A longa trajetória dos bois que sugiram no Natal e hoje animam o carnaval pernambucano

 A longa trajetória dos bois que sugiram no Natal e hoje animam o carnaval pernambucano

Compartilhe nas redes sociais…

Tem quem ache que carnaval é seguir algum bloco, cair no frevo, no meio da rua. Mas há quem prefira ver o desfile da riqueza cultural da maior festa popular do Recife, e talvez a mais diversificada. O desfile de agremiações na Avenida Dantas Barreto tem atraído uma multidão de curiosos, para ver de perto manifestações como o boi de carnaval, que não tem tanto brilho quanto os lanceiros do maracatu rural ou quanto às fantasias dos blocos líricos. Os bois não são exclusivos de Pernambuco, e podem ser vistos, também, em outros estados do Nordeste (Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Alagoas) e de outras regiões, como o Norte (Amazonas).

No entanto, no livro “Espetáculos Populares do Nordeste”,  Hermilo Borba Filho (1917-1976) considerava “o bumba-meu-boi o mais original de todos os espetáculos populares nordestinos”. E explicava: “Embora com influências europeias, sua estrutura, seus assuntos, seus tipos são caracteristicamente brasileiros e a música que atravessa todo o espetáculo – da Cantadeira ou das figuras – possui um ritmo, uma forma, uma cor nacionais”. De acordo com Pereira da Costa (1851-1923), os bois tiveram sua origem  nas festas do ciclo natalino. Mas, enfim, chegaram ao carnaval. E a prova, foi a presença desses grupos na passarela da Dantas Barreto e em outros focos da folia da capital pernambucana.

Figura importante do Boi, o Mateus representa o empregado de fazenda que se rebela contra injustiças sociais

Independente do desfile oficial, há outros bois que marcam presença no carnaval, como o Boi da Macuca (que surgiu em 1989) e o Boi Marinho (criado em 2000 por Helder Vasconcelos). Mas outros grupos, bem tradicionais, marcam presença, claro. E integram a relação oficial de agremiações que participam da programação elaborada pela Prefeitura. Um desses é o Boi Malabá, um dos exemplos de resistência do Recife. O Boi é dirigido por Sandra Cristina de Sá, que assumiu o lugar do pai doente. Há 20 anos ela tem essa missão, de deixar de pé o boi fundado pela família.

Na noite da segunda-feira, o Boi  Malabá se apresentou  na Dantas Barreto com uma composição tradicional: pastorinhas (que ainda hoje compõem o folguedo, que teve origem nos autos natalinos); animais como a Ema e a  Burrinha; e personagens como o  Padre, Capitão, Mateus (foto central), Catirina o Diabo. E ainda o Morto-carregando-o-vivo, a Caipora, Anjo, Índios, Mané Pequenino. É um cortejo onde todos reverenciam a figura do personagem principal, o Boi. Na apresentação, o “animal” evolui com rodopios, acompanhando todo o teatro que segue contando a historinha do cortejo.

Outro que se destacou na passarela foi o Boi de Mainha, do bairro do Ibura. O cortejo existe há 29 anos e em 2023 foi campeão da categoria. Já tem um total de cinco títulos de vencedor e outros tantos de vice. Este ano se apresentou com 82 componentes, a maioria são familiares dos fundadores (originalmente uma apresentação de Bumba-Meu-Boi dura até oito horas). O presidente e mestre do cortejo (Libânio da Silva), a esposa (Ana Cláudia) e os dois filhos integram a agremiação junto com amigos da comunidade do Ibura, bairro popular do Recife. “O boi é vida, morte e ressurreição. É esse ciclo e a preservação da cultura que me motiva a continuar fazendo o folguedo”, explica Silva. Os dois grupos se destacam, ainda, pelo trabalho social que fazem nos bairros onde possuem suas sedes. Estima-se em cerca de 300 os bois existentes em Pernambuco.

