Poluidor, copo plástico começa a ser banido do serviço público no Recife

É só andar nas ruas, para se constatar uma realidade triste: a poluição provocada por materiais plásticos, incluindo os copos. A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Recife lembra que normalmente o tempo de vida útil de um copo plástico é de treze segundos. Porém ele pode levar até 450 anos para se decompor na natureza. Ou seja, um verdadeiro desastre, que vai poluir por séculos os riachos, rios, canais, mar.  Enfim, os oceanos. Então, tudo que se pode fazer para evitar essa tragédia na natureza está valendo. A Prefeitura do Recife acaba de criar o Programa Eco Recife, que – entre outras iniciativas – pretende zerar o consumo de material plástico descartável no serviço público municipal.

Palmas! Uma vez, minha filha Joana Carolina esteve em um estabelecimento educacional da Europa, onde as crianças estavam fazendo um curso de férias em inglês. Passou o dia com sede. Tinha bebedouro, mas copo descartável, em lugar nenhum. Ou seja, cada pessoa levava de casa o seu. Nos Estados Unidos, também é comum que as pessoas levem suas canecas ao trabalho. No Brasil, algumas empresas já tomaram essa iniciativa, que até renderam prêmios (ver links abaixo).   A restrição ao copo plástico  só traz benefício: gera pouco lixo, gasta-se menos e poupa-se a natureza. Na nossa cidade, o Programa está começando pelo nosso exemplar Jardim Botânico do Recife e pela Smas. “Ambos os órgãos eliminaram o uso de copos descartáveis nas suas dependências, e a decisão é uma forma de preservar o meio ambiente e de diminuir a produção de resíduos sólidos”, informa a Smas. Com a medida, anualmente, 20 mil copos deixarão de ser jogados no lixo, em média.

Jardim Botânico do Recife não utilizará mais copos descartáveis. Visitantes deverão levar os seus.

Ou seja, o material deixa de ser oferecido aos visitantes , que serão orientados a levarem o próprio copo. O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Carlos Ribeiro, reforça que a adesão à iniciativa é uma mudança cultural que impactará no meio ambiente e na vida das pessoas. “Essa ação parece pequena, mas possui impacto transformador gigantesco. Se considerarmos que, no período de oito horas, uma pessoa usa, em média, quatro copos descartáveis, estamos promovendo uma importante contribuição na redução de resíduos circulando no meio ambiente todos os dias”. Não, Secretário, não é uma decisão pequena. Nenhuma ação, por menor que seja, em defesa do meio ambiente pode ser chamada de pequena.

“Na Smas, a adesão aconteceu aos poucos. Hoje, nossos colaboradores não utilizam mais copos descartáveis e, agora, queremos sensibilizar os visitantes com essa prática. Esperamos que essa ideia não fique limitada apenas à nossa Secretaria”, diz.

Durante o processo de fabricação, cada copo, que é usado uma única vez por tão pouco tempo, consome 3 litros de água. Só no Brasil,  de acordo com a Associação Brasileira de Limpeza Pública, são consumidos, diariamente, 720 milhões de copos descartáveis – o equivalente a uma pilha de 54.040 km/dia, 14 mil km a mais que a circunferência da Terra. A Organização das Nações Unidas (ONU) aponta que mais de oito milhões de toneladas de plásticos chegam aos oceanos todo ano. Ou seja, um verdadeiro horror. Não é à toa, portanto, que os órgãos internacionais e ambientalistas afirmam que até 2050, os oceanos terão mais plásticos do que peixes. Ou seja, um futuro catastrófico, se nenhuma medida for tomada.

O Programa Eco Recife foi lançado na abertura da Semana do Meio Ambiente. Com ele, pretende-se zerar o consumo de material plástico descartável no serviço público municipal, além de estabelecer ações de eficiência energética e redução de consumo de água, estabelecendo uma política de baixo carbono a partir do exemplo do poder público. Entre outras iniciativas, o decreto  estabelece a proibição de compra de material plástico descartável já de imediato para o edifício-sede da Prefeitura do Recife, onde circulam cerca de cinco mil pessoas por dia, de acordo com média registrada antes da pandemia.

Nos links abaixo, você vai conferir informações sobre os prejuízos que o plástico provoca ànatureza e também iniciativas para poupar a natureza. Algumas bem interessantes, como óculos produzidos a partir de canudinhos, ou mouse da Dell fabricado com plástico reciclado de garrafas PET.

Leia também:
Dell anuncia mouse a  partir de plástico reciclado de garrafas PET
Reciclagem para poupar os oceanos
Óculos ecologicamente corretos feitos com plásticos colhido no mar
Mar: mais plástico do que peixe em 2050
Canudos plásticos de praia viram óculos e natureza agradece
Plásticos nas praias viram embalagens
Xô, plásticos. A vez das canecas
O lixo que virou lixeira
Reciclagem de plástico rende utensílios domésticos e corrimão nos morros
Quatro milhões de canudos a menos no mercado
Dia Internacional sem sacos plásticos. Vamos nessa?
Nestlé quer embalagem biodegradável
Campanha contra plástico rende prêmio
Plásticos poluem Boa Viagem
Mutirão espontâneo contra o lixo
Plásticos viram vilões das tartarugas
Colete três plásticos na areia
Maquininha de passar cartão feita com plástico reciclado do mar
250 milhões de tampinhas retiradas da natureza em seis estados
Startup faz campanha contra lixo
Prêmio de R$ 50 mil para quem no mundo melhor limpar sua comunidade
Catadores tiram 5 milhões de latinhas deixadas pela folia em Olinda
Brasil tem camisa carbono zero
Lixo plástico vira cinema nas escolas
As garrafas biodegradáveis da Bacardi
Água mineral copo biodegradável
Reciclagem de esponjas poupa natureza
Boa ação na coleta de… sutiãs
250 milhões de tampinhas retiradas da natureza
Do lixo ao luxo
Pneus na guerra contra o lixo
Não jogue lixo eletrônico no Capibaribe
Troque o lixo eletrônico por plantas
A reciclagem da Renova Ecopeças
A Serra Pelada de Sinha é só riqueza

Texto: Letícia Lins / #OxeRecife
Fotos: Divulgação / PCR / Acervo #OxeRecife

Compartilhe

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.