Porto de Galinhas: O outro lado do paraíso

Nem tudo em Porto de Galinhas é mar cristalino, arrecifes e peixinhos coloridos. Um dos principais destinos turísticos do Brasil e o mais disputado do Litoral Sul, a praia tem, também, áreas de carência extrema. Uma delas é a Comunidade de Salinas, onde as habitações são precárias e faltam serviços básicos como saneamento e abastecimento d´água. Saneamento ali, aliás, é um problema como é em Pernambuco quase todo.

Uma vez estive em áreas carentes de Porto de Galinhas, onde a maior parte das pessoas que entrevistei já havia enfrentado esquitossomose, verminose muito frequente nas rurais do Nordeste no século passado, e que é contraída em rios, lagoas, riachos que ficam perto de locais sem saneamento e onde os dejetos domésticos são depositados em cursos d´água. Elas  moravam à beira de um rio, que servia de latrina para os casebres. Quando houve uma enchente, o caramujo que hospeda o transmissor da doença se espalhou e terminou contaminando até veranistas.  A pobreza permanece, bem perto dos hotéis e resortes de luxo. Falta tudo, até saneamento.

De acordo com o governo de Pernambuco, o percentual de saneamento em Porto de Galinhas não passa de 20 por cento. Por esse motivo, nesta semana o Governador Paulo Câmara (PSB) autorizou R$ 60 milhões em investimentos que permitirão aumentar aquele percentual para 60 por cento. As obras devem ser concluídas em 2023, beneficiando 28 mil pessoas.  Estão previstas implantação e recuperação de estações elevatórias e de esgoto, assim como a implantação de 25 quilômetros de rede coletora e recuperação de 3,5 quilômetros. O trabalho será feito pela Compesa.  É uma pena que uma praia paradisíaca e esteja nessa situação, agravada  pela superpopulação registrada no verão, nos finais de semana e nos feriados. E as autoridades locais não ajudam, pois a própria Prefeitura já foi multada por despejar esgoto nas areias da praia.

O #OxeRecife chegou a noticiar o crime ambiental com a devida punição. A pobreza também é grande na periferia de Porto de Galinhas, o que vem motivando ações sociais na região.  No próximo domingo, Salinas recebe a visita do Projeto Jovem em Ação.

O objetivo do encontro é levar alegria a cerca de 300 crianças, que terão diversão, presentes, guloseimas.  No final de última semana, 200 meninos e meninas já haviam sido atendidos pelo projeto social, que foi criado para ajudar as famílias do Litoral Sul.  O Projeto Jovem em Ação foi criado neste ano, com objetivo de ajudar crianças, jovens e adultos das comunidades carentes da região. No próximo domingo (31), o projeto fará outra ação no local e a expectativa é de que mais de 300 crianças sejam contempladas na ocasião, onde hotéis de luxo convivem com pobreza da população.

Atualmente, 15 pessoas estão envolvidas na ação social. São profissionais liberais, servidores públicos, proprietários de empresas de Porto de Galinhas, como bares e mercadinhos. O projeto surgiu para ajudar pessoas que não possuem uma boa qualidade de vida. Em Ipojuca, município onde fica Porto de Galinhas, são muitas as famílias que se encontram em condições de vulnerabilidade social.

A iniciativa também atua no combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes, combate à pobreza e apoio a mulheres vítimas de violência doméstica, segundo o Embaixador do Projeto, José Guevara. Ele que usa as redes sociais para ampliar a rede de solidariedade. Guevara tem 500 mil seguidores no Instagram. Abaixo, você confere outras sobre Porto  de Galinhas e outras ações sociais.

Leia também
Prefeitura joga esgoto em em Porto de Galinhas e leva multa
Paraíso dos turistas, Porto de Galinhas enfrente despejo de esgoto doméstico
Praia do Muro Alto ganha condomínio ecológico
Casas de farinha têm turismo comunitário
Guadalupe vai ter turismo rural comunitário e sustentável
Bom Jesus ganhará primeiro shopping de empreendedorismo social do país
Palafitas vão ganhar live a partir de barco: “o rio vai pegar fogo”
Corona vírus e a rede de solidariedade
Rede de solidariedade só faz aumentar
Pandemia: a corrente do bem
Vaquinha para a venda de Seu Vital
Pás retomam produção de máscaras
Pandemia com delivery de palhaços
Olha pró céu, meu amor… em casa

Brasil, Recife, pandemia e eventos
Sem festa e com cachê garantido
Pandemia tem delivery de palhaços
Clube das Pás: Das festas à pandemia
Pandemia: Socorro para os artesãos e venda virtual
Bia: Remédio contra o confinamento
Sem festa, mas com cachê garantido
Augusto César nas Pás: Vou escalar todo seu corpo
Clube das Pás: festa de dança virtual
Pandemia: As estátuas mascaradas contra o coronavírus nas ruas do Recife
Jardim Secreto faz vaquinha para ajudar Caiara
Cufa-PE vai às favelas contra o coronavírus
Trem do bem: desinfecção e doação
Canibbal contra o coronavírus
Doação de alimentos por agricultores da reforma agrária

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos:  Acervo #OxeRecife (AHPG) e Divulgação (Ação Jovem)

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.