Leia também
Segunda-feira de blocos líricos e de maracatus na Noite dos Tambores Silenciosos
Carnaval de Pernambuco: Caleidoscópico e multicultural
Raquel Lyra prestigia folia dos papangus
Redivivo, Chico Science ocupa o palco do Marco Zero com recursos da Inteligência 
Carnaval está apenas começando 
Estacionamentos da Prefeitura, TRF e TRT estarão à disposição do folião
Alegoria gigante do Galo é aplaudida por milhares e balsa é novidade
Olha! Recife tem edição especial de carnaval Balsa Frevo D’ Água em clima de folia
Alegoria do Galo está linda, imponente e politicamente correta. Mas o entorno…
“Poleiro” da alegoria gigante do Galo, Ponte Duarte Coelho perde cobre para vândalos
Corrida do Galo atrai 2 mil atletas
Alegoria gigante: Galo da Paz, cheio de mensagens e significados
Começam inscrições para acesso ao camarote do Galo de pessoas com deficiência
Vistoria no percurso do Galo da Madrugada vê riscos no descalabro da fiação aérea no centro
Depois do Galo Ancestral, que tal Leopoldo Nóbrega para idealizar os carros alegóricos do bloco?
Qual o Galo mais bonito e o mais feio?
Alegoria do Galo e sustentabilidade
Galo tem 14 filhos no Brasil e no exterior
O Galo e suas alegorias
Carnaval do Recife: Grande festa,falta de transparência e os números duvidosos do Galo
…………………
Antônio Nóbrega é homenageado pela Escola de Samba Porto da Pedra na Sapucaí
Lia, a Rainha da Ciranda, será homenageada em duas escolas de samba em 2024, no RJ e em SP
Carnaval 2024 no Recife  terá dois grandes homenageados: Lia da Ciranda e Chico Science
Dançarino, Rei Momo já tentara o título seis vezes
Fim de semana tem Amantes de Glória e Aurora dos Carnavais
Alegoria gigante: Galo da paz, cheio de mensagens e significados
Vistoria no percurso do Galo da Madrugada vê riscos no descalabro da fiação aérea no centro
Claudionor Germano, 90 carnavais. Espetáculo homenageia cantor de frevos
Concurso de passistas no Pátio de São Pedro
Caboclinhos e índios no Pátio de São Pedro
Vejam quem são os melhores abre-alas da folia
De olho no carnaval, Terça Negra começa série de edições especiais no Pátio de São Pedro
Pátio de São Pedro sai do marasmo e tem encontro de blocos
Olha! Recife programa doze passeios sobre carnaval
Blocos líricos movimentam o Pátio de São Pedro. No Pina, encontro de maracatus
João Campos e Raquel Lyra fazem reunião sobre segurança no carnaval. Mas…
Carnaval com mais um dia tem inédito “Tambores pela Paz”
Veja quem são os finalistas do concurso para Rei Momo e Rainha do Carnaval 2024
Olha! Recife em ritmo de carnaval e inclui aula de frevo com os Guerreiros do Passo
Aplausos para a cirandeira Lia de Itamaracá e as quatro homenagens no carnaval do Brasil
Vistoria no percurso do Galo da Madrugada vê riscos no descalabro da fiação aérea
Carnaval 2024 do Recife terá mais um dia e 3 mil atrações, 200 a mais do que no ano passado
Aplausos para a Cirandeira Lia de Itamaracá e as quatro homenagens no carnaval do Brasil
Camarote inclusivo no desfile do Galo da Madrugada
Informações sobre carnavais passados:
Carnaval do Recife: grande festa, falta de transparência e números duvidosos do Galo
No Recife e em Olinda, carnaval não acabou
Incrível folia termina deixando saudades e gostinho de quero mais. Viva o carnaval
Depois do Galo Ancestral, que tal Leopoldo Nóbrega para idealizar os carros alegóricos do bloco?
Qual o Galo mais bonito e o mais feio?
Alegoria do Galo e sustentabilidade
Galo tem 14 filhos no Brasil e no exterior
O Galo e suas alegorias
Carnaval do Recife: Grande festa,falta de transparência e os números duvidosos do Galo
Concurso de passista sno Pátio de São Pedro
Caboclinhos e índios no Pátio de São Pedro
Vejam quem são os melhores abre-alas da folia
De olho no carnaval, Terça Negra começa série de edições especiais no Pátio de São Pedro
Pátio de São Pedro sai do marasmo e tem encontro de blocos
Olha! Recife programa doze passeios sobre carnaval
Blocos líricos movimentam o Pátio de São Pedro. No Pina, encontro de maracatus
João Campos e Raquel Lyra fazem reunião sobre segurança no carnaval. Mas…
Carnaval com mais um dia tem inédito “Tambores pela Paz”
Veja quem são os finalistas do concurso para Rei Momo e Rainha do Carnaval 2024
Olha! Recife em ritmo de carnaval e inclui aula de frevo com os Guerreiros do Passo
Aplausos para a cirandeira Lia de Itamaracá e as quatro homenagens no carnaval do Brasil
Vistoria no percurso do Galo da Madrugada vê riscos no descalabro da fiação aérea
Descalabro na fiação e nas conexões
