Tubarão volta a atacar no mesmo local em duas semanas

Só mesmo interditando o trecho da praia de Piedade, que fica à altura da Igrejinha de Nossa Senhora da Piedade, no município de Jaboatão dos Guararapes, vizinho ao Recife.  No último dia dez de julho, um homem de 51 anos morreu ao ser atacado por um tubarão no local. Nesse domingo (25/07), mais um incidente voltou a ocorrer. É lamentável, mas não é por falta de aviso.  Dos 68 ataques registrados em Pernambuco desde 1992, nada menos de 14 (incluindo o de hoje) ocorreram naquele local onde, aliás, desde a década de 1950 já se fazia relatos desse tipo de ocorrência.

Também houve grande quantidade de ataques na praia de Boa Viagem, no período em que não havia proibição para a prática do surf. Depois  que  o esporte foi vetado, a quantidade de ocorrências do tipo diminuiu na Zona Sul do Recife.  Já a praia de Piedade tem um longo trecho de mar aberto,  não sendo, portanto, recomendada para banho.  Em Boa Viagem também há trecho de mar aberto, onde muitos banhistas dão trabalho aos salva-vidas. Eles chamam a atenção para a área de risco, mas há uns que nem ligam. Pelo menos até o momento, seguro mesmo é tomar banho de mar com maré baixa e na parte posterior aos arrecifes.

Em Piedade, o que não falta lá é placa de advertência.  A vítima mais recente, Ewerton Reis Guimarães, tem 32 anos e estava em águas rasas, segundo o Corpo de Bombeiros. Em frente à igrejinha, os ataques ocorreram mesmo em áreas não profundas. Portanto, o melhor é permanecer na areia ou escolher outra praia se o visitante é daqueles que gostam mesmo é do banho de mar.  De preferência, protegida por arrecifes. O homem foi socorrido pelo Samu, levado para o Hospital da Aeronáutica (que fica ali pertinho), onde recebeu os primeiros socorros.

Depois, foi conduzido ao Hospital da Restauração, no Derby, que tem know how em pessoas atacadas pelo peixe.  O HR chegou a ser apontado como a unidade hospitalar com maior número de atendimentos devido ataque. Ewerton foi ferido em uma das coxas e glúteos. Naquele local há registro de outros ataques com pessoas também agachadas. Desde 1992 – quando se intensificaram os ataques no nosso estado,  Pernambuco já assistiu a 68 incidentes com tubarões, com 26 mortes. Dos incidentes, quatro ocorreram no Arquipélago de Fernando de Noronha, a 546 quilômetros do Recife, onde até a primeira década desse século não havia registro de ataques de tubarões. Em Pernambuco, cientistas atribuem a frequência de ataques a desequilíbrio ambiental provocado pela construção do Complexo Industrial de Suape, no Litoral Sul do Estado. Porém, na frente da Igrejinha de Piedade, os relatos  são muito mais antigos. Portanto, risco ali sempre houve.

Leia também
Tubarão e precaução
No feriadão, cuidado com o tubarão
Há risco de tubarão em mar protegido?
O medo do tubarão da areia
“Cachoeira” diverte em Boa Viagem
O caminho das pedras em Boa Viagem
Praia do Porto da Barra: paraíso urbano
Boa Viagem ou Bocagrande?

Acordo na justiça para algozes do Marlin
Meros mortos no Litoral Sul. Desequilíbrio ecológico?
Coral-Sol começa a ser removido
Começa primeira xpedição para remover coral-sol
População de baleias em declínio?
Deixem que vivam as baleias.
Casas de veraneio em áreas protegidas

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Foto: Acervo #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.