunidades iguais e agora sustentabilidade em sua comunicação”.

A linha ecológica traz três bonecas, playsets temáticos e acessórios de praia, todos fabricados com plástico reciclado. Um novo episódio de Barbie Vlogger com a temática de sustentabilidade será lançado no popular canal no YouTube da Barbie. Intitulado como ‘’Barbie Shares Ways We Can All Protect the Planet”, a boneca ensina a importância de cuidar do meio ambiente e como as mudanças de hábitos diários podem impactar com esse objetivo. • Campanha “O futuro do do pink é verde”: O projeto da Barbie em parceria com BBH LA (Bartle Bogle Hegarty Los Angeles) tem o intuito de promover o cuidado e a proteção do planeta, inspirando as crianças sobre a importância da sustentabilidade de uma forma lúdica.  Seria muito bom se a Mattel colocasse, em cada embalagem, um recado “verde” da boneca. Explicando de que ela é feita, da ameaça que o plástico representa na natureza e o papel de cada  indivíduo para evitar que um desastre maior aconteça. Assim, entre uma iniciativa e outra, aos poucos, vai-se formando uma geração com consciência ambiental diferente da que temos hoje. Tudo que o Planeta precisa!

Abaixo, confira outras iniciativas que tentam “limpar” a natureza.

Leia também
Alerta de um homem do mar
Dell anuncia mouse a  partir de plástico reciclado de garrafas PET
Reciclagem para poupar os oceanos
Óculos ecologicamente corretos feitos com plásticos colhido no mar
Mar: mais plástico do que peixe em 2050
Canudos plásticos de praia viram óculos e natureza agradece
Plásticos nas praias viram embalagens
Xô, plásticos. A vez das canecas
O lixo que virou lixeira
Reciclagem de plástico rende utensílios domésticos e corrimão nos morros
Quatro milhões de canudos a menos no mercado
Dia Internacional sem sacos plásticos. Vamos nessa?
Nestlé quer embalagem biodegradável
Campanha contra plástico rende prêmio
Plásticos poluem Boa Viagem
Mutirão espontâneo contra o lixo
Plásticos viram vilões das tartarugas
Colete três plásticos na areia
Maquininha de passar cartão feita com plástico reciclado do mar
250 milhões de tampinhas retiradas da natureza em seis estados
Boa Viagem: #sechegaragentelimpa
Óleo derramado em 2019 deixa marcas praias de Pernambuco
Óleo: União inerte, omissa e ineficaz
Startup faz campanha contra lixo
Prêmio de R$ 50 mil para quem no mundo melhor limpar sua comunidade
Catadores tiram 5 milhões de latinhas deixadas pela folia em Olinda
Brasil tem camisa carbono zero
Lixo plástico vira cinema nas escolas
As garrafas biodegradáveis da Bacardi
Água mineral copo biodegradável
Reciclagem de esponjas poupa natureza
Boa ação na coleta de… sutiãs
250 milhões de tampinhas retiradas da natureza
Do lixo ao luxo
Pneus na guerra contra o lixo
Não jogue lixo eletrônico no Capibaribe
Troque o lixo eletrônico por plantas
A reciclagem da Renova Ecopeças
A Serra Pelada de Sinha é só riqueza
Resíduos deixados no manguezal são como garrote na veia: gangrenam o corpo

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação / Mattel

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.