Carnaval 2024 do Recife terá mais um dia e 3 mil atrações, 200 a mais do que no ano passado
Aplausos para a Cirandeira Lia de Itamaracá e as quatro homenagens no carnaval do Brasil
Camarote inclusivo no desfile do Galo da Madrugada
Carnaval do Recife: grande festa, falta de transparência e números duvidosos do Galo
No Recife e em Olinda, carnaval não acabou
Incrível folia termina deixando saudades e gostinho de quero mais. Viva o carnaval do Recife
Exército (de 1,1 mil  pessoas) atua na limpeza do Recife  nos polos de carnaval
Setor que só faz crescer, entra na onda do carnaval e fantasias para pets fazem o maior sucesso
Bairro do Recife volta ao passado com bocos líricos
Noite de samba no Marco Zero
Maracatu rural, maracatu nação, frevo, ursos,bonecos e até blocos líricos para crianças
Carnaval organizado e desorganizado, espontâneo como a festa tem que ser
Nóis sofre mais nóis goza não bota a cara na rua em 2023
Depois do Galo Preto Ancestral, que tal Leopoldo Nóbrega para idealizar os carros alegóricos do Galo?
Dia de reverenciar a cultura negra com o Galo Ancestral,Ubuntu, Tumaraca
Veja onde comprar produtos carnavalescos de bom gosto no meio do foco da folia
Dia de “caboclinhos” e “tribos de índios” nas ruas do Recife
Bloco ironiza atendimento na rede pública de saúde
Doutores da Alegria: Bloco do Miolo Mole faz show e depois ganha as ruas em 16 de fevereiro
Poço da Panela sofre com poluição sonora dos paredões e festas privadas. Cadê a fiscalização?
Carnaval já está nas ruas: maracatus, caboclinhos, afoxés, muito frevo
Camarote inclusivo no Galo da Madrugada
Poço da Panela sofre com  poluição sonora dos paredões e festas privadas. Cadê a fiscalização?
Festa com frevo na Zona Norte
O Grito da Véia, o único bloco carnavalesco sustentável do Planeta agita a Boa Vista
Zona Norte tem Segurando o talo, Pisando na Jaca e Mulher de Bigode
Domingo de prévia do Bloco Mulher de Bigode no Poço
Noites de quarta e quinta com desfile de blocos líricos no Pátio de São Pedro
Terça Negra movimenta hoje o Pátio de São Pedro
Veja o roteiro e o novo horário da Caminhada do Frevo
Aurora dos Carnavais e Coroas de Aço Inox movimentam o domingo no Recife do frevo
Doutores da Alegria: Bloco do Miolinho Mole movimenta hospitais
Carnaval inclusivo: Festa no Praia sem Barreiras e no Balança Rolha, este para autistas
Eu acho  é pouco ganha as ruas logo pela manhã em Olinda
Sábado será movimentado no Recife com “Os Amantes de Glória”
Veja o roteiro e novo horário da tradicional Caminhada do Frevo dosMeninXs de Rua
Caetano Veloso na festa de abertura do carnaval do Recife
Rei Momo e Rainha do Carnaval têm histórico de persistência, superação e amor ao frevo
Carnaval inclusivo: Rei e Rainha do Carnaval da Pessoa com deficiência
“#VolteiRecife”: Depois de dois anos sem sua maior festa popular, capital faz carnaval  eclético
Domingo de prévia do Mulher de Bigode
De salto para o Frevo
Terça Negra faz três edições especiais até o carnaval
Quarta feira de festa no Pátio de São Pedro e na Zona Sul
Frevo comemora dez anos como patrimônio da humanidade
Que tal cair no frevo sem errar o passo?
Um Frevo Guardado, de PC Silva, comemora o retorno do carnaval
Guerreiros do Passo rendem 5 mil foliões e ampliam trincheira do frevo
Já estão abertas as inscrições para concursos carnavalescos
Carnaval vem aí. Habilite seu bloco, troça, maracatu, la ursa, ou seu grupo musical para a festa
Maracatu rural, as mulheres guerreiras
Segunda-feira de chuva sem blocos líricos. Só saudade
Depois dos pastoris, os blocos líricos
Queima da Lapinha:vem aí o carnaval
Centenário Bloco das Flores ganha expô
Não deixe de participar do Baile do Bloco da Saudade
Blocos líricos fazem a festa no Pátio
Pátio tem romantismo dos blocos
Blocos líricos animam o Recife Antigo
Pátio tem romantismo dos blocos líricos
Blocos tomam o Pátio de São Pedro
Aurora dos Carnavais na Rua da Aurora
“Carnaval Cultural” mostra ícones da festa
Blocos líricos vão às ruas no domingo
Os antigos carnavais em fotos
Frevo de bloco no bairro do Recife
O carnaval melhor do meu Brasil
Os antigos carnavais em foto
O “galo mais feio do mundo” virou “galeto”
Qual o Galo mais bonito e o mais feio?
Alegoria do Galo e sustentabilidade
Penas do Galo chegam a 4 metros 
Galo tem 14 filhos no Brasil e no exterior
O Galo e suas alegorias
Camarote inclusivo para o Desfile do Galo
Vândalos derrubam escultura do Galo
Sexta livre no Galo da Madrugada

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Brenda Alcântara / Divulgação / PCR

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.