“A coisa esquentou, vem prá sombra!”

 “A coisa esquentou, vem prá sombra!”

Compartilhe nas redes sociais…

Responsáveis pela recuperação de um terreno que vivia tomado de lixo – e hoje transformado em horta comunitária – moradores de Casa Amarela realizam o seu carnaval no domingo (24).  É o Carnahorta, que entra na sua quarta edição. Em 2019,o Bloco Carnahorta presta homenagem à Associação Metropolitana de Ciclistas do Recife (Ameciclo).

E o que tem a ver a horta comunitária de Casa Amarela com a Ameciclo? Tudo a ver. É que ao decidir se apropriar do imóvel que vivia com entulhos, metralhas, exalando mau cheiro e liberando ratos e escorpiões, os integrantes da Ameciclo ajudaram, e muito, na implantação da iniciativa. Ciclistas do Recife colocaram mãos à obra, no momento de maior necessidade do trabalho coletivo. Atuaram como voluntários. A Ameciclo também briga pela implantação de maior quantidade de faixas exclusivas para bikes no Recife e pelos direitos dos ciclistas, luta também dos moradores de Casa Amarela, um dos bairros mais populosos do Recife.

Com a transformação do terreno degradado em área verde e com a quantidade cada vez maior de ilhas de calor no Recife – o que atrapalha a vida de pedestres e ciclistas em particular, e do recifense em geral  – o tema do Carnahorta  é “A coisa esquentou, vem prá sombra!”, em 2019. A programação tem início às 11h, com os DJs Vitrola e Marco da Lata. Às 15h30m,chega orquestra de frevo para animar a moçada. Às 16h, ocorre a homenagem à Ameciclo. E às 16h15m, tem início o desfile do bloco pelas ruas do bairro. Na Horta Comunitária (Rua Professor Souto Maior) haverá barraquinhas com venda de feijoada, espetinhos, salgados, picolés, bebidas e até lanches veganos. O acesso ao bloco é gratuito, mas quem quiser colaborar pode comprar a camiseta do Carnahorta 2019, a R$ 20 a unidade.

Leia também:
Sementes que brotam na Zona Norte
Horta urbana sai com bloco Carnahorta
Arborização solidária em Casa Amarela 
Vá de bike com a La Ursa Tours 
Respeitem as bikes. Xô apressadinhos
As bikes floridas de Cartagena
“Plana, o Recife é ideal para pedalar”
O índice de felicidade urbana do Recife
Você está feliz com o Recife?
Primeiro transplante urbano é no Jardim Secreto

Texto e foto: Letícia Lins/ #OxeRecife

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.