Susto: Jacaré achado em quintal

Haja jacaré. De vez em quando, aparece um longe do ambiente silvestre onde deveria estar. No Recife, que é cortada por rios, riachos e canais, eles se tornam ainda mais frequentes em espaços urbanos. Há pouco tempo, as imagens de um jacaré atravessando a Avenida Dezessete de Agosto, em Apipucos, viralizaram nas redes. Tranquilo, ele não estava nem aí para a ameaça de atropelamento. Teve até carro que parou, para deixar o animal passar.

Nesta semana, apareceu mais um, dessa vez no município de Camaragibe, que é vizinho ao Recife, e fica na Região Metropolitana. Um jacaré do papo amarelo (Caiman latirostris) adulto foi encontrado no terreno de uma residência que fica atrás da Prefeitura daquele município, localizado a dez quilômetros do Recife. E o bicho é grande, pois mede 2,55m e pesa 76,4 quilos, O animal foi conduzido ao Centro e Triagem de Animais Silvestres.  O Cetas Tangará (como também é conhecido) é o órgão da Agência Estadual do Meio Ambiente (Cprh), que é responsável por acolhimento, reabilitação e reintrodução de animais silvestres à natureza.

Jacaré do papo amarelo deu susto em moradores do município de Camaragibe, Região Metropolitana do Recife.

O jacaré chegou ao Cetas sem apresentar ferimentos nem fraturas. Após passar pela avaliação de veterinários e biólogos será devolvido para o seu ambiente natural. A Cprh orienta a população para que  evite resgatar um jacaré ou qualquer outro animal silvestre que estiver em área urbana. Informa que o melhor é ligar para a Polícia Militar Ambiental, (Cipoma) ou para as brigadas ambientais dos municípios.

Em caso de risco iminente de ataque às pessoas, o recomendado é ligar para os bombeiros. Lembrando que os órgãos não retiram o animal do ambiente natural deles, o resgate é feito se eles estiverem em via pública ou em propriedades particulares, casa, trabalho, etc. A Cprh não faz resgate. Seu trabalho consiste em receber, reabilitar, soltar e monitorar os animais de tráfico, de resgate e de entrega voluntária. A CPRH conta com o apoio dos outros órgãos e até entidades não governamentais que fazem o resgate.

Leia também
Entre a rua, a vacina e o jacaré
Jacaré no asfalto está ficando comum
“Jacaré na rua não é fato inusitado”
Jacarés urbanos liberados na Mata Sul
Fauna urbana: Dona Noêmia e o jacaré “amigo” do Açude de Apipucos
Fauna silvestre cada vez mais urbana
A peleja de Princesa com o jacaré
Chuvas: Jacarés ganham as ruas do Recife mas Cprh os devolve à natureza
Jacarés liberados em Dois Irmãos
Chuvas levam jacarés às ruas
Resgate de jacaré desorientado no mar
Jacarés urbanos voltam à natureza
Em meio à pandemia, capivaras voltam à natureza. E outros animais também
Pandemia e natureza: Animais ocupam áreas urbanas vazias

Serviço
Cipoma – (081) 31811700
Corpo de Bombeiros – 193
Cprh – 31828800
 

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação /CPRH

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.